Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

José Dirceu

José Dirceu é uma das principais figuras de dois dos maiores escândalos políticos do Brasil, o Mensalão e o Lava Jato. Aprecie algumas frases dele aqui no MCA!

Indignado e revoltado

José Dirceu

Estou indignado e revoltado, mas tranquilo. Não concordo, mas respeito a decisão do Supremo. Não quero impunidade, não quero prescrição. Que o Supremo me julgue, mas fui acusado e denunciado sem provas (...) Tenho 40 anos de vida pública e, agora, virei chefe de quadrilha. (Em entrevista a jornalistas dada no dia 30 de agosto de 2007).

Versões antagônicas

José Dirceu

As versões antagônicas da revista e do jornal sobre o depoimento de Valério nas quais se baseia a ação da oposição não podem sequer ser confirmadas.

Escândalo Waldomiro Diniz

José Dirceu

O escândalo Waldomiro Diniz vai me marcar para o resto da vida. Nunca vou me recuperar disso, porque me atingiu naquilo que me é mais caro, que é a minha honra.

Não vou me calar

José Dirceu

Não vou me calar, me amedrontar, me acovardar, por causa dos editoriais de alguns jornais e por causa do noticiário tendencioso de muitos meios de comunicação a meu respeito. Sei que existe uma luta política no país e que eu sou a principal vítima. Isso não significa não investigar. Mas o processo político foi crescendo, e a mídia não aceita, até chegar a um golpe branco, de querer cassar o direito do presidente de se reeleger. (No Conselho de Ética da Câmara, no dia 27 de setembro de 2005).

Eu sou inocente

José Dirceu

Não é que não tem prova no processo contra mim. Eu fiz a contraprova. Eu sou inocente. Eu confio na Justiça (...) Eu fui cassado pela Câmara dos Deputados [em 2005] sem provas. De lá para cá, eu sofri um linchamento como corrupto e quadrilheiro. Eu estou preparado para qualquer resultado (...) A chance de eu fugir do Brasil é nenhuma. Zero. (em entrevista para a coluna Mônica Bergamo, no jornal “Folha de S.Paulo”, no dia 17 de setembro de 2012)

Ponto que chama atenção

José Dirceu

Um ponto que chama a atenção é que a Justiça Eleitoral está proibindo em todo o país o uso indevido e ilegal do julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) da ação penal 470, chamada pela mídia de mensalão. É uma utilização que começou com José Serra (PSDB-DEM-PSD-PV), candidato tucano a prefeito de São Paulo, que fez do tema indevido sua mais recente obsessão. Depois seu uso foi proibido também em BH e agora na Bahia. (Em seu blog, no dia 3 de outubro de 2012)

Bastante carente

José Dirceu

Não chorei durante a crise toda. Se tivesse chorado, talvez não tivesse sofrido tanto. Continuo bastante carente, mas já passou.

Contesto

José Dirceu

Contesto taxativamente a suposição de que Roberto Marques, que é meu amigo, e não meu assessor, tenha sido autorizado a sacar dinheiro das contas de empresas do senhor Marcos Valério.

Se faz de inocente

José Dirceu

Ele se faz de inocente, diz que sou o chefe do mensalão, da maior quadrilha. Eu não estou sendo acusado de corrupção, deputado, em nenhum órgão público) (No Conselho de Ética da Câmara, no dia 2 de agosto de 2005).

Não tenho folha corrida

José Dirceu

Eu tenho uma história, uma biografia. Não tenho folha corrida, como muitos que me acusaram. (Em entrevista no programa "De Frente com Gabi", no SBT, no dia 4 de julho de 2010)

Caixa dois

José Dirceu

O problema de caixa dois, não adianta atirar a primeira pedra. Nós temos de fazer reforma política no Brasil. Não vou dizer que eu sabia nem que eu não sabia que havia caixa dois no PT. Porque isso se transformou num instrumento de luta política contra o PT. Só vale contra o PT. Porque o mensalão é um exemplo disso. Aconteceram depois do mensalão vários episódios no Brasil escandalosos de caixa dois que passaram batido, inclusive para a Justiça, para o Ministério Público e para a Polícia federal, não é só para a imprensa, não. (Em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar no programa "É Notícia", na RedeTV, em 8 de maio de 2009).

Agonia

José Dirceu

Cheguei a um ponto que minha situação se transformou em agonia, em degola, em inferno, em fuzilamento. (Na defesa do processo de cassação na Câmara, no dia 1º de dezembro de 2005).