Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

História dos Cabeleireiros

A vaidade é um aspecto importante para as pessoas nos dias de hoje e um dos itens que mais mexe com todos é o cabelo. Neste Dia do Cabeleireiro, conheça mais sobre a profissão e seja grato por esses profissionais existirem. Afinal, sem eles, como você ia manter o look sempre em dia?

História dos cabeleireiros - Parte I

Na Pré-História, o troglodita já se esforçava para tratar e arrumar os cabelos, fato comprovado nos achados arqueológicos, como pentes e navalhas de pedra.

Contudo, foi no Egito, há aproximadamente cinco mil anos, que a arte de cuidar dos cabelos chegou ao ápice. Foi nessa época que surgiram perucas sofisticadas, as quais mostravam a habilidade dos cabeleireiros, que gozavam de grande prestígio na corte dos faraós.

História dos cabeleireiros - Parte III

Os cabelos eram perfumados com óleos raros e preciosos, tingidos ou descoloridos, uma vez que a cor mais em voga era a loura.

Ainda na Grécia antiga, a moda dos cabelos se mantinha por dois a três séculos. A mudança era mais rápida na Roma antiga, onde as esposas dos soberanos eram imitadas pelas outras mulheres.

No Império Greco-Romano, gregos e gregas faziam os penteados dos romanos e das romanas. Nesses salões, discutiam-se novidades e propagavam-se os mexericos.

História dos cabeleireiros - Parte V

Na década de 1920, era moda as mulheres usarem cabelos curtíssimos, a la garçonne. Naquela época, as mulheres mais independentes e ativas, com intensa vida social e engajadas no trabalho, rejeitavam as tradições que as obrigavam a usar cabelos compridos, as quais remontavam à Idade Média.

Os cabelos das famosas nos anos 50

Na década 50, os cabelos curtos também começaram a aparecer. Marilyn Monroe e Elizabeth Taylor foram precursoras desse estilo. Dita Von Teese apostou neste corte e se tornou uma das pin-ups mais conhecidas do mundo

Os cabelos das famosas nos anos 70

Os anos 70 foram marcados por volumes e ondas. Farrah Fawcett, protagonista do seriado As Panteras, teve suas madeixas copiadas por muitas mulheres. O cabelo frisado também virou hit e é copiado até hoje.

História dos cabeleireiros - Parte II

Na Grécia antiga, no século II a.C., os penteados eram bem elaborados; os cabelos eram frisados, encaracolados delicadamente, com franjas em espiral; os cabelos das mulheres eram enfeitados com tiaras e fitas, pentes de bronze ou de marfim.

Foram os gregos que criaram os primeiros salões de cabeleireiro (koureia), em Atenas, construídos em praça pública. Os kosmetes ou "embelezadores de cabelo", escravos especiais, eram afamados e muito procurados.
Os escravos cuidavam dos homens e as escravas, das mulheres.

História dos cabeleireiros - Parte IV

No século XVII, a partir de Luís XIV, a moda francesa dominou todas as civilizações. No começo do século XVIII, as mulheres casadas usavam uma touca para esconder os cabelos, pois somente seu marido poderia vê-los soltos.

Os jornais de moda, nos séculos XVIII e XIX, divulgavam os estilos das casas reinantes de Paris e Viena, como também de todas as elites, por toda a Europa.

Os primeiros cabeleireiros para senhoras foram os parisienses Leonard, Autier e Legros Rumigny, que prestavam serviços à Rainha Maria Antonieta e recebiam altos salários.

História dos cabeleireiros - Parte VI

Hoje, há grande variedade de penteados.Os cabelos são tingidos nas mais variadas cores e tratados com xampus, condicionadores, cremes alisantes, hidratantes, antioxidantes, remineralizantes, amaciantes, que protegem não só os fios como o couro cabeludo contra os efeitos nocivos do meio ambiente e dos produtos químicos.

Os cabelos das famosas nos anos 40

Nos anos 40, os comprimentos médios e ondulados, com topete lateral, eram a sensação. Rita Hayworth, diva de época, foi uma das mulheres a lançar essa tendência. Esse penteado é copiado até hoje por algumas famosas, como Kate Hudson e Megan Fox

Os cabelos das famosas nos anos 60

Nos anos 60, os cabelos curtos continuaram em alta, seguindo a tendência dos anos 50. Algumas apostaram nos curtíssimos, enquanto outras fizeram sucesso com um corte acima dos ombros e curvas nas pontas. As mais sensuais abusavam dos cabelos armados, com muito laquê.

Os cabelos das famosas nos anos 80

Volume era a palavra de ordem nos anos 80. O corte repicado em cima da cabeça e a permanente ganharam espaço. Na primeira foto, Jennifer Beals, que interpretou a personagem Alexandra Owens em Flashdance (1983) exibe o típico penteado dos anos 80. Ao lado, a diva Madonna com cabelos volumosos e repicados