Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Sam Worthington

Ator de filmes de ficção científica e fantasia, Sam Worthington tem cidadania australiana, mas nasceu na Inglaterra. Ele ganhou reconhecimento após trabalhar na franquia O Exterminador do Futuro e nos filmes Avatar e Fúria de Titãs. Hoje, também faz papéis mais dramáticos, como no filme A Cabana.

02/08/1976
continue lendo
Compartilhar

Cada um com sua função

Sam Worthington

Para ser um grande diretor você precisa ser como um general. Eu sou um soldado. Basicamente, eu gosto de estar nas trincheiras, me colocar na linha de fogo e olhar para grandes generais como McG e Jim Cameron e dizer: "Está tudo certo, chefe!". É isso que eu gosto de fazer.

Gravações de Fúria de Titãs

Sam Worthington

Eu me sinto meio ridículo a maior parte do tempo. Acho que o processo de filmagem é ridículo também. Mas é divertido. Estamos lutando contra escorpiões gigantes e conversando com um cara feito de madeira. Mas ele foi feito para ser isso: divertido e bombástico.

Cavalo Pégaso, de Fúria de Titãs

Sam Worthington

Como eu odeio aquele cavalo! Eu odeio, odeio, odeio. Eu não posso chegar perto daquela coisa sem que ele tente me morder. Ele tem muitos problemas, é todo arrogante só porque fez mais filmes do que eu. Ele estava em Alexandre e Príncipe da Pérsia. Entende o estrelismo?

A pressão do reconhecimento

Sam Worthington

Mais pressão para fazer meu trabalho corretamente do que qualquer outra coisa. Eu estou aqui por causa da minha evolução como ator na Austrália. Aquilo me deu uma boa base de aprendizado. Essa experiência me classificou para a grande "copa do mundo". E quero continuar sentindo essa pressão. No fundo do coração, eu sou um nerd que fica lendo tudo o que as pessoas dizem. Afinal, eles são meu público. Seria um pouco idiota ignorá-los, não acha? Se os seus fãs estão te vaiando, você sabe que precisa melhorar.

 

Avatar

Sam Worthington

Avatar redefiniu o padrão para muitos filmes, pela maneira como foi recebido pelas plateias e nada chegará nem perto. Nada. Eu compararia este filme a um O Exterminador do Futuro - A Salvação. Mas tentar comparar Avatar é impossível, é como comparar uma laranja e um pedaço de carne - os dois não são nem a mesma coisa!

Filmes em 3D

Sam Worthington

Eu acho que James Cameron é quem está mostrando o 3D da maneira mais eficiente. O 3D é uma ótima ferramenta para que você fique imerso num mundo. Para filmes como este, acho que é uma ótima ferramenta. Tira um pouco a tela da frente. De repente você esquece que está em um cinema escuro com estranhos. Você é transportado. E acho que isso é uma coisa boa para filmes como este.

O verdadeiro super-herói

Sam Worthington

Eu acho que deveríamos estar fazendo isso como homens. Você não precisa ser um deus para ajudar alguém. Se alguém cair, ajude-o a levantar. Esse para mim é o verdadeiro herói. O herói não é alguém que consegue lutar contra o Kraken. O herói é alguém que tem uma fé tão forte dentro de si, que acredita que pode ajudar o próximo.

Cenas nas alturas para o filme À Beira do Abismo

Sam Worthington

Na verdade não é tão ruim quanto parece. Você realmente fica confortável estando lá em cima. Ficamos com um cabo de segurança, mas não dá para sentir, então depois de um tempo você começa a tolerar aquilo, porque o seu cérebro não consegue computar o quão alto você está, então você começa a acreditar que está tudo normal.

A essência de Avatar 2

Sam Worthington

James Cameron é um homem muito esperto. Hoje eu sou pai, e eu mudei. Ele colocou um pouco disso nos personagens, e o meu personagem tem filhos, e ele está passando pela responsabilidade da paternidade, aliada a responsabilidade de ser um herói em outro planeta. Essas histórias serão um espetáculo fantástico, mas essencialmente são sobre família, e eu acho que isso é único e muito inteligente.

