Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Despedidas: sempre dolorosas

A vida é feita de fases. As despedidas são momentos de transição entre elas. Mesmo que sejam dolorosas e tristes, é preciso saber dizer adeus a algumas coisas. Leia nossa seleção de reflexões e sinta-se melhor em relação às mudanças inesperadas da vida!

continue lendo
Compartilhar

Despedidas: sempre dolorosas...

As despedidas são sempre ruins, principalmente, quando há muito amor e muito querer envolvidos. A despedida é um momento ruim, mas que pode dar margem para entrar a saudade, no entanto, até entendermos que as saudades são marcas de coisas boas, nos apegamos nas dores que as despedidas nos proporcionam. Elas são dolorosas, mas podem ser suportadas!

Nem sempre as despedidas são verdadeiras...

Sabemos que as despedidas podem ser muito ruins, principalmente para as pessoas que amam demais. Mas nem sempre as despedidas são verdadeiras, afinal, quando se gosta de alguém, mesmo que ela se vá eternamente, as coisas boas que essa pessoa fez vão ficar. Os sentimentos bons que você tem por ela, os seus sorrisos, suas memorias, nada disso pode ser apagado. Portanto, faça das despedidas um momento de reflexão!

É uma nova fase!

Desapegar de algo ou alguém que não quer se dizer adeus é bem mais difícil do que podemos imaginar. Mas é preciso entender que se é necessário a despedida, também se faz necessário a compreensão de que algo melhor está por vir. E que é hora de recomeçar e aguardar uma nova fase da vida. Aceitar que é necessário e dizer adeus é um grande passo, é se libertar do passado. É se livrar da tristeza que a despedida deixa, é ir de braços abertos para o novo!

Às vezes, dizer adeus é necessário!

Ninguém gosta de se despedir e em muitos casos, a dor que fica é enorme. No entanto, todos nós temos que aprender a lidar com esse sentimento que as vezes faz mal, mas em muitos casos, dizer adeus é mais que necessário. Todos nós sabemos até onde conseguimos ir, mas nem sempre sabemos colocar o ponto final nas histórias. Por isso, é preciso dizer adeus e seguir em frente!

Encerrando etapas...

Se despedir não é algo muito fácil. Talvez, a palavra que melhor define a despedida é necessidade. O momento em si é péssimo, mas quando a dor passa, ficam as sensações sejam elas boas ou ruins. Por isso, é extremamente necessário concluir cada uma das etapas de sua vida e encerrar as etapas começadas no passado. Não deixe pontas que podem ser puxadas no futuro, encerre etapas e em seguida parta para a próxima!

Assim como todo livro...

Os capítulos da sua vida devem ser concluídos assim como os capítulos de um livro. Já pensou se os livros que lêssemos não terminassem as histórias? É mais ou menos isso com as despedidas, tudo em nossas vidas é cíclico e, por isso, é mais que necessário que se conclua um ciclo para poder começar um novo. Assim como todo livro, encerre o capitulo para poder iniciar um novo!

É sobre ter força e coragem...

Que as despedidas não agradam a – quase – ninguém, todo mundo sabe. Mas é preciso entender que falar sobre despedidas é mais que necessário para entender o quanto elas são importantes. As despedidas fazem parte da formação de cada um de nós, faz com que sejamos mais humanos e mais dispostos uns com os outros. Mas tudo isso não é sobre a importância da despedida e sim sobre aprender a ter força e coragem para ir em frente a cada vez que tenha uma despedida em sua vida!

 

Aprender a desapegar...

De tudo o que já se ouviu falar sobre as despedidas, o que mais aperta o coração é aprender a deixar para trás o que gostamos e, principalmente, aquilo que somos tão apegados. Se despedir é dizer adeus no momento em que for preciso, mas às vezes, no momento em que desejamos. É saber começar e terminar, colocar vírgulas e pontos finais nos locais corretos. É parar de criar expectativas sobre nós e sobre quem nós queremos conosco. Se despedir é desapegar do que mais acreditamos, é deixar ir e se um dia voltar, saber deixar partir novamente. Aprender a desapegar na hora certa e a viver sem se apegar!

