Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Frases de Amor à Vida

Amor à Vida. É a nova novela da Rede Globo (canal 5) da televisão brasileira. Personagens engraçados, carismáticos, apaixonados e claro, malvados, fazem parte de toda a trama! Venha conhecer um pouquinho do que se passa no horário das nove.

continue lendo
Compartilhar

Sobre viagem a Machu Pichu

Félix (Mateus Solano)

O personagem Félix, interpretado por Mateus Solano, ficou conhecido na novela "Amor à Vida" por ser um homossexual de personalidade maldosa. Uma de suas frases, em relação à viagem com a família para Machu Picchu, foi “Eu salguei a Santa Ceia, só pode!”.

Fácil? A Valdirene?

Valdirene (Tatá Werneck)

A atriz e comediante Tatá Werneck interpretou a personagem Valdirene, tão engraçada e divertida quanto na vida real. Desesperada por encontrar um par, a personagem afirmava algo que poderia ir de encontro ao que se imaginaria para alguém nessa situação: “Eu? Fácil? Eu não sou fácil! Sou difícil, dificílima!”.

Perséfone e sua sina...

Perséfone (Fabiana Karla)

Fabiana Karla, a atriz que interpretou Perséfone, era uma mulher gorda. Essa característica já foi destacada em outras produções globais, mas na novela "Amor à Vida" é possível identificar a associação do sobrepeso à impossibilidade de uma mulher ser desejada, caracterizando um discurso gordofóbico. Essa ideia se torna evidente na frase: “Se eu tiver que malhar, prefiro continuar virgem.”.

Pensa!!!

Márcia (Elizabeth Savalla)

A personagem de Elizabeth Savalla, Márcia, tinha uma relação diferente com Valdirene, representada por Tatá Werneck. Para ser mais enfática, Márcia repetia para Valdirene, como um bordão, “Pensa, Valdirene, pensa!”.

O filho prestativo

Félix (Mateus Solano)

Reforçando o estereótipo de que homens gays se interessam por moda, o personagem de Mateus Solano, Félix, constantemente dava conselhos sobre esse mundo para as pessoas. Quando ele ainda acreditava que a mãe dele era Pilar, interpretada por Susana Vieira, dissera para ela “Só se você me deixar escolher os seus sapatos, mami!”.

Ops!

Patrícia (Maria Casadevall)

Maria Casadevall, que interpretava a personagem Patrícia, era uma mulher bem resolvida e livre. No entanto, ao conhecer o personagem de Caio Castro, Michel, e se envolver com ele, afirmou: “A gente ficou, sim, mas foi sem querer!”.

 

Formas de amar

Amarylis (Danielle Winits)

A personagem de Danielle Winits, Amarylis, se mostrou aberta para todas as formas de amor ao longo da novela. E se as cenas não fossem suficientes para evidenciar isso, ela mesma o disse: “Sou aberta para o que é de verdade.”.

Shopping

Félix

O personagem de Mateus Solano, Félix, por ser rico, não precisava se preocupar com despesas. Por isso, em um dado momento da novela, ele fez a seguinte declaração com bastante entonação: “Adooooooro shopping!”.

Para Paloma

Bruno (Malvino Salvador)

O personagem de Malvino Salvador, Bruno, tinha um romance com a personagem Paloma, interpretada por Paolla Oliveira. Na trama, os dois descobrem que são pais biológicos de Paulinha, interpretada por Klara Castanho. E foi num desses momentos românticos entre os dois que Bruno diz para Paloma: “Você tocou meu coração”.

Gravidade

Félix (Mateus Solano)

O personagem de Mateus Solano, Félix, embora homossexual, também reproduzia discursos machistas. Um exemplo disso era a forma como ele se referia aos corpos de mulheres mais velhas, dizendo: “Se é ex-chacrete já deve ter despencado. A gravidade é um crime contra a mulher.”.

Ciúmes

Félix (Mateus Solano)

A irmã de Félix, Paloma, interpretada por Paolla Oliveira, parecia ser a preferida de seu pai. E a prova disso foi o momento em que Félix, interpretado por Mateus Solano, descobriu que ela tinha recebido mais dinheiro do pai do que ele, o que o levou a dizer esta frase: “Mas eu não merecia a mesma quantia na minha conta? O que um recebe, o outro tem que receber também. A verdade é que papai tem preferência por Paloma!”.

Sobre adoção de Paola

Félix (Mateus Solano)

O personagem de Mateus Solano, Félix, afirmou que a adoção de Paula não tinha nada a ver com genética, mas com sentimento. E é claro que ele dissera isso com o humor ácido de sempre: “Genética não tem nada a ver com cabelo tingido. Mamãe nem deve lembrar a cor original do cabelo dela.".

Nem com o Caio Castro?

Patrícia (Maria Casadevall)

Ainda que a personagem de Maria Casadevall, Patrícia, insistisse e prezasse por sua liberdade, seu relacionamento com o personagem de Caio Castro a deixava abalada. Mesmo assim, ela respondeu sobre o assunto: “Já falei que não quero saber de compromisso.”.

O apartamento de Paloma

César (Antonio Fagundes)

Fazendo parte do núcleo rico da novela, o personagem de Antônio Fagundes, César, era pai de Paloma, a personagem de Paolla Oliveira. E para mostrar que ele tinha muito dinheiro, disse: “Atualmente, você não tem direito a nada. Se eu quero dar um apartamento para Paloma, eu dou. Com o meu dinheiro!”.

Sexualidade

Félix (Mateus Solano)

Entre os homossexuais, a expressão “sair do armário” é um equivalente a dizer que outras pessoas sabem que alguém é homossexual. No caso de Félix, interpretado por Mateus Solano, essa condição variava. Por isso ele dizia: “Eu dei uma escapadinha do armário. Mas eu volto e tranco com cadeado!”.

fechar