Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Fernanda Montenegro

Um dos maiores nomes da teledramaturgia e é referência no meio artístico. Aprecie as principais frases e declarações desta grande atriz, seja na TV, teatro ou cinema.

Situação

Fernanda Montenegro

A situação toda esta muito radicalizada na política, no comportamento. Tudo está muito extremado, e as coisas estão se radicalizando de uma forma muito desesperada.

Radicalização

Fernanda Montenegro

Todos temos o direito de se posicionar. Não tiro o direito de ninguém. O problema é a radicalização desse pensar e no que ele pode se transformar. É caça as bruxas, de todos os lados.

Ser mãe

Fernanda Montenegro

Uma mãe vive preocupada. Quando eles estão bem, penso: “Agora está tudo bem, mas e depois?”. Existe uma calma. Mas é uma calma em atenção.

Embate atual

Fernanda Montenegro

Naquela época, nós tinhamos duas posturas. A adesão ou a rejeição a uma postura de comportamento herdada da contracultura e dos movimentos de 68. As coisas eram mais claras e menos pulverizadas. Hoje em dia, a gente tem muitos caminhos. Temos a internet, o que é maravilhoso, porque cada um pode ir lá se posicionar. Mas, ao mesmo tempo, o embate é muito mais diversificado.

Personagens

Fernanda Montenegro

Não sou uma escrava de ninguém. Estou fazendo o papel com todo meu empenho, adesão e entendimento humano da causa, que é a da pessoa que quer viver sua natureza sem disfarce. Essas personagens são um esclarecimento aos mais bloqueados de razão.

Ser avó

Fernanda Montenegro

Como avó eu sirvo de ouvido, dou palpites, não sou invasora. Mas a responsabilidade é dos pais. Então, já chega filtrado para você. Quando tenho tempo fico com eles, mas não consigo muito, porque sou uma mulher muito ocupada.

Estar sempre ocupada

Fernanda Montenegro

Não sou histérica, não sou fanática. Não faço terapia ocupacional em estado doentio, não. Mas é da minha natureza estar ocupada.

Vida

Fernanda Montenegro

Tenho a crença de que a vida existe desde o início.

Constatação básica

Fernanda Montenegro

O que mais me inspira é uma constatação básica. Estamos vivendo um momento de liberdade de expressão plena, e por conta disso, sabemos de tanta coisa que talvez não tivesse vindo a público.

Povo brasileiro

Fernanda Montenegro

Não apoio a Dilma, nem nenhum presidente. Apoio o Brasil. Minha causa, meu projeto é no brasil, a melhoria do povo brasileiro.

Participação política

Fernanda Montenegro

Como artista fiz a minha participação política dentro do meu ofício, fora de filiação partidária, pois compreendo que o palco é, definitivamente, o espaço mais livre que o homem jamais criou.

Ofício

Fernanda Montenegro

Como o povo brasileiro, sou otimista por natureza. Meu ofício é a natureza.

Fantasia

Fernanda Montenegro

Criaram uma fantasia em relação aos artistas em geral. Talvez nem tanto quanto àqueles do teatro, mas principalmente da televisão. A gente aparece na tela e se cria uma ilusão. Mas somos apenas trabalhadores como todos os outros, que, por um acaso, estão ali dando conta de um ofício artístico. O ideal seria que todos recebessem esse tratamento de artista na sua profissão. Os gregos falaram disso.

Nosso critério

Fernanda Montenegro

Nosso critério não é o de escolher papéis, mas procurar peças que queiram dizer alguma coisa. Fazer teatro é um destino.

Nenhuma Superioridade

Fernanda Montenegro

A mulher é mais instintiva e mais lúcida do que o homem na sua inteligência. Mas isso não lhe garante nenhuma superioridade nessa matéria.

Saturadas de juventude

Fernanda Montenegro

O bom é que os velhos em novelas, entre os quais eu me incluo, são ricos, erotizados, charmosos e vitais. As novelas estão saturadas de juventude que, muitas vezes, é forçada.

Aposentadoria

Fernanda Montenegro

Sou uma avó que trabalha demais, que ainda não teve tempo de sentar com seus netos para contar as boas histórias da vida. Estou esperando a minha aposentadoria. O problema é que, quando isso acontecer, os netos já estarão velhos demais.

Nosso ofício

Fernanda Montenegro

Nosso ofício, falo de teatro, não nos deixa provas. A posteridade não nos conhecerá. Quando um ator pára o ato teatral, nada fica. A não ser a memória de quem o viu. E mesmo essa memória tem vida curta.

