Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Hábitos irritantes no trabalho

Infelizmente, ninguém escolhe os companheiros de trabalho e existem aqueles que deixaram de lado algumas aulinhas de como se relacionar minimamente bem com a equipe. Confira alguns hábitos que podem tornar o ambiente muito mais difícil de lidar!

Falar Alto e no Viva-Voz

Algumas pessoas têm a incapacidade de conversar sem gritar ao telefone. Por mais que você tente, a verdade é que não conseguirá mais deixar de "não ouvir" a voz da pessoa. A conversa entrará na sua cabeça, sem sua permissão, tomará conta dos seus pensamentos, irá desviar sua atenção, atrapalhar o desempenho das suas atividades, e a menos que saia para tomar um cafezinho, ou dar uma volta para ver se está chovendo lá fora, sentirá um forte desejo de fazê-lo engolir o aparelho.
E como se falar alto não fosse o bastante, o seu colega coloca o telefone no alto-falante e começa a digitar os números, de modo que todos os demais dentro do escritório ouçam a barulho irritante do processo de discagem.
Para piorar ainda mais, eles ainda passam toda a ligação no viva-voz, e aí pronto, aquela fechada que você deu em alguém no trânsito sem ouvir seus gritos te amaldiçoando, está sendo vingada.

Mundo Simples

Ringtones Irritantes

Algumas pessoas escolhem para os seus celulares os toques mais irritantes de todos os tempos, talvez por acharem que seu gosto pessoal é uma espécie de referência musical para o resto do mundo, e você, como a cumprir uma maldição por erros cometidos em outra vida, se torna mais uma involuntária vítima desse pentelho.
E o pior de tudo, ao que parece, quanto mais se rejeita uma coisa, especialmente "músicas", assim mesmo, ela teima em se instalar dentro da sua cabeça, e ficará lá dentro tocando numa espécie de looping infinito, à revelia da sua vontade, e qualquer tentativa de rejeição será em vão. É como se nesse momento ocorresse uma falha nas engrenagens do seu cérebro. Ele parece "entender" que você deseja ouvir e repetir mentalmente, e não, ignorar.
Em resumo, É como se aquilo fosse, de fato, aquela espécie de castigo, apesar de você não lembrar onde, ou quando, cometeu tamanha falta capaz de justificar tão injusta e cruel punição.

Pedir Dinheiro Emprestado

Ainda pior do que sofrer com o mau cheiro deixado no escritório o dia todo, talvez seja o fato de saber que foi seu dinheiro que pagou por essa tortura. Isso tudo porque algumas pessoas parecem nunca ter dinheiro suficiente, ainda que recebam a mesma quantia que você, ou até mais, todo santo mês.
Outra característica peculiar dos devedores, e esta deve ser levada mais a sério, é a grande dificuldade em saldar as dívidas com seus credores. E não raramente, os credores passam a ser evitados, algumas vezes se tornando mesmo inimigos desses inconvenientes devedores.
Alguns, de tão habituados a fazer empréstimos, guardam o seu para gastar o dos outros, como se os demais não trabalhassem por necessidade, assim como eles. Lembre-se, por se tratar de um assunto sério, algumas empresas estão de olho nos adeptos dessa prática, e tão logo comprovem o fato, os mandarão embora sem muita conversa.

Muitas Pausas para Fumar

Alguns colegas estão constantemente ausentes, simplesmente porque eles estão em uma de suas várias pausas para fumar, ou para "fazer fumaça" como alguns alegremente rotulam o hábito. Ocorre que muitas vezes tais "saidinhas" se transformam em verdadeiras reuniões informais entre os simpatizantes da causa, e não é raro que ainda apareçam na sala reclamando que "acabou o café", como se aquilo fosse uma verdadeira catástrofe. Pelo menos nesses casos, sem café, as reuniões se tornarão menos frequentes.
Você é um deles? Talvez você deva considerar o fato de parar de fumar, antes que parem você.

Passar seus Germes

Apesar da mesa dele parecer uma farmácia, escutar seu colega espirrar incessantemente, não é um bom sinal de que ele está ficando curado, nem de que suas chances de se infectar diminuíram.
O pior de tudo, nunca acham que são capazes de contaminar alguém com seus micro-organismos, aquela colônia de germes bizarros que estão loucos para encontrar novos hospedeiros. Completamente fora do bom senso, aqueles colegas parecem que silenciosamente estão dizendo à todos: "Excreções dos outros são nocivas, as minhas, definitivamente, por um capricho da natureza, são limpas, aliás, nem deveriam se chamar "excreções".

