Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Todo momento é uma memória

Quantas primeiras experiências você viveu nos últimos tempos? Atente-se ao presente e viva intensamente todas as oportunidades da vida. Nunca feche as portas para o que o destino te oferece de bandeja.

Espera

Achei que só seria feliz quando conquistasse certas metas que tinha estabelecido para mim mesma. Que só seria feliz depois que perdesse alguns quilos, depois que tivesse mais dinheiro, quando minha carreira e minha vida amorosa estivessem estáveis.

Mas essa espera só me deixou angustiada. Fiquei esperando o dia em que finalmente me sentiria feliz e realizada, mas esse dia nunca chegava.

Percebi, então, que tinha que valorizar as coisas que tinha no momento e continuar lutando para conseguir o que queria. Cada momento é como um tijolinho a mais que colocamos na casa de nossas experiências. E, a cada experiência, um passo a mais é dado na direção dos nossos objetivos.

Dias simples

Há momentos que ficam guardados em nossa memória para sempre. Podem ter sido momentos simples, que não envolviam nenhum grande evento. O que importa mesmo é a companhia. Quando estamos com quem amamos, cada momento se torna único. Foram dias simples, mas que, só de serem trazidos de volta a nossa memória, nos trazem paz e bem-estar.

Equilíbrio

Vivemos apressados, sempre resolvendo várias tarefas ao mesmo tempo, sendo bombardeados por informações, vindas de todos os cantos. A vida se tornou barulhenta e confusa sem que percebêssemos.
Em meio às turbulências, é importante achar algo que o relaxe e traga paz. É preciso desligar um pouco o celular, dar uma volta em um parque, respirar ar fresco, encontrar os amigos, passar tempo com a família, se dedicar a fazer algo que lhe faz feliz. Equilíbrio é a chave para se manter saudável.

Escute seu corpo

Prestar atenção no que está acontecendo a sua volta. Pare, feche os olhos, respire fundo. Por um minuto, concentre-se apenas na sua própria respiração.

O que você sente? Reserve um momento para prestar atenção em si mesmo e em seu corpo. Ouça o que ele tem a dizer.

Aperte o botão da pausa, pelo menos uma vez por dia.

Momentos com você

Eu me lembro de como você me abraçou naquele dia chuvoso e, por um minuto, tudo ficou bem. Me lembro de como você costumava enxugar minhas lágrimas e eu as suas. Como compartilhamos todas as nossas experiências, tanto as boas quanto as ruins. Os momentos que passei ao seu lado ficarão para sempre gravados em minha memória, e não quero esquecê-los nunca. Eu os guardo em meu coração, como pequenas pedras preciosas.

Saudade

Sinto falta dos meus tempos de escola, em que minha única preocupação era correr desenfreadamente pelos pátios. Em que minha vida era recheada de lápis de cor, brinquedos, doces e gargalhadas. Em que meu universo era tão simples, mas ao mesmo tempo tão completo.

Sensações

As festas, as despedidas, os novos e os velhos amigos, as viagens, a rotina, as decepções, o choro e o riso, as descobertas, os saltos e as quedas. Todas essas sensações, misturadas dentro de nossas memórias, nos moldam aos poucos, até que a gente se reconheça através das nossas lembranças.
Até que elas determinem quem somos.

Talvez

Talvez a gente ame os momentos que passou. Aqueles dias que marcam nossa memória de um jeito tão bom que a gente pode quase sentir de novo o cheiro da comida que acabara de chegar na mesa. Que dá para ouvir os dedos tamborilando na mesinha de bar. As histórias e as risadas. As tristezas e as angústias. Tudo isso faz parte de quem somos e conta nossa história a cada fragmento. Talvez a gente só seja muito viciado em memórias.

Atente-se

Sofrer por antecipação não resolve nada. Atente-se ao momento que vive agora e só resolva o que está ao seu alcance. A ansiedade de ter que resolver algo que não podemos nos corrói de um jeito desnecessário. A vida é curta, mas o universo, assim como nós, funciona no seu próprio tempo. E cada momento contribui para que tudo se encaixe no seu devido tempo.

Viva cada momento

Não sei ao certo o que acontece após a morte. Mas tenho a breve sensação de que, no fim, não levaremos nossas riquezas nem nossas medalhas. Nossos títulos nem o saldo na conta bancária. Levaremos apenas uma mala, cheia de memórias construídas durante os anos vividos.

Por isso, presto atenção no presente, em cada momento. Por mais insignificante que algo possa parecer, todo momento tem algum impacto em nossa vida. É importante apreciar a vista enquanto é possível. E viver cada momento como se fosse o último.

Memórias evolutivas

Nossas memórias nos tornam quem somos. Até as ruins, que sempre nos levam a refletir e aprender algo. Mesmo que não seja possível enxergar o aprendizado em um momento ruim, mesmo quando tudo o que queremos é sair daquela situação que nos machuca, nossas memórias são importantes. É através delas que evoluímos. É através delas que aprendemos com nossos erros e também com nossos acertos e melhoramos a cada dia mais.

Momentos importantes

Um momento nunca pode ser repetido. Não importa se você está no mesmo lugar, com as mesmas pessoas, fazendo as mesmas coisas, você nunca se sentirá do mesmo jeito. Bons momentos serão conservados apenas em sua memória. Cabe a você aproveitá-los. E viver sem se distrair com o futuro nem com o passado. Viver o presente. E dele tornar o seu passado mais memorável e belo.

Primeiras vezes

Primeiras vezes são indescritíveis. Nada se compara ao misto de nervosismo, excitação e felicidade ao fazer algo pela primeira vez. Quantas primeiras experiências você teve nos últimos tempos?
Faça mais coisas pela primeira vez. Arrisque-se mais. Você pode se surpreender com o que a vida lhe reserva.

Carpe diem*

Carpe diem, aproveite seu dia, deixe seus problemas de lado por um momento. Observe a beleza do que está a sua volta. Viva o momento presente e sinta-o. Carpe diem.

*Carpe diem é uma frase em latim de um poema de Horácio e é popularmente traduzida para “colha o dia” ou “aproveite o momento”. É também utilizada como uma expressão para solicitar que se evite gastar o tempo com coisas inúteis ou como uma justificativa para o prazer imediato, sem medo do futuro.

Busca

Memórias são colecionáveis, e são o que nos motiva a viver. Corremos atrás da felicidade porque sabemos como é bom senti-la. Porque já a sentimos antes. Então, vivemos em busca de ter memórias tão boas e profundas como as que já experimentamos. Ou ainda melhores.