A despedida nem sempre é o fim...

Você já deve ter se despedido de várias pessoas diversas vezes, seja no dia a dia ou em momentos da vida, e depois voltou a encontrar essas pessoas. Então, não se apegue apenas a parte ruim da despedida. Você precisa entender que nem todas as despedidas são para sempre, nem sempre elas são o fim de tudo. Talvez, elas sejam o início de uma nova jornada, de uma nova caminhada. Abra-se para o novo e veja o quão bom pode ser!

Há despedidas boas...

Você já deve ter observado que nem todas as despedidas são tristes, principalmente naquelas em que o amor sobressai. Claro que a distância não é boa, mas essa distância chega a dar uma saudade para o próximo reencontro. Quando você começa a olhar a despedida por outro lado, começa a perceber que ela não é tão ruim.

A parte inesquecível da despedida...

Claro que nem todas as despedidas vão deixar sentimentos ruins dentro de nós. Afinal, às vezes nos despedimos de coisas boas e/ou pessoas, que só nos fizeram bem, mas que precisam partir. Afinal, o tempo deles conosco já acabou. Mas sabe o que é bom? É pensar que há algo inesquecível na despedida, que tudo de bom que aconteceu deixou saudades e que elas vão morar dentro de nós e a dor que pode existir vai acabar e cederá lugar ao sentimento mais nobre: o amor!

Saber dizer adeus...

Nenhum de nós foi acostumado a dizer adeus, não fomos preparados para as despedidas por mais que elas façam parte de nossas vidas. No entanto, saber dizer adeus deveria ser uma disciplina estudada na escola, afinal, vivemos dando adeus para as pessoas ou mesmo para momentos e coisas que gostamos muito. Saber dizer adeus não é uma arte como muitos definem, na realidade, saber dizer adeus é algo simples, que vem de dentro, que cada um de nós lida da maneira que acha justa e correta. A única coisa que devemos nos prender é que saber dizer adeus é mais que necessário, é uma realidade!

Quando chega a hora da despedida...

Por mais que sejamos bons com as palavras e que os sentimentos não nos dominem, a hora da despedida é sempre muito ruim. Quando a relação é muito intensa, parece que a despedida se torna ainda mais forte e difícil, porém, não impossível. Talvez dolorida, mas que logo dará lugar a um sentimento gostoso. Quando chega a hora da despedida, tudo o que eu queria dizer é que por mais distante que você vá, sempre estará dentro do meu coração. E que por mais distante que nós estejamos – fisicamente – um do outro, meu amor e carinho não diminuirão. Separados sim, mas nunca deixaremos de estar unidos, nunca vou conseguir me esquecer de seu sorriso de luz, de você!

A triste despedida...

Ver um amigo partir é extremamente doloroso, se ele for um amigo com a qual passamos momentos incríveis e fantásticos, a despedida parece ainda mais difícil. Não precisamos estar próximos para sentir essa dor tremenda, da mesma maneira que não precisamos estar próximos para nos lembrar das aventuras que vivemos. Só queria te dizer que sua partida, por mais inesperada que seja, deixa meu coração dolorido, me deixa triste. Mas vejo que mesmo com toda essa distância, você manteve um pedacinho de mim contigo e eu espero que leve para onde for, porque eu te levarei comigo por toda a minha vida!

Adeus, que palavrinha feia...

Quando crianças, aprendemos que algumas palavras são feias e não devem ser ditas nunca. Mas “adeus” nunca esteve entre essas palavras. Quando temos que nos despedir de um ente querido, animais de estimação e amigos, percebemos que essa palavra – adeus – também deveria estar entre a lista de palavrinhas feias e que não devem ser pronunciadas nunca. Infelizmente, ela aparece mais comumente do que nós desejamos, ela nos traz lágrimas aos olhos, tristeza aos sorrisos e dor no coração. Entretanto, ela nunca poderá tirar o amor que sinto por você de dentro de mim!

fechar