Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Àlvaro Morte

Àlvaro Antonio Garcia, também conhecido como Àlvaro Morte, é um ator espanhol muito conhecido por seus papéis em séries de TV, mas você deve conhece-lo como “El Professor” de La Casa de Papel. Conheça mais sobre o homem por trás da marcante atuação que entrou para a nossa lista de favoritos!

Sucesso de La Casa de Papel

É uma boa série, mas quando se tinha apenas o roteiro, sabíamos que seria difícil fazê-lo funcionar. Então tivemos que nos conectar fortemente com nossos personagens, nossos parceiros, nossas histórias, nossa equipe, com as luzes, os microfones, absolutamente tudo… E essa energia, aquela sinergia criada por todos nós fez a série ter essa espécie de mágica que transcende a tela e te toca.

Caracterização do personagem

Foi assim que encontramos o que queríamos para o Professor. As cores que ele usa são cinza e marrom. É uma imagem que grita o quão insignificante e pequeno ele supostamente é. Alguém que, se for comprar pão em uma panificadora, ninguém notaria. Mas ele está lá. Uma hora não é ninguém, mas, de repente, é aquele cara. Aquele cara que está por trás de tudo isso!

O que desejava para seu personagem

Não sei como acaba, mas gostaria que ele não deixasse de lado seu objetivo. O sonho de fazer do assalto uma homenagem ao seu pai. Entendo que talvez o objetivo não se possa cumprir 100% porque há problemas. Mas eu gostaria assim, que não deixasse de tentar.

Marco na história das séries

Quem não está vendo, está perdendo uma coisa grande. Creio que a série vai marcar um antes e depois na forma de tratar a ficção neste país. Tem muita referência do que está acontecendo lá fora. Tem muitos países interessados em levá-la, e se deram conta que se trata de um serião.

Inspiração para seu papel de La Casa de Papel

Queríamos criar um cara estranho, porém especial. E, você sabe, ele é um gênio. Ele é tão, tão inteligente que começamos a pesquisar sobre mentes brilhantes, caras engenhosos – matemáticos que passaram anos tentando resolver problemas, que esqueceram de tudo e acabaram virando mendigos… Ele tinha que ser um cara bizarro, tinha que ser alguém muito, muito especial. E nossa jornada se traçou em como achar isso.

Espanha quebrando barreiras no cinema

Queríamos ir aos Estados Unidos para ter uma grande produção, mas agora não precisamos mais disso. Agora podemos produzir no mesmo nível. Há milhares de pessoas talentosas na Europa, o que nos possibilita fazer essas produções na Espanha, na Polônia, na Itália… E ser bem-sucedida no mundo todo.

El Professor

Há um estudo muito forte como esse cara tem que ser, e efetivamente há coisas que se conectam comigo. Trabalhar num personagem como ele me faz trazer minha experiência pessoal. Faço uma meticulosidade extrema na hora de definir o personagem: como se move, como respira.

Viciante

A verdade é que tem gente que encontro e convenço apenas para que vejam o primeiro episódio. Eu sempre digo que vejam apenas o primeiro, e depois já não podem deixar. Sinceramente, é um serião e diria o mesmo se não trabalhasse nela.

Tinha que ser algo incomum

Se eu lhe disser que seu professor de História do Ensino Médio daquela vila espanhola construiu esse plano… Agora sim é incrível, inesperado. Aquele cara comum e tímido é a mente por trás de todo o plano.

Valor da equipe

Todo detalhe é pensado por muitas pessoas. Os roteiristas e designers foram incríveis. Tudo no set, como o cofre, era tudo falso. O único cenário real era a casa de Toledo. Tirando ela, tudo foi construído.