Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

História do espiritismo

Conheça a história da espiritismo, desde suas origens e como a religião chegou ao Brasil. A observação de fenômenos sobrenaturais é antiga, mas apenas com o trabalho de Allan Kardec que tais fenômenos começaram a ser estudados e o espiritismo se tornou uma das mais importantes religiões.

continue lendo
Compartilhar

Começou na Europa

Um fenômeno chamou a atenção das pessoas no século 19, na Europa. Após os saraus, grandes mesas moviam-se sozinhas e se erguiam do chão. Com batidas elas respondiam ao que lhes perguntavam.

Primeiros registros

O início da corrente espiritualista começa em 1844, nos Estados Unidos. Andrew Jackson Davis foi protagonista de diversos fenômenos espirituais, que levaram à publicação de um conjunto de livros conhecidos como Filosofia Harmônica.

O pai do espiritismo

Esse acontecimento chamou a atenção do pesquisador Hippolyte Leon Denizard Rivail, que resolveu estudar a fundo o fenômeno. Ele concluiu que uma força inteligente as movia, e identificou como sendo os espíritos dos homens que haviam morrido. Temos o princípio do estudo do espiritismo.

O livro dos espíritos

Rivail adotou o pseudônimo de Allan Kardec, pelo qual é popularmente conhecido. Em seu estudo, fez uma série de perguntas às mesas, e analisou cada resposta, e foi dessa análise que nasceu “O livro dos espíritos”.

O primeiro centro espírita

Em 1 de abril de 1858, foi fundada por Allan Kardec a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, que foi o primeiro centro espírita oficialmente legalizado no mundo. O objetivo principal da instituição era estudar o Espiritismo e pesquisar as manifestações dos fenômenos mediúnicos.

Muitos adeptos

No início, as reuniões eram realizadas na casa de Kardec, mas o número de adeptos do espiritismo cresceu rapidamente, e sua casa não os comportava mais. Foi daí que nasceu a ideia de fundar a Sociedade, um local para todos se encontrarem.

 

Um guia para os médiuns

Em 1861 foi publicado “O livro dos Médiuns”, segundo Kardec uma continuação do Livro dos Espíritos. Neste livro ele se empenhou em fazer um estudo analítico das diversas modalidades de comunicação estabelecidas entre homens e espíritos.

Quem são os médiuns?

Segundo Allan Kardec, entende-se que médium é todo ser humano que sente um grau qualquer de influência dos espíritos desencarnados. Eles são a ponte entre o plano espiritual e os encarnados. Um pessoa não escolhe ser médium, ela é escolhida.

O caso Fox

Outro marco da história espírita, é o caso das irmãs Fox. A família ouvia muitos ruídos na casa, como arranhões, móveis rangendo, entre outros. Com o tempo os barulhos só aumentaram, e isso os levou a questionar o que estava acontecendo.

Forças invisíveis

A mais nova das irmãs resolveu desafiar a força invisível respondendo aos ruídos, e a força produzia um novo barulho. A família pediu auxílio dos vizinhos, e Mr. Duesler, resolveu fazer perguntas à força invisível, e descobriu que de fato havia uma tentativa de comunicação espiritual com a família.

Descobertas

Com base na comunicação com o plano espiritual, eles descobriram que naquela casa houve um assassinato, e que o corpo estava enterrado lá. Após esse fenômeno, as irmãs Fox seguiram com o estudo de sua mediunidade.

Aceitação no Brasil

Os grandes nomes do espiritismo no Brasil foram Bezerra de Menezes e Chico Xavier, que aprofundaram os estudos da área. Hoje o Brasil é um dos países com mais adeptos do espiritismo.

fechar