Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Origem da Umbanda

A Umbanda é uma religião muito popular no Brasil, mas às vezes não paramos para refletir sobre qual é sua origem. Por isso, o MCA separou alguns tópicos para você ficar por dentro de toda a história dessa religião e entender todos os rituais, costumes e hábitos. Venha se aprofundar na Umbanda!

continue lendo
Compartilhar

Origem

A Umbanda é uma religião brasileira, originada há mais de 100 anos por Zélio Fernandino de Moraes, no Rio de Janeiro. É uma mistura de outras religiões que, inclusive, possui a figura do Cristianismo em sua história. Apesar de sua formação oficial, as primeiras informações de terreiros e atividades que, hoje, nominam-se umbandistas são de muitos anos antes.

Caridade

O principal fundamento da Umbanda é a caridade. Justamente por isso, nenhum trabalho umbandista pode ser cobrado. Porque, apesar de cada casa (ou terreiro) funcionar de uma forma, variante de acordo com os direcionamentos do mentor espiritual daquele local, o objetivo final é sempre ajudar, proteger e evoluir.

Para se inspirar: frases sobre caridade

Três princípios

Além da caridade, há outros dois fundamentos importantes para a umbanda - todos juntos são chamados de três princípios básicos da religião: caridade, fraternidade e respeito ao próximo.

Incorporação e encarnação

Na umbanda, as incorporações mediúnicas formam uma característica importante da religião. Pois é justamente por meio dessas incorporações que se pode ter contato com entidades muito mais evoluídas do que nós.

Divisão do terreiro

O terreiro é, normalmente, dividido em duas partes: o congá e a assistência. O primeiro espaço é destinado aos médiuns, ou seja, as pessoas que irão receber as entidades evoluídas que querem falar com os demais ali presentes. O outro espaço é destinado às pessoas que buscam o trabalho dos médiuns.

Trabalhos

Dentro dos terreiros são realizados trabalhos - de cura, de evolução espiritual, de entendimento... São sempre trabalhos voltados para o bem, nunca para o mal, diferentemente do que muitos pensam. Esses trabalhos são encabeçados por figuras importantes dentro da religião, que não cobram nada por isso, todos estão lá de forma voluntária.

Gira de umbanda

Uma gira de Umbanda é composta por uma série de atividades que formam um ritual, que objetiva justamente abrir as portas para as entidades, para mostrar que são bem-vindas, e, ao mesmo tempo, afastar espíritos que querem atrapalhar (chamados de zombeteiros).

 

Rituais

Os rituais variam de acordo com a necessidade e as particularidades de um terreiro. Porém, no geral, são compostos por muitos cantos, o toque de instrumentos musicais (como atabaques), defumação de ervas específicas, danças destinadas aos Orixás e orações - que incluem, muitas vezes, o Pai Nosso e a Ave Maria, orações tradicionalmente católicas.

Os orixás

A Umbanda tem como uma de suas principais características o culto aos orixás, considerados divindades da religião. Há diversos orixás: Exu, Oxalá, Ogum, Oxóssi, Iansâ, Obá, Oxum, Xangô, Iemanjá, Obaluaê, Naña, Ossaim, Logunedé, Oxumaré.

Vestimentas

O terreiro de Umbanda pede vestimentas confortáveis e claras, que não tirem o foco (nem seu nem de outras pessoas) do que realmente importa naquele momento, que é a prática da religião. Logo, roupas muito coloridas, justas e decotadas não são bem-vindas. Há terreiros que, além das vestimentas mais largas e brancas, também solicitam aos praticantes que se mantenham descalços, para aproximar ainda mais o contato físico com a terra.

Mas afinal, qual a diferença entre Umbanda e Candomblé?

Ervas específicas

Existem ervas específicas utilizadas dentro da religião para a evocação de seres de luz, como: abre caminho, alecrim, arnica, barba de velho, babosa, avenca, boldo, canela, capim limão, comigo ninguém pode, jurubeba, louro, mão de Deus, orobô, arruda, entre tantas outras.

Cozinha de santo

Todo terreiro tem sua cozinha de santo, que não necessariamente precisa ser uma cozinha física dentro do espaço de fato. Mas há uma pessoa responsável por esse "departamento", que sabe as necessidades e gostos dos orixás.

Magia riscada

Em alguma ocasião, já teve a oportunidade de ver o chão de um terreiro riscado e com símbolos (como velas, pedras e outros elementos)? Isso se chama magia riscada. Dentro da umbanda, a magia riscada é uma forma de canalizar e potencializar o contato com as entidades.

Cerimônias

Os trabalhos espirituais (realizados durante a cerimônia no terreiro), como para tomar passe ou participar da sessão de descarrego, por exemplo, existem com o objetivo de equilibrar espiritualmente alguém.

Sem sacrifícios vivos

Diferentemente do candomblé, na Umbanda não existem sacrifícios de animais. Além disso, essa é uma religião que em muito respeita a natureza e todos os seres vivos - não à toa o respeito ao próximo é um de seus princípios-base.

fechar