Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Mauricio de Sousa

Confira um pouco sobre o grande desenhista, Mauricio de Sousa, entre no universo da Turma da Mônica e compartilhe.

Início de tudo

Mauricio de Sousa é criador de histórias e de personagens que divertem, educam e inspiram a imaginação de adultos e crianças há mais de 50 anos. Em 1959, enquanto era repórter policial no Jornal Folha da Manhã (atual Folha de S.Paulo), criou seu primeiro personagem, o cãozinho Bidu. A partir de uma série de tiras em quadrinhos com Bidu e Franjinha (o dono do cachorro), publicadas semanalmente na Folha da Manhã, Mauricio de Sousa iniciou sua carreira.

Contador de histórias

Mauricio de Sousa

Eu faço histórias para contar histórias. Na minha infância, ouvi muitas e até hoje meus avós me contam algumas, ou melhor, me ensinam a ser um contador de histórias.

Sucesso italiano

Curiosidades

Transformada em desenho animado, a Turma da Mônica quintuplicou o ibope da maior emissora de televisão italiana, entre dezembro de 2003 e abril de 2004.

Mimo

Curiosidades

Horácio é o único personagem que Mauricio não passa para sua equipe. É ele mesmo quem o desenha e roteiriza há mais de 30 anos.

Neymar desenho

Mauricio de Sousa

Ele e a família estão gostando muito do processo todo que estamos desenvolvendo para revista e depois para desenho animado. Será nosso primeiro lançamento mundial. O mundo vai receber muito bem a estrela Neymar!

Inclusão social

Mauricio de Sousa

A Turma da Mônica é um grupo de personagens que vivem e agem como crianças normais, como nossos filhos ou conhecidos. Todos nós temos amigos com algum tipo de deficiência e convivemos harmônica e dinamicamente. Aprendemos as regras da inclusão aí.

Feira Internacional do Livro Frankfurt

Curiosidades

Mauricio de Sousa foi um dos homenageados da calçada da fama da Feira Internacional do Livro de Frankfurt. O evento teve neste ano o Brasil como país-tema e contou com mais de 100 editoras nacionais. O convite para a homenagem foi feito ao Ministério da Cultura brasileiro em outubro de 2010, e resultou em um acordo firmado entre as duas partes para concessão de bolsas de apoio à tradução e publicação.

Forte influência

Depois da passagem do meteoro Mauricio de Sousa por Manaus, as bancas de revistas não são mais as mesmas. A molecada tá comprando tudo que é gibi.

Menos ira

Mauricio de Sousa

Recebi um abaixo-assinado de 30 crianças do Rio de Janeiro dizendo que, se a Mônica não fosse menos irascível, elas não comprariam mais a revista.

Características das duas Mônicas

Mônica Spada e Sousa

Bem, sou baixinha. Tenho 1,53 m. Não sou magrinha, mas não sou gorda. Sou forte. Os dentes não são mais grandes. Mas continuo briguenta. Acho que toda mulher é um pouco brigona, lutadora. Brigo muito por justiça. E, depois que virei mãe, me transformei em uma leoa. Ou seja, mais durona. Hoje, porém, não bato mais em ninguém (risos). Quando era pequena, batia na minha irmã mais velha, a Mariângela. Mas era só nela.

Ato de respirar

Mauricio de Sousa

O que me move é o ato de respirar. É maravilhoso você acordar e falar: Oba, estou vivo! Estou são! Posso continuar fazendo tudo que eu fazia ontem e que gosto de fazer, e acho que daqui a alguns 5 ou 6 anos me aposentarei, gosto da turminha mas o trabalho é muito excessivo.

Legados culturais

Rafael Silveira

Os legados culturais de Mauricio de Sousa, Ziraldo e Monteiro Lobato são jogados pra escanteio e pessoas que chutam bolas entre linhas são proclamadas como deuses no Brasil e assim, são exportadas.

Sonho de criança

Mauricio de Sousa

Antes de saber escrever eu pegava os cadernos de poesia do meu pai e rabiscava tudo. Achava que estava ilustrando.

Parceria

Paulo Coelho falando do livro O Gênio e as Rosas

Foi um trabalho muito rigoroso. Mauricio entende muito de literatura infantil e me guiou ao longo de todo o processo. Sempre fui fã do seu trabalho

Necessidade

Mauricio de Sousa

Criamos uma história onde um novo amiguinho da turma surgia de muletas. Ele participou de uma ou duas histórias, mas depois sumiu. Ficou a necessidade de mantermos esse tipo de convívio. Posteriormente, fui buscar um cadeirante para preencher o espaço.

Referência

Mauricio de Sousa

Quando pensei em criar uma menina cega, busquei uma referência e me veio a figura de Dorina Nowill, da Fundação do mesmo nome. Dorina, líder, de inteligência brilhante, sem preconceitos (para com os videntes), elegante, preocupada com a causa de mostrar caminhos aos cegos. Tirei daí tudo da Dorinha.

Mônica bravinha

Mauricio de Sousa

Quando ela sente raiva, mostra. Reage como qualquer criança. Essas emoções básicas, como ciúme, alegria, tristeza, que caracterizam todos os personagens da turma, criam uma identificação com os leitores.

Cores dos vestidos

Mônica Spada e Sousa

Como eu e minha irmã mais nova, a Magali, tínhamos apenas um ano de diferença, minha mãe comprava roupas iguais, mas de cores diferentes. Eu vestia vermelho, e ela, azul. Ainda gosto muito da cor vermelha. Mas evito usar porque dizem que vermelho é cor de briga (risos).

Musa inspiradora

Mônica Spada e Sousa falando sobre a personagem

Não entendia direito, porque era muito pequena, tinha 2 anos. Mas depois achei legal. Só que a minha família começou a me tachar de brigona, turrona, por conta da minha personalidade forte. E por causa disso, fui menos mimada do que as minhas irmãs.