A Cabana

Sam Worthington

É uma parábola para nós. Nós estamos sempre cercados de muita raiva e frustrações sobre o que acontece com a gente neste mundo, especialmente nos dias de hoje. Em A Cabana, o que acontece é que o filme te mostra que você pode deixar tudo isso ir embora. Quando você se perdoa de algo, isso exigirá um processo, e levará tempo. O perdão não é algo que surge instantaneamente, isso exige paciência, e essa é a grande lição que todos devem aprender.

Avatar 2

Sam Worthington

O segundo vai mostrar Jake oito anos depois, ele tem uma família agora. O filme será como nada que foi visto antes. O mundo é maior do que no primeiro, mas essencialmente é um filme sobre família.

Hobbies

Sam Worthington

Eu gosto de jogar jogos de mesa com a minha garota. Nós tentamos cozinhar. E mesmo se as coisas derem errado, não importa, porque o que realmente importa é o tempo que passamos juntos.

Bonecos inspirados em personagens

Sam Worthington

O de O Exterminador do Futuro tem cara de mexicano. É estranho. O de Avatar tem uma cara meio morta porque James Cameron queria assim. O de Fúria de Titãs eu ainda não vi. Não faço ideia como vai ser a cara dele. Pelo menos meu sobrinho tem muito com o que se divertir.

Como é atuar em um filme com efeitos especiais

Sam Worthington

Você aprende a lidar com os efeitos especiais na prática. Os efeitos especiais agora são uma parte importante dos blockbusters, então representam mais uma ferramenta que temos que aprender para a nossa arte. Quando você trabalha em um filme de efeitos especiais, você precisa buscar a verdade absoluta em uma situação de imaginação absoluta. Então, se você tiver muitos detalhes, acho que consegue levar a cena mais facilmente.

Diferenciação de filmes

Sam Worthington

Um filme não muda só por causa do tamanho do orçamento. Em todos é a mesma coisa, você tem os mesmos desafios. Não importa se é um filme australiano de US$ 4 milhões, um filme dinamarquês de US$ 10 milhões ou um filme americano de US$ 170 milhões. Isso não muda o que nós fazemos. São pessoas tentando se abrir e se encontrar umas com as outras. É conexão.

Comercial de Call of Duty

Sam Worthington

Foi bem divertido, eu adorei. Só tiveram que me ligar. Eu cheguei, acho que em uma terça ou quarta-feira e eles me ligaram para perguntar se eu podia trabalhar na quarta. Quando eles me falaram que era sobre Call of Duty, eu falei: “Estarei lá”.

Convite para trabalhar em À Beira do Abismo

Sam Worthington

Eu já conhecia o produtor há muitos anos. Eu sou um grande fã dos filmes que ele fez. Ele já trabalhou em vários filmes, é só falar um, que com certeza ele já trabalhou nele. Eu vi algumas coisas que eu amava em “A negociação” que eram similares neste roteiro. Eu disse: “Olha, é como este filme. É exatamente isso”. Então nós conversamos e tudo cresceu, o roteiro foi evoluindo. E exatamente um ano depois disso nós começamos a filmar.

Família

Sam Worthington

Eu não tenho mídias sociais e nada dessas coisas que dão dor de cabeça. Eu jogo isso para o vento. Eu posso ir á qualquer lugar do mundo, contanto que eu esteja com a minha família.

Os mistérios da vida

Sam Worthington

Nós todos estamos um pouco perdidos. Nós não sabemos o real motivo de estarmos aqui. Ninguém pode responder a esta pergunta. Por causa disso, ficamos confusos e frustrados, e atacamos uns aos outros. Ficamos muito agressivos, porque no final das contas, sabemos que ficaremos aqui por pouco tempo.

fechar