Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

11 dicas para resolver conflitos no relacionamento

Resolver os conflitos é a melhor coisa que se pode fazer no relacionamento. Às vezes isso acontece, e claro que ninguém gosta ou torce para isto acontecer. Mas, quando aparece temos que ser fortes e sábios para o amor prevalecer e nada sair dos eixos.

continue lendo
Compartilhar

Não traga à tona conflitos passados

Qualquer que seja o motivo da discussão, certamente ela não está relacionada aquele conflito mal resolvido que vocês discutiram no Carnaval há cinco anos atrás. Reviver outras brigas, ou de qualquer forma culpá-las pela discussão atual só trará desgaste e mais confusão. Atenha-se ao problema atual e dê o seu melhor para resolvê-lo com calma e ponderação, sem apontar dedos e sem perder a razão. Lembre-se que vocês gostam um do outro e apenas querem o melhor para a relação.

Admita seus erros

No calor da discussão, pode acontecer de nos atermos apenas as falhas do parceiro. Porém, é sempre importante ser capaz de reconhecer seus próprios erros. Respire fundo e procure admitir que você sabe que também se enganou. Abrir esse espaço de autoanálise irá ajudar você a manter-se racional e, também, fará com que seu parceiro perceba que você não está querendo brigar, apenas encontrar a solução para que este conflito atual não seja capaz de prejudicar o relacionamento de vocês.

Não use xingamentos ou palavrões

Na mesma linha de não aumentar o tom de voz, palavras de baixo calão tem o potencial de desestruturar o que pode ser a resolução amigável de um conflito. Ainda que algum de vocês tenha o hábito de falar dessa forma de brincadeira, é sempre melhor evitar repeti-lo no momento da discussão. Os ânimos estarão sensíveis e a atitude pode ser mal-entendida, causando ainda mais desconforto entre os parceiros. Tente manter a discussão o mais ponderada possível.

Aceite pedir desculpas

Para encontrar uma solução favorável em qualquer discussão, os dois lados precisam ceder um pouco. Por isso, não deixe o orgulho levar a melhor sobre você. Reconheceu que errou? Então é hora de pedir desculpas. Isso vai não apenas incentivar o seu parceiro a se desculpar também, como irá deixar você mais leve. Às vezes, nossa própria culpa pode nos levar a agir de forma agressiva com o outro, então evite esse desdobramento desagradável e dissipe logo qualquer tensão.

Deixe claro que se preocupa com a relação

Ao expor seus pontos, explique que você não está discutindo por birra ou qualquer motivo egoísta, e sim porque quer o melhor para o relacionamento entre vocês dois. Não suponha que seu parceiro vai saber isso, discuta tudo com a maior clareza possível para evitar possíveis mal-entendidos. Também é bom lembrar que dizer o quanto a relação é importante para você, o quanto você se preocupa com seu parceiro e que o quer bem, sempre ajuda a alimentar as boas energias que sustentam seu relacionamento.

Não levante a voz

Vocês dois podem ter as melhores intenções, porém, a partir do momento que deixam o nervosismo tomar conta, a discussão perde o sentido conciliador e vira briga. Não dê nem a chance de ser vencida pelo stress, fale calmamente com seu tom de voz normal. Às vezes, a frustração pode fazer parecer que só seremos ouvidos se falarmos mais alto do que o outro, mas isso inevitavelmente leva a mais desentendimentos. Não grite, não se exalte, mantenha em mente que você não quer se descontrolar - apenas solucionar a situação.

Não generalize

Se a discussão começou, por exemplo, porque seu parceiro esqueceu uma data importante, não diga algo como “isso é típico de você”. Assim como deve-se evitar trazer à tona conflitos passados, é importante deixar claro o problema que levou ao desentendimento atual, e não fazer entender que isso é algo inerente ao comportamento do seu companheiro. Não atribua culpa a personalidade do outro - afinal, vocês estão juntos porque admiram e gostam um do outro. Mas se, de fato, seu parceiro repete algum hábito que lhe incomoda, deixe isso claro num momento adequado, não numa discussão que nada tem a ver com essa questão.

 

Não despreze seu companheiro

Quando seu parceiro estiver falando, ouça com atenção, não menospreze suas opiniões, nem desmereça críticas e comentários que ele fizer. O desprezo é um dos sentimentos mais prejudiciais a qualquer relação. Mesmo que pareça que o outro está reclamando de algo pequeno ou sem importância, tente entender porque ele se sente assim e deixe sempre claro que você se importa com ele e que quer o melhor para o relacionamento. Caso você é quem se sinta desprezada, deixe claro que precisa ser valorizada por seu parceiro também.

Ponha-se no lugar do outro

A empatia é uma das melhores ferramentas para se ter um relacionamento sadio. Entender como o outro se sente ajuda a minimizar conflitos e encontrar soluções satisfatórias para os dois. Ao ouvir seu parceiro, tente pensar em como você se sentiria se estivesse naquela situação. Lembre-se sempre que um mesmo problema afeta a duas pessoas de formas diferentes, por isso, tente entender as reações de seu parceiro. Vocês se conhecem bem e com uma boa dose de compreensão, conseguirão ver qualquer situação pelos olhos do outro.

Seja sincero

Não deixe que mentiras ou “não ditos” minem o relacionamento. Não tenha medo de se abrir e, com muito respeito, dizer tudo o que lhe incomoda ou o que você acredita que pode mudar na relação. Inclusive, é interessante estabelecer um momento (quando os dois estão calmos e aptos a debater) para se expressarem com a maior sinceridade possível. Deixar de dizer certas coisas por muito tempo acaba por criar desconfiança e mal-estar entre vocês, evite cair nessa armadilha. Lembre-se que vocês se amam e que querem um relacionamento feliz e duradouro.

Esfrie a cabeça antes de falar

Se seu parceiro fez algo que te incomodou de verdade, não deixe a raiva tomar conta de você. Respire fundo e tente se acalmar o máximo que puder antes de falar. Explosões são extremamente prejudiciais a um relacionamento, gerando todo tipo de ressentimento. Uma discussão sincera e equilibrada pode solucionar conflitos, enquanto uma briga no calor do momento pode criá-los. Por isso, dê uma volta, leia um livro, ou apenas se afaste por alguns momentos. Só não vá dar ao parceiro a impressão de estar fugindo dos problemas, deixe claro que você está disposto a discuti-los, num momento mais propício.

fechar