Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Left Check

Versos Escritos

Transforme todos os seus sentimentos em versos escritos. Transmita amor, carinho, paixão, amizade e muito mais através de simples palavras que tocam o coração.

Sorriso Júlia Ogaia

No pranto ou no sorriso
No momento certo ou indeciso
Abraça-me a qualquer hora
E não me larga mais
E me põe de novo
Aquele sorriso que não se desfaz.


Copiar
Compartilhar
Você

Você foi a primeira a dizer, que nós não estávamos bem.
Você foi a primeira a mentir, quando não estávamos bem.
Este foi o meu primeiro amor, ela foi a primeira a partir.
E quando ela me deixou por você, eu fui o último a saber.
Eu serei o primeiro a dizer, que agora eu estou bem.
E pela primeira vez eu abri meus olhos.
Esse foi meu pior amor.
Você será o primeiro a partir. E quando ela deixar você pra morrer, você será o último a saber.


Copiar
Compartilhar
Volte

Não vou suplicar.
Cansei de chorar.
Volte se quiser voltar.


Copiar
Compartilhar
Apenas Poesia

Eu não conheço
A anatomia das palavras
Meu eu lírico
Eu não sei qual seria

Abro palavras
Para achar sentimentos
Às vezes encontro
Um pé de vento
Em outras, ventania

Tirar a razão das palavras
É o que tenho
A fim de que sobre
Apenas poesia.


Copiar
Compartilhar
Despedida

Despedida
A chuva é tão bela,
por isso ela é você, mas
ela vai desaparecer em breve,
assim como você vai fazer.

Instei em você,
mas joguei pérolas ao porco,
você me cuspiu um amor
e eu não mereço tão pouco.

Meu cheiro de todas as manhãs,
saudade outrora que aflora,
folhas de outono não caem porque querem
mas porque chegou a hora.


Copiar
Compartilhar
Motivo

E meu bem
Sem eira nem beira
Se você quiser
Pode ser o motivo
Do meu sorriso
Pela vida inteira.


Copiar
Compartilhar
Coração

Se não der certo
Meu coração é esperto.
Não vai parar de bater.


Copiar
Compartilhar
 
Romance

Quando vieres
torço para que
esteja bem cansada,
a ponto de pousar aqui
em meu coração...


Copiar
Compartilhar
Lição

Eis aí uma amarga lição,
no mundo, não há cicatriz
que não nos sirva de correção.


Copiar
Compartilhar
Nós Dois

To precisando de abraços,
carinhos,
Amor,
cafuné.
De você.
To precisando de nós!


Copiar
Compartilhar
Paixão Vinícius de Moraes

Maior amor nem mais estranho existe
Que o meu, que não sossega a coisa amada
E quando a sente alegre, fica triste
E se a vê descontente, dá risada.

E que só fica em paz se lhe resiste
O amado coração, e que se agrada
Mais da eterna aventura em que persiste
Que de uma vida mal aventurada.

Louco amor meu, que quando toca, fere
E quando fere vibra, mas prefere
Ferir a fenecer - e vive a esmo

Fiel à sua lei de cada instante
Desassombrado, doido, delirante
Numa paixão de tudo e de si mesmo...


Copiar
Compartilhar
Sangue e Fogo Pablo Neruda

Não te quero senão porque te quero,
e de querer-te a não te querer chego,
e de esperar-te quando não te espero,
passa o meu coração do frio ao fogo.
Quero-te só porque a ti te quero,
Odeio-te sem fim e odiando te rogo,
e a medida do meu amor viajante,
é não te ver e amar-te,
como um cego.

Tal vez consumirá a luz de Janeiro,
seu raio cruel meu coração inteiro,
roubando-me a chave do sossego,
nesta história só eu me morro,
e morrerei de amor porque te quero,
porque te quero amor,
a sangue e fogo...


Copiar
Compartilhar
Amor

Diferente da paixão,
O amor é um sentimento...
Está acima da razão,
E do passar do tempo.


Copiar
Compartilhar
Vem Cá!

Vem cá,
me abraça,
sem pressa,
sem demora,
sem motivo,
sem hora para ir embora!


Copiar
Compartilhar
Sentimentos

Não sei nem mais dizer
O que sinto por você...
Se é amor,
Se é amizade,
Se é paixão...
Mas suspeito fortemente
Que seja tudo isso junto!


Copiar
Compartilhar
Rosa Júlia Ogaia

Chamou por você
Mas você não atendeu
E por fim
Minha pobre rosa morreu.


Copiar
Compartilhar
Subsistir

Erramos de forma humana.
E como sôfregos mortais que somos, nos rendemos ao risco de não ser.

De que somos feitos, afinal?

Não somos apenas carne, nem tão somente as ideias.
Somos tudo o que vimos e ouvimos, e sentimos, e vivemos.
Somos, da forma mais redutível possível, rastros do que éramos.

Nunca seremos constantes.
Jamais seremos os mesmos.
Já dizia, em minha opinião, o mais sábio dos filósofos: nunca viverás novamente o que já foi vivido, da mesma forma que nunca te banharás duas vezes nas mesmas águas dum rio corrente.

Somos tão falíveis.

E se, ao menos soubéssemos, nos permitiríamos falir.
A irregularidade de nossos entes nos condena à uma subsistência.
E não nos queixamos, nem podemos.
Subsistimos e só.


Copiar
Compartilhar
fechar