Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Poesias da Internet

A internet abriu espaço para um novo tipo de fazer poesia. E novos poetas, escritores e autores surgiram. Confira alguns poemas de internet e compartilhe.

continue lendo
Compartilhar

Tudo acaba em pizza

L. Rutkoski

Tudo que acontece no Brasil,
No distrito federal ou em São Paulo,
é como se estivéssemos num covil,
apontam a arma, anunciam o assalto:

Mãos Para o alto,
Isso é um assalto,
Em nome da lei,
pague os impostos ao rei,

Mãos para o alto,
isso é um assalto,
em nome da "paz" e do "amor"
pague o que deve ao ditador!

Desde o sul até o norte,
A ganância predomina,
desde o século quinze,
Tudo acaba em pizza.

Sempre sujando as águas do mar
de lixo tóxico.
Continuamos perdendo dinheiro
pros gringos que exploram o Nióbio.

Acabou a ditadura,
já não somos mais colônia,
Mas os políticos ainda dominam,
e vendemos minério a preço de banana...

Silêncio

Soraia - site de poesias

Ontem estava com vontade de você...
Ai te procurei...
Procurei em cada palavras que me diziam
e nenhuma era a sua...
Vasculhei a internet...
Te achei na sua poesia
Fui ávida nos seus versos
mergulhei nos seus fragmentos,
descobri seus momentos
então me achei dona de ti,
por uns instantes...
Mas.... Você...
não estava ali...
mandei mensagens
como se meu grito
pudesse chegar até você..
digitei emoções... Abafei meu pranto.
Tentei abraçar teus medos
pra quando me chegasse
eu era só sentimentos...
e você não veio...
desliguei seus pequenos pedaços
fui sonhar.....
Pensando assim em tê-lo
mais perto do meu coração.
Ah!!! Viajei no tempo
no espaço da hora
me vi em você...
aprofundei minha vida no teu sorriso
e fui além da imaginação...

Amor interestelar

Patricio Franco

Eu sei que te amo
Mesmo embora na distância que nos separa
Por isso, só de pensar em você nunca paro
E também, por isto, mesmo sozinho te chamo

Nem sei como você é
Se uma cientista, princesa
Alguém de boa ou má fé
Que a cada dia vem com nova surpresa

Nem sei se da mesma Galáxia que eu
Para tanto saber da minha vida mais que eu
Não interessa quem somos
Mas que nos amamos
E também sabemos muito bem para onde vamos!

 

Social

Guilherme - site de poesias

Tudo igual
tá na hora de fazer a social
as mesmas fotos, sorrisos, cabelos e cores
tudo padronizado, forçado, banal
os mesmos sonhos, vícios e dores
tudo combinado, acertado, programado
as mesmas musicas, bandas, artistas
os mesmos livros, filmes, programas
tudo maquiado, pensado, formulado
todos iguais
as mesmas frases, piadas, poemas
os mesmos desejos, paisagens e temas
tamanho, peso, formato
marcas, lugares, valores
tratado, maquiado e melhorado
tudo muito bem arquitetado
deixe o seu recado
padronizando as diferenças
tudo parece meio forçado
ao gosto de um público alienado
o charme, a conquista, os amores
a beleza, as crenças, os valores
as conversas, os defeitos, os sabores
tudo segue o mesmo padrão
sem perdão, tem a mesma vocação
sem sentidos, todos perdidos
aonde chegarão?

Combate

L. Rutkoski

Num dia frio o sol nasce,
a vida é dividida em faces,
as plantas no campo minado,
me mostram onde pisar sem ser detonado.

Num dia frio um combate,
a rua é dividida em partes,
o sol de um lado ilumina,
mas na outra metade a sombra domina.

Ideia imposta

L. Rutkoski

amor de pai e filho,
confiança de dois amantes,
um lugar de convívio,
uma hora de descanso.

Um país mal politizado,
uma obra mal acabada,
Uma ideia imposta,
ao oposto do exposto.

Presença

Dominatum

Em cidades distantes nos encontramos
Cada qual com sua responsabilidade
No entanto na internet nos cruzamos
Desde o início com grande intensidade

Barreiras foram caindo
Conforme a confiança surgia
O prazer estava sorrindo
Enquanto o medo fugia

Não podíamos imaginar quão longo seria
Queríamos experimentar algo sempre sonhado
Afinal com confiança e verdade o Ds viveria
Muito mais pelo instinto do que por modelo estipulado

O que era virtual se tornou real
No cruzar dos olhos a declaração foi feita
A posse ocorreu de forma integral
Numa noite que está guardada como perfeita

Outros encontros tivemos
Sempre como se fosse o primeiro
Muitos prazeres diferentes vivemos
Sempre com sentimento certeiro

Muitos falaram que era paixão
Cada vez mais vontade existia
Mas o que chama a atenção
É a ligação que surgia

Mais do que o prazer sonhado
Lembrar do outro a cada momento do dia
Era algo que não havíamos imaginado
Ser possível que tal fixação ocorreria

Todas as novidades acontecidas
Aquele querer rápido ao outro contar
Dividindo alegrias e tristezas vividas
E até os sonhos que se quer sonhar

Dos pensamentos aos sentimentos
Ou mesmo do tesão à paixão
Estar presente em todos os momentos
É amor que vem do coração.

Amor de internet

Aparecida Marfori

Meu amor de Internet
É o melhor do mundo
Não é irreal e nem imaginário
É virtual, mas verdadeiro
É a maior loucura que já fiz
O maior amor que já senti
Nossas palavras não são soltas
Em disco rígido, está tudo registrado
Meu amor de Internet
Está na rede, aparece na tela
Estamos o dia inteiro conectados
Clicamos duplamente em nossos corações
Damos downloads em nossas emoções
Pela Internet matamos a saudade
Com ele, online e com os outros, offline.

Ipê

Ederson Peka

Na voz da cibercultura
Anexando magia
Conexão-fantasia
Criador e criatura
Tornados bits e bytes
Vivos no meio eletrônico
Trovadorismo biônico
Poetas de websites
Vão colorindo a internet
Gente que se compromete
Com a poesia atual
Provedores de canções
Compactando emoções
Ondas de amor virtual!

fechar