Comer Alimentos com Cheiro Forte

Apesar de existir uma copa ou lanchonete que seria o local mais adequado à prática, o colega escolhe comer seu sanduíche de ovo, atum ou frango, e tudo isso recheado com cebola crua, na sua mesa de trabalho, dentro de um escritório, com as portas fechadas, por causa do ar condicionado.
como se não bastasse, eles ainda, talvez tomados por um sentimento de limpeza que não faz parte de seus hábitos, depositam o lixo na lixeira que fica sob a mesa, deixando o escritório com aquele cheiro de chiqueiro, local onde provavelmente se sentiriam em casa; e o mais importante, trata-se de um odor que às vezes nem a faxina resolve.
E para que a lembrança do incidente permaneça vivo em sua mente, aquele "aroma" ali permanecerá, com um pouco de sorte, só até o fim do expediente.

Atraso Habitual

Todas as manhãs o seu colega passa pela porta do escritório correndo, ofegante, despenteado, roupas amarrotadas, cara de quem passou a noite em claro, desesperado porque, mais uma vez, "odeia" chegar atrasado.
E como das outras vezes, algum evento extraordinário se interpôs entre sua obrigação de ser pontual e o fato de ter se atrasado.
Pode ter sido um simples, mas nunca dantes visto, engarrafamento, ou a condução que enguiçou, ou o motorista da condução que errou o caminho (afinal naquele dia, novo na linha, não conhecia o trajeto correto). Mas também pode ser um caso com sua avó, que pela enésima vez naquele mês, adoeceu e precisou ser socorrida às pressas, mesmo sendo do conhecimento público o fato de que ela mora a centenas de quilômetros de distância da casa daquele canastrão.

Pegar Objetos de Outras Pessoas

Eles pegam "emprestado" o seu grampeador e, acidentalmente, ou "sem querer querendo", "esquecem" de colocá-lo de volta no seu lugar de origem.
Parecem apreciar quando se apercebem que você, como uma figura patética e desorientada, vagueia a esmo, de mesa em mesa, em busca do seu tesouro perdido, perguntando a um ou outro se não tem notícia, ou se por acaso não "o viu", talvez, caminhando sozinho dentre mesas e birôs, pernas e cadeiras, até se perder, e não mais ser capaz de encontrar o caminho de volta para casa.

Ouvir Música Alta

Eles podem pensar que, ouvir música em seu MP3 Player signifique que ninguém, além deles, é capaz de ouvir, mas estão redondamente enganados. Esse engano já pode ser o resultado da sua perda auditiva, ocasionada pelo diário bombardeio de décibeis acima do nível de tolerância que suportam aqueles pobres ouvidos. Meio surdos, colocam o volume nas alturas.
E por isso mesmo, Você sabe exatamente o que eles estão ouvindo, e é obrigado a conviver com aquele "gosto musical", que mais parece um sintoma de possessão demoníaca. E como se não bastasse o som que emana dos fones de ouvido, há ainda o acompanhamento do colega percussionista, que insiste em tamborilar as canetas no ritmo da batida da música, isso quando não fazem a dublagem com sua maviosa voz.
Nessas horas, mais uma vez, o melhor a fazer é levantar e ir dar uma voltinha, tomar uma água, lavar o rosto, e tudo isso para não dar vazão ao seu instinto primário, que implora para que você pegue aquele aparelhinho e o arremesse com toda força contra a parede mais próxima.

Fofocar

Alguns colegas são especialistas quando se trata da coleta e difusão de informações sobre os outros. Essa é também a forma como os boatos e assédio moral no trabalho começam. Sem contar que, uma das maiores causas das insatifações no trabalho, têm origem na "central de fofocas", canal através do qual, na maioria das vezes, privilégios e benefícios de alguns, que deveria ser coisa sigilosa, acaba se tornando do conhecimento público, o que gera indisposição entre os demais.
Na verdade, fora o fato de estarem todos ali para prestarem serviços ao seu empregador, a fofoca parece ser a principal atividade dentro uma repartição ou escritório, locais onde pessoas, ou grupos, estão reunidos. E alguns até são procurados pelos demais, como fonte de informações "confiáveis", uma vez que, com o tempo, se tornam "respeitadas" centrais de informações, verdadeiras autoridades no assunto.
Se você é algum dos que gostam de fofocar sobre os outros, a melhor atitude é ignorar as fraquezas dos colegas e manter alguns segredos para si mesmo. Lembrando sempre de que você não está fora do alcance daquelas dezenas de línguas e ouvidos, que passam as horas em busca de novos e "quentes" assuntos, para "animar o dia".
Quem fala pouco dificilmente irá se meter nas confusões e embaraços causados pelas fofocas e seus fiéis mantenedores, os fofoqueiros.