Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Marcelo Freixo

Professor e defensor dos direitos humanos, Marcelo Freixo é atual deputado estadual do Rio de Janeiro e concorreu à prefeitura da capital carioca nas eleições de 2016. Conheça os principais pensamentos e ideias desse candidato.

12/04/1967
continue lendo
Compartilhar

Protestos

Marcelo Freixo

Reitero meu repúdio à violência de parte dos manifestantes e do estado. A democracia não ganha com isso. O que precisamos é retomar as pautas dos protestos, que são justas e não foram atendidas.

Milícia

Marcelo Freixo

O que leva o Rio de Janeiro a ter milícia não é uma exclusividade carioca. Polícia mal paga, polícia e política envolvidas em domínio territorial, clientelismo e assistencialismo político misturados: esses ingredientes você encontra no Brasil inteiro. Hoje tem coisa muito semelhante às milícias do Rio em muitos lugares do Brasil.

 

Justiça seletiva

Marcelo Freixo

A Justiça Criminal não pode ser seletiva. Esse é um grande problema da Justiça Criminal. É por isso que só tem preto, pobre e morador de favela preso no Rio de Janeiro, porque ela é seletiva. E ela é seletiva na política também.

Infância

Marcelo Freixo

Eu sou lá de Niterói, da periferia, de um bairro chamado Fonseca. E eu sempre fui boleiro, era cabeça de área. E o único campo de futebol do Fonseca ficava dentro da cadeia. Todo domingo, eu e os meninos da favela, a Vila Ipiranga, alugávamos o campo da cadeia, você acredita nisso?

Estado ausente

Marcelo Freixo

Eu não gosto da teoria do estado ausente. O estado não é ausente. Ele é presente na zona sul de uma maneira e nas zonas norte e oeste de outra. Para a zona sul ele leva serviços. Nas favelas ele chega só através dos seus instrumentos de controle. Porque quando você fala de estado ausente parece que ele não tem o controle, o que não é verdade. O estado tem o controle, mas às vezes ele leiloa.

Origens

Marcelo Freixo

Venho da periferia, da Zona Norte de Niterói. Comecei a trabalhar com 15 anos. Tenho cara de morador de Laranjeiras, mas passei a vida trabalhando em presídio e favela. Aprendi a dar aula na cadeia.

Leitura

Marcelo Freixo

Atualmente sou um leitor voraz, mas nunca ganhei um livro dos meus pais porque eles mal sabiam ler. Então eu só fui ter contato com livros bem mais tarde e isso é muito curioso, porque hoje dou muita importância para a literatura infantil. Eu lembro que na escola primária eu li um livro chamado A Ilha Perdida e eu levava para casa para tentar ler com minha mãe e meu pai, fazer o processo inverso. Mais tarde veio Jorge Amado, com Capitães de Areia, que é uma literatura sensacional que fala de infância sem ser necessariamente infantil. Minha filha lê no mínimo um livro por mês, e eu como professor acho que a leitura é um instrumento absolutamente transformador.

Política de drogas

Marcelo Freixo

A lógica repressiva às drogas é uma catástrofe no mundo. O resultado da política de repressão das drogas é o aumento do consumo e da violência. Esse é um debate fundamental de caminhar para o campo da saúde. Enquanto for ilegal esse é um debate exclusivamente policial e isso é uma barreira gigantesca. Eu sei o problema que é. Perdi muitos amigos por conta de drogas. Quem tem alguém drogado em casa sabe o drama que é.

Partidos

Marcelo Freixo

Eu tenho muito respeito pela história do PT e lamento profundamente que tenham feito o que fizeram em determinado momento da história deles, mas isso não apaga a importância histórica que eles tiveram. Nem os seus erros.

fechar