Sou feliz

Fernanda Montenegro

Hollywood está longe de me almejar. Sou feliz de ter nascido nesse país, de ter o carinho de um público que sempre me prestigiou.

Ser atriz

Fernanda Montenegro

Inspirada no exemplo do meu pai, de meu avô, só sonhava em adquirir um ofício, naquele sentido dos velhos oficiais artesãos, das velhas ligas de artesanato. Um ofício do qual pudesse me orgulhar. E creio que consegui.

Beijos

Fernanda Montenegro

Na minha idade, já conheço todos os tipos de beijos, já fiz todos. Beijamos de acordo com as necessidades das cenas. Se tiver que ser para valer, será.

Ter 80 anos

Fernanda Montenegro

Penso todos os dias. O tempo todo. Não quero ser jovem e não me acho jovem, claro que não. Mas me sinto como um ser humano ativo. Esta palavra, “velha”, bem, deveriam inventar outra porque ela já vem contaminada de coisas como a decadência, a finitude. Os velhos são produtivos, apesar de terem uma sociedade que só cultua o novo. Existem velhos que produzem e muito. Uma pessoa de 80 anos dizer que se sente jovem é mentira. Se você é velho, você tem menos tempo de vida.

Em armários

Fernanda Montenegro

Agora nós estamos falando pouco dessa revolução real que está acontecendo no Brasil, que é falar com liberdade o que se quer dizer. Isso está chocando um pouco, porque sempre teve alguém que falava mais alto. Neste momento, todo mundo está num palanque: nós estamos ouvindo todos. Ainda mais pela internet. Não eram só os homossexuais que estavam no armário. De uma certa forma o país estava em armários.

Questionamentos

Fernanda Montenegro

Eu me questionava: ‘O que direi quando me perguntarem o que, profundamente, me levou a aceitar esse convite’. E uma amiga me falou: ‘Você não faria isso pelos seus netos?’. É uma boa. Foi por eles.

Personagem Inteiro

Fernanda Montenegro

Agora, só vou ler um roteiro se tiver um personagem inteiro para mim, e não apenas a boa vizinha, a maluca da cidade ou a avó de não sei quem.

Acho estranho

Fernanda Montenegro

Acho estranho ter um contrato sem estar atuando. Chega uma hora em que se tem de pagar esse tributo, fazendo um trabalho em que não se acredita.

Contracultura

Fernanda Montenegro

Nessa época era uma outra visão da droga, desse “paz e amor”. Isso se transformou nos dias de hoje em uma criminalidade, em uma deterioração trágica. Acabou o paz e amor.

Viver sozinha

Fernanda Montenegro

Sempre vivi cercada de pessoas, da minha família. Depois me uni a um homem e passei a viver com ele. Criei meus filhos, foram agrupamentos. Agora, pela primeira vez na minha vida, não estou na minha casa agrupada. E se eu sair da casa onde moro hoje vou morar em um lugar que a minha solidão buscou. Seria o primeiro espaço criado por mim sozinha. Mas estou muito bem na minha casa.

Religião

Fernanda Montenegro

Tenho formação católica. Talvez a minha opinião esteja aí nessa primeira formação que os meus antepassados me deram. Mas, claro, durante a vida você vai reavaliando a sua religião e vendo com o que concorda e qual é a medida do pecado e do não pecado. Na infância primeira você vai naquele misticismo todo, acredita em um Deus com barba branca, sentado com um camisolão. Depois você muda. Mas alguns pontos são fantásticos. “Não matarás.” “Amar ao outro como a si mesmo.” Isso é maravilhoso, é lindo. Você pode se amar, desde que você ame ao outro na mesma medida.

Nossa festa

Fernanda Montenegro

Penso que nosso ofício não tem a condenação bíblica do trabalho. O suor do nosso rosto não é um castigo. Nosso ofício é nossa festa. É o nosso sentido de vida, é o nosso prêmio.

Nós somos bons!

Fernanda Montenegro

Eu e o Chico Anysio nos conhecemos desde 1949. Mas estou dizendo essa data horrenda porque nós dois estamos hoje aqui, de pé, andando e falando. Nós somos bons!

Gostaria que...

Fernanda Montenegro

Gostaria que todos os ministérios tivessem com o dinheiro público a acuidade que o Ministério da Cultura tem conosco.

Deformação cultural

Fernanda Montenegro

Nossa deformação cultural nos faz pensar que cabe a um segmento da sociedade levar cultura a outro. Nós temos é que buscar a cultura no povo, dando condições para que ela brote.