Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Novelas mais famosas do Brasil

Muitas novelas marcaram a vida ao se tornarem programação obrigatória para os brasileiros, que colavam os olhos na TV quando dava o horário daquele novo episódio ser lançado e descobrir o desfecho do personagem principal. Entre as novelas mais famosas do Brasil, tem até sucesso internacional! Recorde as novelas que fizeram história no país e ficaram marcadas no coração do público por sua trama, desfecho e personagens icônicos. Novela é uma das grandes paixões nacionais e, a cada nova história, seja das 18h, 19h, 21h ou das 23h o público se envolve no enredo e vibra a cada novo episódio. Novelas mais famosas do Brasil, relembre com muito carinho cada história emocionante da telinha!

continue lendo
Compartilhar

O Clone

Abertura da novela 'O Clone'

Produzida pela Rede Globo, “O Clone” estreou em 2001, com direção de Jayme Monjardim e roteiro de Glória Perez. Ao longo dos 221 episódios da produção, acompanhamos a história do amor proibido entre o brasileiro Lucas (Murilo Benício) e a muçulmana marroquina Jade (Giovanna Antonelli). Além disso, a novela abordou outros temas, como dependência química e os limites da ética científica no caso da clonagem humana.

A Favorita

Imagem de abertura da novela 'A Favorita'

“A Favorita” estreou em 2008 e teve 197 capítulos. Ambientada na cidade de São Paulo, a novela teve como fio condutor a rivalidade entre Donatela (Claudia Raia) e Flora (Patrícia Pillar), ex-parceiras de uma dupla sertaneja. Ao deixar a prisão depois de cumprir uma pena de 18 anos pelo assassinato do marido de Donatela, Flora tentará provar sua inocência, além de acusar a antiga amiga. Mas cuidado! As aparências podem enganar...

Irmãos Coragem

O folhetim da Rede Globo escrito por Janete Clair, em 1970, retratava o período do coronelismo e a corrupção, principalmente no âmbito político. Com um clima de faroeste, a novela tinha como enredo principal a história dos irmãos João (Tarcísio Meira), Jerônimo (Cláudio Cavalcanti) e Duda (Cláudio Marzo). Eles tinham um embate com o latifundiário Pedro Barros (Gilberto Martinho).

Roque Santeiro

Situada na cidade fictícia de Asa Branca, Roque Santeiro também usou a política para ser pano de fundo para o folhetim. O artesão e coroinha Roque Santeiro (José Wilker) passa a novela inteira fingindo realizar milagres para os moradores da pequena cidade. Depois de fingir a própria morte, Roque Santeiro volta para a cidade e promete estabelecer um caos no lugar.

Recorde os bordões mais famosos da TV brasileira!

O Rei do Gado

O Rei do Gado, novela de Benedito Ruy Barbosa, era segmentado em duas partes. A trama abordava a discussão de divisão de terras por meio da história do pecuarista Bruno Mezenga (Antônio Fagundes) com a boia-fria Luana (Patrícia Pillar). O romance deles era marcado pela diferença social, além da disputa entre as famílias dos dois.

 

O Bem-Amado

O Bem-Amado, primeiro folhetim exibido em cores na história da televisão brasileira, chegou à tela dos telespectadores em 1973. Escrita por Dias Gomes durante o regime militar, a novela fazia críticas à política brasileira, ironizando a figura dos coronéis. O candidato a prefeito, Odorico Paraguaçu (Paulo Gracindo), tenta conquistar os eleitores com a promessa de que construirá um cemitério em Sucupira, cidade fictícia da novela. Para estimular o uso do cemitério, o matador Zeca Diabo (Lima Duarte) é “convidado” a retornar ao lugar, mas não aceita matar mais ninguém.

Pantanal

Produzida pela extinta TV Manchete, a novela Pantanal mostrou itens importantes do folclore e identidade nacional. O personagem Zé Leôncio (Cláudio Marzo) fazia parte da comitiva de peões que passava pela cidade da trama e se casa com uma mulher rica da capital. O filho de casal retorna ao município após 20 anos e começa um romance com Juma Marruá (Cristiana Oliveira).

Tieta

A novela foi inspirada no livro de Jorge Amado, Tieta do Agreste, e exibida na Globo em 1989. A protagonista Tieta (Claudia Ohana) saiu da cidade natal depois de ser humilhada pelo pai por conta do seu comportamento livre e independente. 25 anos depois, interpretada por Betty Faria, ela volta ao lugar em outra condição: rica e pronta para se vingar.

Frases de Betty Faria: Uma atriz sensacional da TV brasileira

Vale Tudo

Pensar na novela Vale Tudo e não lembrar da maior vilã da história, Odete Roitman (Beatriz Segall), é impossível. A pergunta: “Quem matou Odete Roitman?” moveu o Brasil em 1989, ano de exibição da novela. Depois de muitos palpites, a assassina foi revelada e, para a surpresa de todos, Leila (Cássia Kis Magro) matou a vilã por engano.

Avenida Brasil

Segundo a revista estadunidense Forbes, Avenida Brasil foi a novela brasileira de mais sucesso. Escrita pelo autor João Emanuel Carneiro, o enredo do folhetim mostrava o dia a dia da vilã Carminha (Adriana Esteves) e Nina (Débora Falabella), que depois foi revelada como vilã e mocinha. Com o núcleo que representava a classe c, a novela trouxe temáticas como futebol, beleza e cultura periférica, principalmente a carioca.

Leia frases inesquecíveis de Avenida Brasil

fechar