Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Razões para cultivar o amor-próprio

Você é perfeito do jeito que é! Não caia nos esteriótipos impostos pela sociedade. Cada um é único no mundo e é por isso que você é tão especial!

Fraquezas

O amor próprio é o amor que as pessoas têm por si mesmas. Muitas vezes as pessoas, por causa de fraquezas antigas, de crises mais recentes, não conseguem defender seus interesses para satisfazer suas necessidades.

Em você

Amar-se significa fazer tudo primeiro para si mesmo. Quer reconhecimento? Reconheça-se. Quer respeito? Respeite-se. Quer felicidade? Seja feliz no agora. Tudo se realiza, primeiro, dentro de você.

Resultados

O amor-próprio é, portanto, um amor incondicional. Nele eu me amo com todo o meu bem e com todo o meu mal. Com todos os meus erros e as minhas dificuldades, em todas as vezes que piso na bola e faço algo de que não me orgulho. Com todos os meus acertos e as minhas qualidades. Com aceitação verdadeira. Não me amo apenas se eu fizer o bem ou conseguir bons resultados.

Lado negativo

Se uma boa imagem de si mesma traz inúmeros benefícios à pessoa, o inverso pode ser muito prejudicial. O olhar negativo influencia o dia a dia e os relacionamentos, inclusive no trabalho. A pessoa com baixa autoestima normalmente é pessimista, algumas vezes mal humorada e reclama bastante. Isso acaba afastando os demais, e ela começa a se isolar.

Lições

Pessoas que se amam, evitam pensar no passado, quando há tristezas ou mágoas, que procuram sempre lembrar que foi mais uma experiência para poder evoluir.

Amar-se radicalmente

Imagine só a mudança radical que teríamos nas nossas vidas. Imagine todas as horas desperdiçadas murchando a barriga de frente para o espelho, esticando o rosto, mudando o cabelo, reposicionando os seios. Calcule tudo isso e reverta em horas de produtividade, diversão ou descanso, não seria maravilhoso? Imagine como o seu mundo seria se você decidisse se amar radicalmente.

Roupas

Quando houver uma festa, você vai escolher a roupa que se sentir melhor e mais sexy, se assim o quiser, sem criações de maiores dramas. E se não houver um vestido adequado no seu armário, você vai sair para comprá-lo na sua numeração correta.

Sentir-se Bem

O amor-próprio não é algo que surge do nada, sem esforço, simplesmente porque nós nos olhamos no espelho e gostamos do que vemos. O amor-próprio, por sinal, não é baseado apenas na nossa aparência ou nas nossas conquistas, ele continua presente mesmo nas derrotas ou quando a velhice chega. E o mais importante: amor-próprio não é simplesmente se sentir bem consigo mesma.

Conceitos

Quando o assunto é autoestima, é preciso ter em mente que não se trata de um conceito fechado e que três dimensões estão envolvidas: a biológica, focada no organismo; a psicológica, que abrange pensamentos e comportamentos; e a social, uma tradução de como a pessoa se vê e de como ela interage com os outros.

Expandir Amor

Quando começamos a agir de maneira que expande o amor que temos por nós mesmas, começamos a aceitar os nossos pontos fracos e fortes e não sentimos mais a necessidade de explicar as nossas fraquezas, nem aos outros, nem a nós mesmas.

Desejos

Para ter amor próprio, não significa que a pessoa devam ter sempre seus desejos satisfeitos, ser egoísta ou pisar nos outros. O amor próprio faz com que as pessoas ajam positivamente, procurando tirar proveito de acontecimentos ruins.

Relações

O amor-próprio é essencial para uma vida plena. Ele é o nosso guia na escolha de parceiros e amigos. É o que nos ajuda a tomar as melhores decisões e a resolver problemas que parecem impossíveis. Graças ao amor-próprio é possível criar a nossa própria definição de sucesso ao invés de copiar fórmulas prontas de felicidade.

Otimismo

Pessoas de bem com a vida são contagiantes. Animadas e otimistas, elas possuem uma autoestima elevada, o que as torna mais atrativas, para si mesmas e para os outros! Esse sentimento é fundamental para o sucesso de qualquer relacionamento.

Recomeços

Quem se ama de verdade, procura possuir controle emocional, procura compreender as pessoas, estar sempre, ou a maior parte do tempo, de bem com a vida e esquecer a opinião alheia, não guarda raiva, rancor, está sempre disposto a perdoar e ter coragem, confiança e segurança para recomeçar.

No Espelho

Visualize um mundo em que você jamais precise reclamar que está gorda, magra ou flácida demais. Pensa só você indo para a academia sem jamais ter que trocar receitas de dietas com outras companheiras de malhação.

Questionamentos

Será que você seria mais gorda ou mais magra se você decidisse se amar? O que será que você comeria - mais chocolate ou mais alface? Qual seria a sua revista preferida, o seu blog preferido, o jornal, o programa de TV? Você ainda leria os mesmos textos se a sua prioridade fosse o amor-próprio? Com quem você se relacionaria? Qual emprego teria?

Cultivo

Amor-próprio, assim como qualquer tipo de amor, é um sentimento que precisa ser cultivado e nutrido. Ele precisa de tempo, dedicação e esforço para crescer e se consolidar.

De Repente

Quando o amor próprio estiver forte o suficiente, mesmo que haja momentos em que duvidemos da sua existência, ele vai surgir e nos mostrar amar sempre vale a pena.

Mensagens

Você precisa de mensagens e ações que reafirmem que está tudo bem ser quem você é e agir de acordo com a sua verdade. O amor-próprio aumenta a partir das ações que apoiam o nosso crescimento emocional, físico e espiritual.

Sentir-se bela

O amor-próprio envolve muito, mas muito mais do que apenas se sentir bela. Ele é parâmetro para todo e qualquer aspecto de nossas vidas.

Aproximação

Mais do que se sentir bem consigo mesmo, o amor-próprio é um estado de em que apreciamos quem somos. Infelizmente, ele não surge apenas com leitura de frases motivacionais, ele cresce de acordo com as nossas ações diárias, que podem nos aproximar ou nos afastar desse amor.

Liberdade

Por mais que você esteja decidida a se amar, não há amor que resista a revistas, programas de televisão, filmes ou sites femininos te ensinando como se comportar, se vestir e se relacionar. O amor-próprio é livre e só se manifesta em liberdade.