Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Otávio Mesquita

Jornalista, empresário, piloto e apresentador. Otávio Mesquita já passou por grandes emissoras e agora conta suas experiências pessoais e profissionais. Venha ver!

20/06/1959
continue lendo
Compartilhar

Descanso

Otávio Mesquita

Quero trabalhar só mais cinco anos, até os 50, e, aí, morar em Itacaré (BA), onde já comprei um terreno. Preciso viver um pouco, trabalho desde os nove anos!

Trabalho

Otávio Mesquita

Meu primeiro emprego foi, aos 11, como carregador em supermercado. Com 9, montei uma caixa de engraxate e engraxava sapatos na vizinhança. Com o dinheiro eu comprava docinhos e vareta para fazer pipa, que eu vendia. Meu negócio já era fazer dinheiro.

Humildade

Otávio Mesquita

Virei apresentador sem querer. Aprendi a fazer televisão sozinho. Talvez ainda haja uma rejeição em função da imagem do Otávio dos anos 80 e 90. Eu era um moleque, metido a besta, achava que era engraçado. Faltaram sandálias da humildade para mim.

Pesquisas

Otávio Mesquita

O Otávio da tevê hoje é aquele do passado um pouco mais editado, equilibrado, com humor mais refinado. Aprendi que devia ser bem relacionado, ter um bom vocabulário para fazer televisão. Hoje, tudo que está no meu programa é baseado em pesquisas. Fiz dez ou doze pesquisas qualitativas e as pessoas querem dormir dando risada, não querem desgraça.

Separação

Otávio Mesquita

Fiz porque tinha trinta e poucos anos, era meio molecão. Hoje, dou valor ao respeito, ao tesão com amor. Tô passando um momento difícil com a Janaína. Estamos separados há três meses, sou apaixonado por ela, mas temos que aparar arestas. Hoje, os meus 45 anos me dão equilíbrio para poder recomeçar. E eu não pretendo abrir mão tão fácil dessa relação.

Mal-Estar

Otávio Mesquita

Não tem mal-estar nenhum. Fizemos um acordo de não divulgar nada, por enquanto, referente a minha saída. A Band ainda vai enviar um comunicado oficial sobre o fim do meu contrato.

 

Emocionado

Otávio Mesquita

Contratei um terapeuta que não me conhecia, pedi para ele assistir ao meu programa por uma semana e fazer uma análise da minha imagem. Ele disse que eu passo a imagem do filho, do neto, do sobrinho. Sou muito humano, não sou falso. Mas, agora, peço para cortar na edição momentos em que me emociono, porque alguns acham que é apelação. Choro quando lembro do meu passado, quando falo dos meus filhos.

Vida Boa

Otávio Mesquita

Tenho uma vida boa. Gasto dinheiro com cultura, viagens, vinhos. Prefiro pagar uma classe executiva à vista do que dividir a primeira classe em dez vezes. Vou aos mesmos lugares que meus amigos trilhardários, mas em vez de jatinho, vou de avião de carreira. Meu maior patrimônio é a minha imagem.

Empresário

Otávio Mesquita

Recebo projetos para captar recursos para teatro, cinema – pretendo fazer uma parceria com o (diretor) Daniel Filho. Ano passado, comprei o enredo da (escola de samba) Grande Rio – um enredo custa cerca de US$ 1 milhão. Criei (Alimentar o Corpo e Alma Faz Bem) e apresentei para a Nestlé, que o comprou.

Mania

Otávio Mesquita

Sempre recolho moedas do chão. Aos 15, deixei cair moedas da minha carteira e as chutei. No dia seguinte, roubaram a minha carteira, que tinha minha mesada. Foi uma semana de zica e liguei a coisa às moedas. Aí, seis anos atrás, uma moeda minha caiu dentro do bueiro. Havia uma obra na frente e pedi a picareta para abrir o bueiro. O peão abriu, peguei a moeda no meio do barro e dei R$ 50 para o peão. Aí, ele me disse: “Se o senhor quiser abrir outro bueiro é só me chamar”.

Bem-humorado

Otávio Mesquita

Tenho essa coisa meio moleque. Mas, hoje, separo. Aqui no escritório, não estou de tênis, calção. Quando estou no ar, sou moleque. Mas não irresponsável, sou bem-humorado.

Paixão

Otávio Mesquita

São propostas na televisão que me deixaram muito feliz. São 26 anos fazendo TV, fazendo o mesmo tipo de programa. Hoje em dia o que vale é o formato e o meu funciona. E quero continuar nas madrugadas, seja qual emissora for. É minha paixão. Eu poderia parar, mas não quero.

Escravo da Beleza

Otávio Mesquita

Estou melhor do que aos 35. Em meados dos anos 90 eu era gordinho, tinha 85 quilos. Não como doce, fritura, gordura, não bebo refrigerante, como de três em três horas, faço academia. Já fiz duas lipos, aqui no pneu e na barriga. Fiz uma cirurgia no nariz, tirei a papada e fiz um implante preventivo de cabelo. À noite, tiro as impurezas e uso um creme para deixar a pele mais suave. Vou regularmente ao cabeleireiro, faço o pé uma vez por mês, faço a mão, aparo pêlos do corpo. É uma vaidade necessária pela profissão, mas não sou escravo da beleza.

No Ar

Otávio Mesquita

Já cheguei a ganhar no SBT o equivalente a US$ 100 mil. Essa era acabou. Hoje, mantêm-se no ar os que são artistas e também empresários de comunicação.

fechar