Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Dicas de como fazer bom uso da internet nas eleições

A internet facilita muitas coisas na nossa vida cotidiana, mas em certos momentos como as eleições, ela pode acabar nos deixando confusos e sem saber o que fazer. Por isso, reunimos dicas e pontos de atenção que vão te ajudar a usar melhor o acesso à informação que a internet proporciona!

Se informar por fontes confiáveis

Nunca devemos nos esquecer de que a internet veio para facilitar nossas vidas. As notícias que antes eram acompanhadas apenas pelos noticiários de rádio, TV ou impressas em revistas e jornais, agora, ou melhor, já há algum tempo, estão disponíveis nos mais variados sites, blogs, portais, redes sociais, e por aí vai. O mais importante para se manter bem informado é buscar fontes confiáveis. Portais e jornais online de grande influência e responsabilidade são boas opções.

Cuidado com fake news

Em época eleitoral, é importante redobrar a atenção com as notícias sobre os candidatos. Títulos muito chamativos, fotos apelativas, mensagens de ódio e opiniões que inferiorizam o adversário são indícios de potenciais fake news. Essas são estratégias utilizadas para chamar a atenção do leitor e persuadi-los sobre o conteúdo. Fique atento ao tipo de conteúdo que você consome.

Temos responsabilidades na internet

Na internet, todos somos comunicadores e devemos ter responsabilidade com o que postamos ou compartilhamos. É necessário que tenhamos cuidado ao repassar alguma informação, por mais que ela pareça verdadeira em um primeiro momento. Não seja uma vítima da desinformação e muito menos agente dela.

Não ignore as opiniões adversas

Estudos apontam que, de modo geral, os consumidores de informação, tendem a acreditar, reproduzir e postar nas redes sociais aquilo que confirma suas visões de mundo, posicionamento e convicção. É preciso se policiar para não colocar seu pensamento ou achismo como verdade absoluta. Construa sim sua própria opinião, mas não ignore as demais.

Tipos de conteúdo

Ao consumir um conteúdo, é preciso prestar muita atenção. Existem diversos formatos de matérias, que são divididas entre noticiosas, opinativas, propagandas pagas, além de iniciativas para a educação. É necessário que o veículo de comunicação deixe claro ao leitor qual o tipo de conteúdo que está sendo divulgado. Faz muita diferença saber se isso ou aquilo é baseado em uma opinião sincera ou se é apenas uma propaganda, né?

Aprenda mais sobre o marco civil da internet

Marco Civil da Internet

Você sabia que o Marco Civil da Internet (Lei 12.965, de 2014) prevê a possibilidade de solicitar à justiça a remoção de um conteúdo caso ele viole de alguma forma a legislação brasileira? O usuário pode denunciar propagandas eleitorais irregulares e outros abusos como calúnias, injurias, difamação e racismo. Caso as plataformas não cumpram as determinações judiciais, deverão ser responsabilizadas.

Comitê Gestor da Internet

Você já ouviu falar do Comitê Gestor da Internet (CGI.br)? Se você ainda não conhece, durante as eleições é um ótimo momento para conhecer, porque o CGI lançou um guia de orientação para estimular os cidadãos a fazerem um bom uso da internet durante essa época. Esse manual traz dicas para evitar problemas disseminados pelas tecnologias digitais, como as diversas formas de desinformação (fake news, por exemplo).

Aprenda a saber se um político tem ficha suja

Cuidado com as correntes do Whatsapp

Durante as eleições, é muito comum recebermos mensagens via Whatsapp com mensagens falsas e difamatórias sobre algum candidato. São disparos maciços e frequentes, muitas vezes conhecidos como “correntes”, que são enviados a diversos grupos em um movimento de cadeia. É preciso tomar cuidado com o teor destes conteúdos, pois nem sempre são verdadeiros, apesar de parecerem. Por isso é importante checar todo tipo de informação que receber.

Acesse todo o histórico do candidato

Você, eleitor, pode acessar todo o histórico do seu candidato via internet. Consegue saber sobre promessas anteriores, contas do governo, redes sociais, análise de órgãos de controle (como tribunal de contas ou comissões de acompanhamento e inquérito), além de buscar possíveis processos judiciais envolvendo um candidato, acusações e eventuais condenações. Tudo está na palma das suas mãos com o poder da internet.