Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

The Walking Dead - HQ x TV

A série The Walking Dead teve origem nas histórias em quadrinhos e somente depois foi passado para a série. Nessa adaptação, algumas coisas foram alteradas. Qual das histórias você prefere?

A Ascenção

Camila Picheth

Li o livro A Ascenção do Governador, mas acabei ficando mais sedenta pelas histórias de Robert Kirkman. Por isso comecei a ler os quadrinhos. Já tinha assistido duas vezes a 1ª temporada (uma delas forçando minha mãe a ver. Ela não foi ferida e agora é fã), e foi divertido notar as diferenças entre a HQ e o programa. Resolvi então preparar esses posts e mostrar algumas diferenças entre a trama original e um episódio. Isso serve para me distrair mais um pouco e espero que tenha uso para quem tem essa curiosidade, mas está sem tempo de ler os quadrinhos.

Séries Maníacos

What Lies Ahead

Antes de começar a falar do episódio What Lies Ahead (2×01), vou fazer um previously e comentar o primeiro capítulo em geral. Os quadrinhos de Kirkman começam com Rick acordando no hospital, e a primeira diferença significante é seu encontro com Morgan e seu filho. Frank Darabont desenvolveu uma relação emocional entre os três personagens na série, algo que é passado rapidamente na HQ num encontro que dura apenas um dia. Rick segue então para Atlanta, tendo o mesmo problema com o carro e chegando à cidade a cavalo. Mesmo em segmentos que o programa segue a HQ, há leves diferenças, como na “cena” em que Rick chega à casa que está o animal. Enquanto na série ele apenas vê os proprietários mortos pela janela, os quadrinhos fazem com que ele entre no lugar e se depare com seus corpos. Para evitar que o texto fique muito longo, não vou comentar essas mudanças sutis.

Inverno

Rick volta para Atlanta apenas com Glenn uma segunda vez para conseguir mais armas. Na HQ, os dois usam os pedaços de um zumbi para se disfarçar e entrar na cidade sem problemas. Eles conseguem chegar à loja e pegar armamentos, mas logo começa a chover e eles precisam correr. Os dois ficam um pouco encurralados durante a chuva, mas logo conseguem fugir. O inverno chega ao acampamento enquanto todos praticam tiro com as novas armas. Rick fica falando para Shane que eles precisam mudar o acampamento porque estão muito perto da cidade, mas Shane tem esperanças que os militares irão chegar e lidar com a situação. Devido à localização do grupo, o acampamento é igualmente atacado por vários zumbis, que acabam por matar Amy e morder Jim.

Atlanta

Quando Rick chega em Atlanta, ele é atacado pela horda de zumbis que comem seu cavalo. Logo, Glenn já o salva e os dois fogem para o acampamento com a mala de armas. A angustiante cena do tanque foi criada novamente por Darabont (o tanque é apenas referenciado em um quadro), assim como a trama junto aos outros sobreviventes na loja de departamento. Já é importante destacar que, até então, Merle, Daryl, Jacqui e T-Bone não existem na HQ. Ao chegar no acampamento, ele se depara com a sua família, Shane, Andrea, Amy, Dale, Carol, Sophia, Jim e uma outra família formada por Allen, Donna e seus gêmeos. O marido abusivo de Carol também não existe. O caso entre Shane e Lori não é explorado, fazendo parte apenas de uma menção de Dale para Rick ficar esperto, Lori dizendo para Shane que “aquela noite foi um erro” e uma referência subentendida em certo discurso de Shane.

HQ

Shane é mais surtado na HQ e, não aguentando a culpa do ataque zumbi, acaba discutindo feio com Rick e os dois vão parar na floresta. Shane diz que seu antigo parceiro não deveria estar vivo e ameaça atirar nele. Então o pequeno Carl aparece e mata o grandalhão. É assim que acaba o primeiro capítulo, com Rick abraçando seu filho. Eles ainda não saíram do acampamento e não há a trama do Centro de Controle de Doenças. Ao ler os quadrinhos, é possível ficar ainda mais fã do trabalho que a equipe da série está fazendo. A história de Kirkman é uma ótima base, mas as tramas exclusivas da série tornam esse universo muito mais emocional, assustador e angustiante.

Lori e Shane

A trama na HQ começa com um flashback de Lori e Shane numa noite logo depois que as pessoas começaram a virar zumbis. Eles estavam fugindo até Atlanta com Carl, e num momento de solidão e medo, os dois ficaram juntos. Essa é a primeira vez que fica claro nos quadrinhos até onde a relação dos dois foi. O interessante é que na série, Lori e Shane achavam que Rick estava morto, enquanto na HQ eles pensavam que ele tivesse sido levado para um lugar seguro. Isso muda consideravelmente a personalidade de ambos se compararmos as duas histórias. O grupo da HQ segue então para a estrada em busca de um lugar seguro (eles viajam apenas com o veículo de Dale). No meio da estrada, eles fazem amizade com Tyrese, sua filha Julie e o namorado dela, Chris. Tyrese substitui a figura de Shane, tornando-se muito amigo de Rick.

Roteiristas

Por mais que as histórias se diferenciem, os roteiristas sempre procuram colocar referências, como a conversa sobre os zumbis itinerantes (na HQ eles os chamam de roamers, os zumbis que estão sempre andando. O outro tipo é aquele que fica parado até perceber a presença de uma pessoa viva), o congestionamento (que na HQ é muito mais tranquilo e consideravelmente fácil de passar) e a depressão e vontade de suicídio (que nos quadrinhos acontece com Allen depois de Donna ser morta). É uma pena que o primeiro episódio da série tenha sido focado apenas no congestionamento e na busca por Sophia, mas se seguisse fielmente os quadrinhos poderia ter ficado muito corrido e perderia o elemento de choque nas situações. Na semana que vem, encontraremos Hershel e a fazenda. Esse grupo é maior, o que significa mais mortes. Quem será o próximo?