Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

20 músicas sobre a natureza

As riquezas naturais do Brasil são incontáveis! A nossa natureza tão cheia de vida serviu de inspiração para algumas das melhores canções nacionais de todos os tempos. Confira essa seleção de músicas e monte uma playlist que vai te fazer se apaixonar ainda mais por nosso lindo planeta!

Passaredo

Chico Buarque e Francis Hime (1976)

A música está acusando a todos os pássaros da chegada avassaladora do ser humano. Atenção aves do Brasil, pintarroxo, melro, asa branca: “Voa… Some… Xô… Vai… Te esconde… Bico calado, que o homem vem aí”.

Herdeiros do Futuro

Toquinho e Elifas Andreato (2002)

Música infantil que trata sobre verdadeiras esperanças. É um deposito de confiança nas crianças, para um futuro melhor, presando a terra, os bichos, as plantas e a água. É uma canção voltada para crianças, mas que serve de alerta para os adultos também.

Lilás

Djavan (1984)

Djavan fala do pôr do sol, das cores do céu, do mar e até da luz do amor. Um poeta como ele não poderia fazer diferente. O cantor descreve seus sentimentos com fenômenos da natureza. Afinal, amanhã sempre será outro dia.

Um Índio

Caetano Veloso (1976)

Música da época da Tropicália, não trata especificamente da natureza, mas sim de seus protetores oficiais, os índios, e seus valores de preservação do meio ambiente. A letra fala ainda do convívio de índios com os filhos de Gandhi e até o Bruce Lee.

Bichos do mar

Lenine (2011)

O cantor usa uma analogia interessante para chamar a atenção das pessoas para as questões ambientais do mundo. Fala sobre uma tartaruga, calma, antes sem pressa de viver, mas agora querendo soluções rápidas.

Riacho do Navio

Luiz Gonzaga e Zé Dantas (1955)

Um xote, nunca seria diferente vindo de Gonzagão, é uma celebração ao curso do fluvial nordestino e o rio Pajeú, localizado em Pernambuco. Ainda fala da necessidade do homem voltar às suas raízes.

As Forças da Natureza

João Nogueira e Paulo César Pinheiro (1977)

Composta para Clara Nunes, essa canção demonstra uma preocupação genuína com o avanço tecnológico e um manifesto em defesa do meio ambiente e da paz. Sua letra diz: “Vai resplandecer/Uma chuva de prata do céu vai descer/O esplendor da mata vai renascer/E o ar de novo vai ser natural/Vai florir".

Alguma voz

Dori Caymmi e Paulo Cesar Pinheiro (2014)

Essa música traz as vozes da natureza, a voz do pássaro, dos rios, da fonte... “alguma voz na janela do horizonte, cantando por nós, é Deus cantando defronte”.

Benke

Milton Nascimento e Márcio Borges (1990)

O título dessa música é uma homenagem a uma criança indígena, celebrando também todas as raças do mundo. A letra alerta as pessoas da cidade para o que os índios podem nos ensinar.

Terra

Caetano Veloso (1978)

Falando sobre nosso planeta, Caetano diz ter descobrido todo o resplendor da Terra enquanto estava preso. Discursa sobre toda a fragilidade do planeta e seu carinho por ele. Mas trata a Terra como uma mulher, afinal, "Terra" é um substantivo feminino. E diz: "Eu sou um leão de fogo, sem ti me consumiria/A mim mesmo eternamente, e de nada valeria/Acontecer de eu ser gente, e gente é outra alegria/Diferente das estrelas”.

As melhores viagens são embaladas por música boa. Coloque o pé na estrada com essa playlist!

Todo dia era dia de índio

Jorge Benjor (1981)

Conhecida na voz de Baby do Brasil, essa música já teve o nome de “Curumim Chama Cunhatã Que Eu Vou Contar”. É um samba rock com temática sócio ambiental, falando sobre a violência contra o índios.

Planeta Água

Guilherme Arantes (1983)

Já nessa época, havia uma preocupação com a falta de água potável e a contaminação dos mananciais. Arantes ainda faz uma sugestão pertinente: ao invés de planeta Terra, o melhor seria planeta Água.

Fábrica

Legião Urbana (1986)

Uma canção mais urbana, mas que dialoga coma a falta de verde na cidade e o céu azul, que hoje é cinza. Trata da desigualdade e da exploração do homem. "Deve haver algum lugar/Onde o mais forte/Não consegue escravizar/Quem não tem chance".

Xote Ecológico

Luiz Gonzaga e Aguinaldo (1989)

Um recado importante para o mundo sobre a falta de qualidade de vida imposta pela maneira como o homem trata a natureza. Também cita Chico Mendes, um seringueiro e ambientalista brasileiro.. “Não posso respirar/Não posso mais nadar/A terra está morrendo…” E ainda: “Cadê a flor que estava aqui?/Poluição comeu/E o peixe que é do mar?/Poluição comeu”.

Borzeguim

Tom Jobim (1987)

A música indaga sobre as coisas criadas por Deus e faz um pedido para respeitar a natureza. “Deixa o mato crescer em paz… Deixa o tatu bola no lugar… Deixa a capivara atravessar… Deixa a anta cruzar o ribeirão… Deixa o índio vivo no sertão… Escuta o mato”.

Sal da Terra

Beto Guedes (1981)

A música trata de olhar para a Terra com respeito e dar a devida importância para nosso lar. Evidencia que é preciso "arrumar a casa" e construir tempos de paz.

Planeta Azul

Chitãozinho & Xororó (1991)

Uma canção muito boa para conscientizar sobre a poluição. Efeito estufa, parcela de culpa do homem e desmatamento. Se não quisermos sofrer com um planeta sem vida, precisamos repensar nossas atitudes.

O Progresso

Roberto Carlos e Erasmo Carlos (1976)

1970 foi a crise do petróleo, uma boa oportunidade para pensar no meio ambiente. Há um debate aqui sobre a extinção das baleias e até a paz mundial. “Eu queria ser civilizado como os animais”.