Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

15 coisas que o cinema nos ensinou sobre amor

A arte do cinema é capaz de incentivas importantes reflexões em quem a aprecia. Por isso é que os filmes românticos podem trazer grandes ensinamentos sobre o amor! Confira as lições e aprendizados que existem por trás de 15 filmes incríveis!

continue lendo
Compartilhar

O amor no cinema

Filmes românticos sempre derretem o coração das pessoas, neles nós conseguimos encontrar aquilo que falta para acreditarmos de verdade no amor e nas relações. Algumas histórias são tristes, outras possuem algumas dificuldades, certas são baseadas em amores reais e, até mesmo, nos diversos tipos de paixões. Quem assiste um romance, raramente deixa os lenços de lado, porque sabe que vai chorar em algum momento. Por isso, separamos para você alguns filmes que são verdadeiras lições de vida sobre o que o amor pode nos proporcionar e no impacto que ele tem na nossa vida. Deixe o seu coração mais quentinho com essas histórias que ganharam as telonas.

1- Abra os olhos para o amor verdadeiro

Filme: Meu primeiro amor

Meu primeiro amor é um filme de sucesso, lançado em 1991 e dirigido por Howard Zieff. Na trama, Vada Sultenfuss (Anna Chlumsky), uma garotinha de 11 anos, vive uma vida incomum. Seu pai Harry Sultenfuss (Dan Aykroyd), é um agente funerário e sua casa é palco de vários velórios. Com isso, ela fica obcecada com a morte, principalmente porque sua mãe faleceu. Seu melhor amigo, Thomas J. Sennett (Macaulay Culkin), está sempre ao seu lado compartilhando os momentos mais divertidos e tristes de sua vida. Até que Vada se apaixona por seu professor de inglês Jake Bixler (Griffin Dunne), e isso deixa o garoto claramente incomodado. Nessa história podemos observar todos os tipos de relação de amor, de pai para filha, de amigos, de mestres, daqueles que já se foram e daqueles que estão ao nosso lado e não reparamos. Uma verdadeira lição de que devemos notar quando um amor é verdadeiro, antes que seja tarde demais.

2- Uma hora ou outra é preciso lidar com os seus sentimentos

Filme: ABC do amor

ABC do amor é um filme de 2005, dirigido por Mark Levin e Jennifer Flackett. A trama é doce, feita para crianças e adolescentes que estão começando a se apaixonar agora. Viver a delícia do primeiro amor não é tão simples quanto pensamos, um turbilhão de sensações diferentes começam a nos rondar. E é exatamente isso que conta o pequeno Gabe Burton (Josh Hutscherson) um garoto de apenas 10 anos. Naquela fase de odiar garotas, ele acaba se aproximando de Rosemary Telesco (Charlie Ray), uma menina que convivia com ele quando ele era bem mais novo e o surpreende por ser uma grande lutadora de artes marciais. Gabe não sabe exatamente como lidar com os novos sentimentos, ainda mais que seus pais, Adam (Bradley Whitford) e Leslie (Cynthia Nixon), vivem juntos, mas estão separados. Sem base alguma de como o amor funciona, ele precisa aprender que os detalhes de uma relação fazem toda a diferença no final das contas. O que é surpreendente nesse filme, é que mesmo ele sendo infantil, a paixão do pequeno acaba inspirando os pais a rever o quanto é importante lidar com os nossos sentimentos enquanto o amor ainda existe.

3 - Quem te ama de verdade, te aceita como você é

Filme: O Lado bom da vida

O Lado bom da vida é um filme de 2012, que rendeu o Oscar de melhor atriz à Jennifer Lawrence. Na trama dirigida por David O. Russell, aprendemos muito sobre como lidar com pessoas com transtornos psicológicos. O filme baseado no livro homônimo, aborda a vida de Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper), um homem que perdeu tudo devido suas atitudes agressivas após um acontecimento traumático. Ele foi internado em um sanatório durante um tempo, começou a tomar remédios fortes e fazer tratamento para se controlar, até que pôde finalmente voltar a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele quer reconquistar seu emprego, esposa e dignidade. Mas no meio do caminho, conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher cheia de problemas psicológicos, assim como ele, que mostra que ele pode ser o que é e mesmo assim ser amado. Essa história chama a atenção porque aborda diversos problemas, inclusive do pai de Pat que é viciado em jogos e de como a aceitação e o amor fazem a diferença na vida de quem tem problemas psicológicos.

