Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Michael J. Fox

Exemplo de otimismo, Michael J. Fox já publicou livros narrando a sua trajetória após o diagnóstico de Parkinson. Conheça mais sobre os pensamentos do ator que marcou gerações como protagonista da franquia "De Volta Para o Futuro".

09/06/1961
continue lendo
Compartilhar

Felicidade

Michael J. Fox

Minha felicidade cresce na razão direta da minha capacidade de aceitar a realidade e na razão inversa das minhas expectativas. Se conseguir aceitar a verdade de que é isso o que estou enfrentando, não o que posso esperar que aconteça, mas o que estou vivenciando agora, terei toda a liberdade de fazer outras coisas.

Não posso ser perfeito

Michael J. Fox

Eu fui um bom ator. Não o maior ator do mundo. E não o mais engraçado ator do mundo. E não o maior ser humano do mundo. Não o melhor pai do mundo, ou marido. Mas quem pode ser quaisquer destas coisas? Quem pode ser perfeito? Eu não.

Superação

Michael J. Fox

O que eu aprendi lutando contra o mal de Parkinson e fazendo o meu trabalho e sem contar para ninguém sobre isto é que qualquer coisa que eu percebia que estava fazendo, estava fazendo algo mais. Estou lidando com uma situação física. Isto me ensinou a ter grande disciplina e conhecimento do que eu posso esperar de mim mesmo.

Resposta a Rush Limbaugh

Michael J. Fox

Rush, locutor de rádio americano, acusou Michael de fingir e exagerar os sintomas de sua doença (Parkinson) em frente às câmeras. O ator respondeu:

Em primeiro lugar, ele usou a palavra "vítima". Em outra ocasião, ele usou a expressão "de dar pena". Entenda, ninguém nessa posição quer pena. Não dou a mínima para a pena de Limbaugh e ninguém mais. Eu não sou uma vítima. Eu sou uma pessoa que vive essa situação. Estou nessa situação com outros milhões de americanos, e nós temos o direito de, se há possibilidade de cura, perseguir essa possibilidade com o total apoio de nossos políticos. Então eu não preciso da permissão de ninguém para fazer isso.

 

Senso de humor

Michael J. Fox

Eu gosto de fazer as pessoas rirem, e se eu faço um personagem dramático ou cômico, eu também tento fazer com que as pessoas vejam o podem fazer por si mesmos. No personagem Brantley, eu espero que todo mundo vai ver um pouco do que podem fazer por si mesmos, e eu espero que eles também vejam seu senso de humor.

Mal de Parkinson

Michael J. Fox

O que aprendi lutando contra o Mal de Parkinson e fazendo o meu trabalho sem contar para ninguém sobre isso é que qualquer coisa que eu percebia que estava fazendo, estava fazendo algo mais. Estou lidando com uma situação física. Isto me ensinou a ter grande disciplina e conhecimento do que eu posso esperar de mim mesmo.

Sobre a possibilidade de não ter Parkinson

Michael J. Fox

O que eu disse em meu primeiro livro continua verdadeiro: se entrasse em uma sala com Deus, Buda, Bill Gates, Sergey Brin ou qualquer pessoa que pudesse encontrar uma maneira de consertar isso para mim, acho que não o faria, porque não teria passado pelo que passei e não teria a experiência que tive, e ainda consigo trabalhar.

Parkinson

Michael J. Fox

Eu comecei a pensar... quanto mais eu trabalho, mais eu preciso adiar o envolvimento com o Parkinson, e não posso fazer os dois. Não é como se eu tivesse chegado no limite e não pudesse mais fazer o programa. Acho que eles sabiam disso... eu realmente tenho coisas importantes a fazer. É uma doença progressiva, então isso muda... isso não melhora. Mas ao mesmo tempo essa doença ainda não me debilitou. Então eu pensei que se isso acontecer, quando a doença chegar a um ponto em que eu não tenho mais habilidade para fazer as coisas, se eu estiver no meio de um programa ou no meio de uma temporada, eu não terei escolha. Eu queria fazer a escolha enquanto ainda posso.
Isto me fez mais forte. Um milhão de vezes mais sábio. E mais compassivo, eu percebi que eu sou vulnerável, que não importa quantos prêmios eu ganhe ou quanto dinheiro tenha em minha conta bancária, eu posso estar sujeito a isto. O final da história é que você morre. Todos nós morremos. Então, aceitando isso, a questão torna-se uma das condições da vida.

Sobre pesquisas com células-tronco

Michael J. Fox

Uma decisão de proteger milhões de células que serão destruídas ao invés de proteger milhões de vidas de cidadãos que vivem nesse país. É difícil entender. É vergonhoso! É preciso confiar no povo americano, nos nossos cientistas e instituições para que façam a coisa certa e liderem o caminho, porque vai acontecer de qualquer jeito! Se eu puder usar a minha voz para trazer atenção a esse assunto, ficarei muito feliz. Vejo isso como uma responsabilidade e um privilégio.

Sobre fãs

Michael J. Fox

Eu realmente adoro estar apto à telefonar para uma fã de seis anos em um hospital em Ohio, por exemplo, ou escrever para alguém e realmente fazê-lo se sentir bem. Esta é uma das recompensas de estar na TV e ter pessoas que sabem meu nome e me conhecem.

fechar