Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Frases de Ferreira Gullar

Um escritor que faz poesia porque a vida não basta. Ferreira Gullar, pseudônimo de José Ribamar Ferreira, é poeta, crítico de arte, biógrafo, tradutor, memorialista e ensaísta, além de um dos fundadores do neoconcretismo. Conheça suas frases.

continue lendo
Compartilhar

Metade

Ferreira Gullar

Que a força do medo que tenho, não me impeça de ver o que anseio.
Que a morte de tudo em que acredito não me tape os ouvidos e a boca.
Porque metade de mim é o que eu grito, mas outra metade é silêncio...

Quero felicidade

Ferreira Gullar

Não quero saber do sofrimento, quero é felicidade... Não gosto de fazer lamúrias. Uma vez, discuti feio sobre determinada situação... Fiquei sozinho em casa, cheio de razão e triste pra cacete. Então, pra quê querer ter sempre razão? Não quero ter razão, quero é ser feliz!

 

História humana

Ferreira Gullar

A história humana não se desenrola apenas nos campos de batalhas e nos gabinetes presidenciais. Ela se desenrola também nos quintais, entre plantas e galinhas, nas ruas de subúrbios, nas casas de jogos, nos prostíbulos, nos colégios, nas usinas, nos namoros de esquinas. Disso eu quis fazer a minha poesia. Dessa matéria humilde e humilhada, dessa vida obscura e injustiçada, porque o canto não pode ser uma traição à vida, e só é justo cantar se o nosso canto arrasta consigo as pessoas e as coisas que não tem voz.

Dois e dois

Ferreira Gullar

Como um tempo de alegria, por trás do terror me acena... E a noite carrega o dia, no seu colo de açucena... Sei que dois e dois são quatro, sei que a vida vale a pena... mesmo que o pão seja caro e a liberdade, pequena...

Coisas vivas

Ferreira Gullar

E são coisas vivas as palavras
e vibram da alegria do corpo que as gritou
têm mesmo o seu perfume, o gosto
da carne
que nunca se entrega realmente
nem na cama
senão a si própria
à sua própria vertigem.

fechar