4 - Valorize aquilo que você tem ao lado

Filme: Antes que termine o dia

Dirigido por Gil Junger, Antes que termine o dia é um dos filmes românticos mais bonitos e dolorosos do cinema. A história lançada em 2005, conta a trajetória de Ian (Paul Nicholls) e Samantha (Jennifer Love Hewitt), um casal feliz que estava no auge da vida, cheio de planos para o futuro até que um acidente muda para sempre o rumo dos dois. Eles haviam terminado por incompatibilidade de decisões e problemas aleatórios, decidiram pensar em outras coisas, afinal a vida é só uma. Após uma experiência de morte traumática, eles acordam juntos, com uma nova chance de fazer tudo dar certo, mostrando que valorizar aquilo que temos ao lado é essencial enquanto é tempo. O que você faria se tivesse uma segunda chance de fazer o amor da sua vida feliz?

5 - O amor pode mudar a sua vida para sempre

Filme: Um amor para recordar

Um amor para recordar é um filme de 2003, dirigido por Adam Shankman. Considerado um dos filmes românticos mais comoventes do cinema, ele conta a história de amor de dois jovens que não queriam se apaixonar de jeito nenhum. Landon Carter (Shane West) sempre foi do tipo baderneiro, até que devido um ato de extremo perigo, foi punido em seu colégio e encarregado de participar de uma peça de teatro. Lá, ele conhece Jamie Sullivan (Mandy Moore), uma jovem estudante impecável, filha de um pastor, pobre e muito dedicada ao seu trabalho. Eles são completamente opostos, mas Landon precisa dela para não repetir de ano e então eles começam a se aproximar. O que ele não imaginaria é que ela mudaria para sempre o rumo da sua vida. Eles se apaixonam, mas Jamie não quer se envolver com Landon, pois enfrenta coisas na vida muito complicadas. Uma história bonita sobre como um amor de verdade é capaz de estar lá para você, seja como for.

6 - Jogos de amor nem sempre funcionam

Filme: Tudo para ficar com ele

Tudo para ficar com ele é um filme de 2002, dirigido por Roger Kumble. Ideal para apresentar para quem acha que o amor é um jogo, onde quem mais se esquivar ganha o controle das coisas. A trama é divertidíssima e conta a história de Christina Walters (Cameron Diaz), uma mulher sedutora que não idealiza nenhum relacionamento, mas que acredita que o amor pode estar ao seu lado. Nas suas saídas, ela sempre fica com homens sem muitos critérios, afinal acha que não existe aquela “coisa” que as suas amigas falam sobre o amor. Até que todos os seus jogos vão por água abaixo, quando ela conhece Peter (Thomas Jane), um homem cujo ela fica completamente apaixonada nos primeiros minutos de conversa, mas perde de vista devido alguns contratempos. Suas amigas, Courtney (Christina Applegate) e Jane (Selma Blair), decidem ajudar a amiga na busca por Peter. Christina decide partir em uma viagem apostando todas as suas fichas que ele é o amor da sua vida. Aquela história perfeita para rir e se emocionar, mostrando que nem o melhor jogador consegue escapar dos sentimentos.

 

7 - Não tente enganar o seu coração

Filme: Amizade colorida

Amizade colorida é um filme de 2011, dirigido por Will Gluck. O filme além de contar com dois queridinhos de Hollywood, aborda um tema muito comum nos relacionamentos atuais. A amizade colorida, quando duas pessoas se envolvem sem compromisso. Jamie (Mila Kunis) é uma recrutadora de sucesso que conhece o seu cliente em potencial, Dylan (Justin Timberlake), ela começa a tentar convencê-lo a deixar o emprego e aceitar um grande cargo. Com o passar do tempo, eles se tornam grandes amigos e confidentes. A carência sexual de ambos acaba os levando para outro lado da relação, o sexo casual com amizade. A amizade colorida vai muito bem, até que eles começam a se apaixonar. O trato era o seguinte: nada de envolvimento emocional para não estragar a amizade, já imaginou o que veio depois, né? Eles tentam se enganar que nada sentem.

