Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Martin Scorsese

Mais de 45 anos de carreira, diversos prêmios e filmes que fizeram um imenso sucesso. Martin Scorsese é um dos diretores mais renomados do cinema. Confira algumas de suas principais frases e declarações.

17/11/1942
continue lendo
Compartilhar

Sobre fazer um novo filme para crianças

Martin Scorsese

Não sei se terei tempo...não resta tempo, mas se algo do tipo aparecer, não me importaria em tentar de novo, sem dúvida. Mas estou tentando finalizar outras coisas na minha vida agora sobre determinados manifestos, sobre a vida, a vida americana, em especial a vida como eu a conheço.

O coração de seu povo

Martin Scorsese

O que o Dalai Lama teve de resolver foi se ia permanecer no Tibete ou não. Ele queria ficar, mas ficar significaria a destruição total do Tibet, porque ele teria morrido e teria arrancado o coração de seu povo.

 

A cada ano

Martin Scorsese

A cada ano ou assim, eu tento fazer alguma coisa, isso me mantém atualizado sobre o que está acontecendo na frente da lente e eu entendo o que o ator está passando.

Oscar e recordações dos anos 60

Martin Scorsese

Naquela época, estávamos tomados pela obsessão de fazer filmes. Sabíamos que o esquema antigo de Hollywood estava acabado, então pensamos que podíamos abrir brechas de algum jeito. O Francis já estava no esquema - ele foi o irmão mais velho. O Steven era amigo do George, e o George estava trabalhando com o Francis, começando. Mais tarde, vi que meus filmes não foram bem aceitos pelo público como os de Steven, Francis ou George, mas tive de aprender a viver com isso. Eu pensava: "Tudo bem, ainda vou fazer filmes assim". Às vezes, meus filmes são difíceis de aceitar, por causa da violência, do sangue. Mas como um amigo meu me disse, uma vez: "O que você queria? Você pega pesado com os espectadores, por que eles deveriam gostar de você?" Tive sorte de receber o Oscar agora. Ainda bem que não ganhei nos anos 70. Acho que eu não era forte o suficiente.
(Sobre os seus amigos George Lucas, Steven Spielberg e Francis Ford Coppola lhe entregarem seu primeiro Oscar direção por Os Infiltrados. E as memórias dos anos 60 que vieram para ele no momento.

O que o Oscar teria causado em você?

Martin Scorsese

Provavelmente, teria mudado o meu jeito de pensar. Eu não estava pronto como pessoa, na época. Vêm o orgulho, a insolência, a queda. Em que eu poderia me apoiar? Os filmes em si é que eram o motivo da minha alegria, eram a parte louca da coisa. Era esse o objetivo - e não o ato de ser premiado.

Qual é a lembrança mais positiva que tem dos anos 60?

Martin Scorsese

A música era excelente. Comecei a ouvir diferentes tipos de música. No começo da década de 1960, era a música pop, e tudo mudou quando vieram os britânicos. Os Beatles transformaram a música pop em arte, depois foram os Rolling Stones. É como eu disse no documentário sobre o Bob Dylan: a primeira música que ouvi do Dylan foi "Like a Rolling Stone", porque a ouvi na parada do Top 40. Eu não ouvia "Gates of Eden", não tinha comprado os álbuns folk. O Bob estava tocando no Gerde`s Folk City [no Greenwich Village, em Nova York], e estávamos na Greene Street, bem na esquina, na escola de cinema, mas nunca fomos lá ver. Passamos bem em frente. O único motivo pelo qual eu faço esses documentários sobre música é porque quero saber mais a respeito. Filmar um show dos Rolling Stones - estou fazendo isso agora - é como usar drogas. Preciso disso.

fechar