Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Feminismo negro

Você sabia que existe um segmento no feminismo para mulheres negras? É algo importante de discutir, visto que todos tem seu lugar de fala! O movimento cuida de questões raciais ligadas ao gênero e precisa ganhar mais espaço na comunidade e no mundo! Adquira conhecimento e ajude nessa causa!

continue lendo
Compartilhar

O que é Feminismo Negro?

Muitas pessoas não sabem, mas para além do feminismo como um todo, também existem várias ramificações específicas e, dentre elas, está o Feminismo Negro. Ele surge para atender algumas demandas específicas de mulheres negras, que foram e ainda são oprimidas pelas mulheres brancas (as famosas “sinhás”). Venha conhecer algumas de suas pautas, autoras e passagens!

Eu não sou uma mulher?

"Ain't I A Woman?" (“Eu não sou uma mulher?”) foi um discurso dado pela ex-escrava Sojourner Truth, em 1851, na The Women's Convention (EUA). Esta fala, que pode ser facilmente encontrada na internet, mostra a dificuldade da mulher negra de ser vista como uma mulher e, portanto, a dificuldade de construir um discurso de igualdade para as mulheres negras. Foi um discurso bastante polêmico e um tapa na cara para as feministas da época – e de hoje.

Mercado de trabalho

A igualdade salarial sempre foi um tema substancial para o feminismo, mas muitos se esquecem – ou sequer sabem – que a mulher negra recebe menos do que uma mulher branca, a qual, por sua vez, recebe menos do que o homem branco, mesmo fazendo o mesmo trabalho. E se é difícil para uma branca conseguir ocupar posições de poder, imagina para uma mulher negra…

Estupro

Outro assunto importante para o feminismo é o estupro, porém ainda deixam de lado a informação de que, no Brasil, 60% dos casos de feminicídio e estupro são cometidos contra as mulheres negras.

Frases sobre feminismo

Representatividade

A negritude quase não é vista por aí, não como algo admirável. Nas novelas, filmes e propagandas, as mulheres negras são vistas como empregadas, amantes diabólicas ou “mãezonas” que só cuidam de pessoas brancas e não têm nenhuma complexidade. É preciso trazer mais personagens e modelos positivos para as mulheres negras!

Negras e lésbicas

No feminismo, diferente do que pensam, quase não se fala das lésbicas. Quando se é negra e lésbica, parece que não existem. Pois saiba que o amor lésbico e negro não só existe, como está em toda parte e é lindo! Algumas mulheres negras famosas que se assumiram lésbicas são: Raven-Symoné, Samira Wiley, Wanda Sykes, as brasileiras Pepê e Neném, entre outras.

 

Aborto e esterilização

O aborto, ainda que polêmico, é um assunto importante para o feminismo e, principalmente, para as mulheres negras, já que são elas as principais vítimas do aborto clandestino. Além disso, também são as mulheres negras que mais são cotadas à esterilização em massa, sem consentimento. Ou seja, mulheres negras precisam lutar para ter e para não ter filhos.

Beleza padrão

A negritude não faz parte da “beleza padrão”. Por isso, as mulheres negras sofrem muito para se encaixar em um lugar que sempre as exclui: alisam os seus lindos cabelos cacheados, procuram maquiagem mais clarear o seu tom de pele (aliás, é difícil achar maquiagem do tom de pele negro), entre outros absurdos.

História da Mulher Negra

Pouco se fala da história das mulheres e menos ainda se fala da história da mulher negra. Poucos sabem como eram a vida das escravas ou até mesmo de suas vidas na África. Porém isso está começando a mudar: hoje já existe a Lei 10.639/03, que determina o ensino da história da África nas escolas. Quem sabe assim saibamos mais sobre as mulheres negras também?

Frases sobre igualdade, empatia e respeito!

Autoras

Quer saber mais sobre o Feminismo Negro? Vale adicionar às suas leituras os seguintes nomes: Alice Walker, Angela Davis, Audre Lorde, Djamila Ribeiro, entre outras.

Úrsula

Você sabe qual foi o primeiro romance escrito por uma mulher no Brasil? Foi o livro “Úrsula”, de Maria Firmina dos Reis, uma mulher negra maranhense. Úrsula também foi o primeiro livro abolicionista do país e, apesar de tantos pioneirismos e de uma escrita singular, não faz parte do cânone da literatura, o que, com certeza, é um erro.

Filmes

Aqui estão algumas indicações de filmes para quem quer se aprofundar na temática da mulher negra: Estrelas Além do Tempo (2016), What Happened, Miss Simone? (2015), Histórias Cruzadas (2011) e Preciosa (2009).

Marielle Franco

Marielle Franco é uma mulher negra e lésbica, vereadora pelo Rio Janeiro, que lutava pelas minorias e foi morta em 2018, junto com Anderson, o seu motorista. Ainda não se sabe quem a matou ou quem mandou matá-la, mas Marielle virou símbolo da luta das mulheres negras brasileiras e jamais será esquecida. Marielle, presente!

10 livros que abordam o feminismo

fechar