Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Frases de Junho

O mês de junho marca o início de mais um ciclo com a chegada do inverno. Além do friozinho tão aclamado por muitas pessoas, este mês traz consigo duas datas que todo mundo ama: a Festa Junina e o Dia dos Namorados. Assim como o frio é propício para uma autoanálise, também é o momento perfeito para colocar em prática alguns planos que estavam guardados. O que você acha? Comemore a chegada de junho com toda a alegria e aproveite ao máximo as festinhas de São João. Não deixe passar batido aquele cardápio de comidas típicas que todo mundo ama! Inspire-se neste mês com frases de junho e emane boas vibrações!

continue lendo
Compartilhar

Convoque os amigos

Frases de Junho

Com a chegada do frio, ligue e mande mensagens para os seus amigos mais distantes. Nada como uma boa amizade para esquentar o peito levando todo o frio que a estação traz. Se você se sentir retraído, busque conforto em um ombro amigo. Saiba que um coração quentinho não faz mal a ninguém!

Se a saudade vier

Se a saudade bater na minha porta, por alguns minutos pode ser que eu revisite momentos do passado. Pode ser que eu lembre de um perfume, de um toque e até de um sorriso. Se o meu coração se entristecer, trarei à tona toda a alegria que o inverno de junho me traz. Para alguns, o vento frio faz muita bagunça, enquanto, para mim, ele leva o que é instável e o que não veio para ficar. Eu até que gosto muito de você, junho!

Amor-próprio

Frases de Junho

Neste mês eu vou abrir o meu armário interno e revisitar os momentos em que falhei comigo, para começar um novo ciclo. Junho, desejo que neste inverno eu aprenda a me olhar sem julgamentos e deixe de lado todos os padrões que tanto me entristecem. O período mais frio do ano fará com que eu aqueça o meu peito e faça as pazes com o meu próprio ser. Traga o frio e o autoamor!

 

Asa Branca

Luiz Gonzaga

Quando olhei a terra ardendo
Qual a fogueira de São João
Eu perguntei a Deus do céu, ai
Por que tamanha judiação
Eu perguntei a Deus do céu, ai
Por que tamanha judiação

Que braseiro, que fornalha
Nem um pé de prantação
Por falta da água perdi meu gado
Morreu de sede meu alazão

Por farta da água perdi meu gado
Morreu de sede meu alazão

Inté mesmo a asa branca
Bateu asas do sertão
Então eu disse, adeus Rosinha
Guarda contigo meu coração

Então eu disse, adeus Rosinha
Guarda contigo meu coração

Hoje longe, muitas léguas
Numa triste solidão
Espero a chuva cair de novo
Pra mim voltar pro meu sertão

Espero a chuva cair de novo
Pra mim voltar pro meu sertão

Quando o verde dos teus olhos
Se espalhar na prantação
Eu te asseguro não chore não, viu
Que eu voltarei, viu
Meu coração

Eu te asseguro não chore não, viu
Que eu voltarei, viu
Meu coração

Tudo passa

Junho chegou, meio ano se passando. Coisas boas e outras nem tão boas assim apareceram, causaram, e, por mais incrível que pareça, também passaram. Nós estamos tão acostumados a achar que os problemas atuais são os piores, devemos às vezes olhar para trás, e ver que tudo passou. Vamos celebrar um novo semestre que se inicia, porque tudo passa, e sem dúvida muito rápido!

São João

Olha pro céu, meu amor
Vê como ele está lindo
Olha praquele balão multicor
Como no céu vai sumindo

Foi numa noite, igual a esta
Que tu me deste o teu coração
O céu estava, assim em festa
Pois era noite de São João

Havia balões no ar
Xóte, baião no salão
E no terreiro, o teu olhar
Que incendiou meu coração

Tudo o que você não sabe sobre São João

fechar