Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Família é onde existe amor

Encontramos apoio em pessoas que estão sempre dispostas a compartilhar amor conosco. É nesses detalhes que encontramos a melhor definição de lar e família. Compartilhe mensagens sobre se sentir bem ao lado das pessoas mais queridas!

Família não é só ter o mesmo sangue

A família de verdade não é determinada pelo sangue compartilhado, mas por uma história de amor de se constrói junto. A família é uma associação que provê apoio, respeito e carinho. Nem sempre aquele que é sangue do seu sangue consegue fazer isso.

Importante é quem caminha junto

A vida é uma longa estrada tortuosa, na qual precisamos de apoio para superar os obstáculos que nos esperam em alguma curva. Somos responsáveis por escolher aqueles que devemos permitir que participem dessa jornada ao nosso lado.

A verdadeira família pode estar em outra casa

A verdadeira família é aquela que nos dá suporte para que possamos ser vencedores. Essas almas caridosas nem sempre nascem sob o mesmo teto que nós, mas aparecem em algum instante da vida e ficam para sempre. Dessas pessoas temos real orgulho e a casa delas, seja onde for, passa também a ser a nossa.

Quem ama se preocupa

O amor não é regido pelos laços de sangue, mas é o laço mais inquebrável que foi criado por Deus. Aquele que ama se preocupa e deseja o bem ao ser amado a qualquer custo. Não impõe barreiras para ser o “ombro amigo” ou a “mão que levanta”, pelo contrário, tem imenso prazer em ter a possibilidade de ser essa pessoa.

A definição de família não é a mesma do sangue

O sangue é algo físico que corre nas veias e ajuda a sustentar o nosso corpo. Esse líquido não pode nos obrigar a nada em quesitos afetivos. Quem determina isso é a mente ou espírito. A simpatia entre duas pessoas e o amor que nasce entre elas é muito maior que qualquer obrigação tida como imutável por causa do sangue compartilhado.

Família também é escolha

Não somos obrigados a nos prender eternamente pelo cordão umbilical daqueles que nos colocaram no mundo, ou daqueles que habitam o mesmo teto sob o qual nascemos. O que importa são aqueles que nos ajudam a cumprir as diversas etapas desse grande desafio que é viver. Essas pessoas surgem, mas são nossas escolhas permitir que elas fiquem.

Compreensão une as pessoas

Muitas vezes, o que desejamos é alguém que nos compreenda e dê forças para que possamos continuar a lutar por nossos objetivos. Muitas vezes não conseguimos essa compreensão dentro da casa materna e, por isso, a necessidade de procurar fora dela. Quando se acha isso em outro lugar, uma nova família começa a se formar.

O amor é a raiz de toda a relação

Não existe uma relação saudável e duradoura entre pessoas se não existe amor. Esse sentimento puro é a cola que une almas simpáticas. Uma relação que denomina uma família está pautada no amor, que por consequência é sua raiz, os frutos dessa relação precisam antes de tudo de uma base forte. Por isso, o sangue é muito pouco quando comparado ao amor.

Mais honestidade de sentimentos

Não é possível esconder para sempre a falsidade que muitos carregam dentro de si, para com irmãos, pais ou filhos. Existe a obrigação do laço de sangue, mas isso só é saudável com sentimentos verdadeiros. Em algumas casas ele simplesmente não existe, ou é fraco para viver sem julgamentos destrutivos. A honestidade carrega uma boa relação, sem ela, por mais que não saibamos, podemos estar enganando ao outro e a nós mesmos.

Familiar é aquele por quem se dá o sangue

Se o desejo é falar sobre o sangue compartilhado, a obrigação do amor incondicional atrelado, é pouco acreditar que isso é o suficiente. Essa ideia, pode, inclusive, se tornar algo extremamente destrutivo. A família de verdade é aquela pela qual você luta com todas suas forças, e está disposto a derramar o seu sangue para que o ser amado não sofra. O apoio pelo amor é incondicional nessa questão.

Queremos alguém para dividir amor e carinho

Quando buscamos fora de casa uma nova família é porque não sentimos ver o básico sob o teto atual. Queremos nos sentir amados e trocar carinhos e compreensão com nossos pares nesta vida. Por isso, a busca constante por laços pode nos levar muito longe do berço. A busca só cessa quando se acha.

Nos tempos difíceis, as faces se mostram

Quando as coisas se complicam é que vemos quem são aqueles que realmente podemos chamar de família. Os verdadeiros não nos abandonam, tomam nossas dores e cuidam das feridas. Ao fazer isso, não esperam nada em troca, apenas que o dia seguinte seja melhor do que foi o anterior. Para isso, não poupam esforços, e sem descanso nos ajudam a ter um pouco mais de felicidade.

O sangue não compartilha sentimentos

Sentimentos são o que verdadeiramente unem as pessoas. Todo o resto são apenas palavras bonitas. As ações determinam o nível de cumplicidade existente entre nós. Outras medidas que ficam palpáveis apenas no papel, de nada servem. Deixe os sentimentos reais e que a poesia vazia fique para os covardes.

O sangue abandona

Para que se prender aos laços de sangue como se eles fossem algo absoluto? Por que ser subjugado por algo que não escolheu? Sentindo-se abandonado apenas para cumprir convenções sociais. A vida é muito mais que isso, e pode não haver outra.

Sorrio com quem me quer bem

Se não sou feliz perto da minha família é por que não me sinto tão bem. Se sorrio mais perto de outras pessoas, é porque elas procuram me fazer bem. Com elas compartilho similaridades e sonhos. Não me culpe pela sinceridade do meu coração, pois de qual outra forma poderia ser feliz?