8 - Não se pode fugir do destino

Antes do amanhecer, Antes do pôr-do-sol, Antes da meia-noite

A trilogia do antes (ou trilogia Before) é uma série de três filmes românticos, lançados de 9 em 9 anos. Antes do amanhecer, Antes do pôr-do-sol e Antes da meia-noite. A história aborda os encontros e desencontros de Jesse (Ethan Hawke), um jovem americano, e Celine (Julie Delpy), uma estudante francesa. No primeiro filme, eles se encontram casualmente em um trem que está partindo para Viena. Começam a conversar e se envolver de uma forma que também envolve quem está assistindo. A paixão começa a crescer, mesmo com o inevitável final, já que cada um está partindo para um lugar do mundo. A cada nove anos, o diretor Richard Linklater decidiu fazer esses dois personagens adoráveis se encontrarem e terem conversas incríveis daquela noite. Em cada filme eles aproveitam o máximo de tempo que os resta e nos mostram que as conversas são a base do amor e que mesmo querendo, não podemos fugir daquilo que nos é destinado.

9 - O amor sobrevive ao tempo e aos males da vida

Filme: Diário de uma paixão

Diário de uma paixão é um filme de 2004, dirigido por Nick Cassavetes. A história aborda como o amor sobrevive ao tempo e fala sobre Duke um dos internos de um asilo, que lê todos os dias para uma interna com um caso gravíssimo. Os enfermeiros da clínica não entendem o porquê de tamanha dedicação, ele conta a vida de Allie Hamilton (Rachel McAdams) e Noah Calhoun (Ryan Gosling), dois jovens que se apaixonaram nos anos 40 e foram separados pelos contratempos da vida e uma família intolerante. Noah era um trabalhador braçal, pobre, que precisava de seu emprego para sobreviver. Enquanto Allie era uma moça fina, que os pais não toleravam qualquer tipo de contato com ele. Eles a mandaram para longe, por aproximadamente um ano Noah enviou a ela cartas de amor e não obteve resposta. Enquanto isso, Allie esperava notícias do rapaz, mas não recebia nenhuma das cartas que ele a enviava graças aos seus pais. Os dois, cansados da situação, pensando que o outro não estava mais interessado, decidiram seguir com a vida, até que o destino decidiu reaproximá-los. Já imaginou do que a história se trata? Prepare os lenços porque você provavelmente vai chorar bastante.

10 - Precisamos aceitar o amor que merecemos

Filme: As vantagens de ser invisível

As vantagens de ser invisível é um filme de 2012, dirigido por Stephen Chbosky. A trama aborda a vida de Charlie (Logan Lerman) um jovem com dificuldades de interação social. Em sua nova escola, ele precisa encarar seus medos e começar a interagir com as pessoas. Ele sempre se sentiu deslocado, até que conheceu alguns jovens que deram um novo significado à sua juventude. Patrick (Ezra Miller) e Sam (Emma Watson), são considerados os mais descolados da escola, ao interagir com eles em um jogo de estudantes, Charlie começa a entender que com amigos a vida fica muito mais fácil.

11 - Não se apaga um amor verdadeiro

Filme: Brilho eterno de uma mente sem lembranças

Brilho eterno de uma mente sem lembranças é um filme de 2004, dirigido por Michel Gondry. A trama aborda a vida do casal Joel (Jim Carrey) e Clementine (Kate Winslet), duas pessoas completamente diferentes que estão em uma fase complicada da relação, cheio de brigas e problemas. Em um momento de desespero, depois de uma briga, a personagem Clementine decide procurar uma clínica para apagar Joel da sua mente, suas memórias começam a desaparecer sem que o seu namorado saiba. Quando Joel começa a se tocar do que houve, decide fazer o mesmo. O tratamento experimental, retira da memória deles o que foi vivido pelo casal. Mas como o coração já avisa, não adianta tentar esquecer alguém que ainda amamos.

