Famosos / Biografias / Biografias internacionais

Biografia do Papa Francisco

Jorge Mario Bergoglio já deu mostras de sua humildade quando foi declarado papa: escolheu o nome Francisco, um frade humilde que dedicava sua atenção aos pobres e carentes. Confira tudo sobre a vida do primeiro papa do continente americano!

Introdução

Conhecido até então por Jorge Mario Bergoglio, o argentino é então o mais famoso ainda Papa Francisco, substituindo Bento XVI. Mas, você sabe quem ele é, o que fazia e sua personalidade, fatores que levaram o mesmo a ser o escolhido?
Veja então o seu perfil.

Conclave

No ano de 2005, após a morte do papa João Paulo II, Bergoglio foi o segundo cardeal mais votado na conclave, onde Bento XVI foi o escolhido. Por ter a idade avançada, Bergoglio não apareceu entre os cardeais mais cotados para suceder Bento XVI.

Primeira Missa

14 de Março de 2013, um dia depois de sua eleição, deu a sua primeira missa como pontífice. Em questões relativas, apelou para proclamar a mensagem de Jesus Cristo. Ele também destacou a necessidade de a Igreja se afastar do edifício mundano, sobre o Evangelho e a pedra angular de Cristo.

Personalidade

Bergoglio também é conhecido por sua incrível humildade. Durante os anos, o atual Papa tentou manter um baixo perfil público, costuma utilizar transporte público e inclusive se confessa na Catedral.

Ele foi dos poucos cardeais que, quando chegou a Roma para a eleição do novo papa, não usou veículos oficiais, convencendo também centena de fiéis da Argentina a não viajar até Roma para celebrar. Segundo o Papa Francisco, o dinheiro que seria usado na viagem deveria ser doado aos pobres. Além de tudo, abriu mão de morar na luxuosa residência dos arcebispos de Buenos Aires.

Em seu histórico estão assuntos polêmicos como o aborto, uso de camisinha e a união homossexual. Segundo Bergoglio, os homossexuais merecem respeito e o uso de camisinhas pode ser tolerado como uma forma de evitar infecções e doenças.

O novo papa é um amante dos autores clássicos, gosta de tango e não esconde sua paixão pelo futebol, especialmente pelo San Lorenzo de Almagro.

Quem é o Papa Francisco?

Argentino, Jorge Bergoglio tem, até então, 76 anos e nasceu em Buenos Aires em 07 de dezembro de 1936.

Filho de uma família de classe média com cinco filhos, de pai ferroviário e mãe dona de casa.

É conhecido principalmente por seus incríveis dotes intelectuais. Também dito como um homem tímido e de poucas palavras, mas com grande prestígio entre seus seguidores.

Carreira

Antes de entrar para a vida religiosa, Jorge Bergoglio formou-se técnico químico. Só então depois de retirar parte de um pulmão por conta de uma doença respiratória que escolheu o sacerdócio para sua vida. Em março de 1958, entrou no noviciado da Companhia de Jesus, congregação religiosa dos jesuítas, fundada no século XVI.

Estudos

Bergoglio estudou humanidades no Chile, em 1963, e logo após retornou à Argentina, local de origem. Nos anos de 1964 e 1965 trabalhou como professor de literatura e psicologia no Colégio Imaculada Conceição de Santa Fé, e em 1966 ensinou as mesmas matérias em um colégio de Buenos Aires.

As aulas de teologia vieram logo depois, entre 1967 e 1970. Nesse tempo, Bergoglio foi ordenado sacerdote no dia 13 de dezembro de 1969.

Em menos de quatro anos chegou a liderar a congregação jesuíta local, cargo que exerceu de 1973 a 1979.

Já entre os anos de entre 1980 e 1986, fora reitor da Faculdade de Filosofia e Teologia de San Miguel. Mais tarde, depois de completar sua tese de doutorado na Alemanha, serviu como confessor e diretor espiritual em Córdoba.

Religião

Dando continuidade à carreira, em 1992 Bergoglio foi nomeado bispo titular de Auca e auxiliar de Buenos Aires.

Em 1997, tornou-se arcebispo titular de Buenos Aires. Mas foi somente em 2001 que foi criado cardeal e nomeado primaz da Argentina pelo então Papa João Paulo II. Ele ocupou então a presidência da Conferência Episcopal durante dois períodos, até que deixou o posto porque os estatutos o impediam de continuar.

Atuou como presidente da Conferência Episcopal da Argentina de 2005 até 2011.

Bergoglio foi na Santa Sé membro da Congregação para o Culto Divino e a disciplina dos Sacramentos; da Congregação para o Clero; da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e das Sociedades de Vida Apostólica; do Pontifício Conselho para a Família e a Pontifícia Comissão para a América Latina.

comentários

anterior

Domingos Montagner

Conheça todo o charme e talento deste ator incrível!

próxima

Eduardo Cunha

As opiniões de um dos líderes do PMDB