12 - O amor verdadeiro nos salva

Filme: Como eu era antes de você

Como eu era antes de você é um filme de 2016, dirigido por Thea Sharrock. A história conta a vida de um rico rapaz, chamado Will (Sam Claflin), ele tem tudo o que quer na vida, é esportista e tem uma noiva adorável, até que um dia sofre um acidente e fica tetraplégico. Seu mundo começa a desabar, a vida dele fica cada vez mais difícil. Ele se torna depressivo e seus pais já não conseguem administrar seus cuidados sem ajuda, nessa hora entra Louisa Clark (Emilia Clarke) uma moça que é contratada para cuidar de Will. Uma jovem de classe baixa, com um visual esquisito e cheia de amor para dar. Ela é contratada pela família para ajudar Will a ser motivado a não fazer eutanásia, procedimento conhecido como adiantamento da morte. O que os pais dele não imaginam, é que essa garota diferente também aprenderá muito com o rapaz, já que se apaixona por ele. Um filme lindo que nos ensina que o amor é capaz de tudo.

13 - O que tiver que ser, será!

Filme: De repente é amor

De repente é amor é um filme de 2005, dirigido por Nigel Cole. Nessa história divertida, conhecemos Oliver (Ashton Kutcher) e Emily (Amanda Peet), dois jovens que se conhecem em um voo que cruza os EUA. Ele busca sucesso em sua carreira e ela ainda não sabe o que quer da vida, em um encontro inusitado os dois começam uma amizade meio colorida que vai render muita história. O tempo passa, os dois perdem o contato e seguem suas vidas, até que um deles termina o relacionamento e procura no outro um ombro amigo ou um pouco mais do que isso. Eles são completamente incompatíveis na personalidade e no estilo de vida, mas nada disso impede que o tempo os una novamente. Durante alguns anos eles se encontram, mas parece que o universo nem sempre conspira em favor dos dois.

14 - Reciprocidade importa

Filme: 500 dias com ela

500 dias com ela é um filme de 2009, dirigido por Mark Webb. A história conta um pouco da vida de Tom Hansen (Joseph Gordon-Levitt) um rapaz que vive tranquilamente e trabalha escrevendo cartões para uma pequena empresa. Até que um dia conhece sua nova assistente, Summer Finn (Zooey Deschanel) uma garota diferente e ambiciosa, que muda completamente a visão de Tom sobre a vida. O jovem impressionado com a sua beleza, começa a se interessar por ela e decide chamá-la para sair. Os dois engatam um pequeno romance, mas Summer deixa claro que não quer nada sério. Feito bobo apaixonado que é, Tom aceita o desafio, o que ele não imagina é que está dando um passo em direção ao que ele não é capaz de lidar emocionalmente.

15 - Alguém precisa ceder para as coisas darem certo

Filme: Orgulho e preconceito

Orgulho e preconceito é um filme de 2004, dirigido por Joe Wright e baseado no romance homônimo de Jane Austen. A história se passa em 1797, na Inglaterra. E conta como Jane (Rosamund Pike), uma moça criada por uma família obcecada por casamentos, conheceu Sr. Bingley (Simon Woods) um solteirão rico que passa a morar na mansão vizinha. Ao saber que o jovem se mudará para perto, a mãe de Jane ficou alvoroçada alertando as filhas da chance de casar-se com ele. A única que não ligou muito para isso foi Jane, que tem na vida mais ambições do que ser esposa de alguém. O encontro dos dois é inevitável, entre muitas discussões filosóficas e farpas, eles se apaixonam e entendem que alguém precisa ceder para que as coisas se ajeitem. O mais incrível dessa história atemporal, é que mesmo com todas as diferenças de classe e pensamento, Bingley e Jane se envolvem e se respeitam acima de tudo.

fechar