Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Geb

Além de ser responsável pela fertilidade e pelo sucesso nas colheitas, o deus Geb é principalmente considerado o deus-terra. Quer conhecer mais sobre este personagem super importante da Mitologia Egípcia? Venha se aprofundar em sua história e conheça a fundo todos os detalhes!

Princípios mitológicos

No princípio dos tempos, o deus Sol criou duas deidades – o deus Shu, personificação do ar, e a deusa Tefnut, personificação do orvalho. E eles deram origem a duas crianças gêmeas: Geb, o deus-terra, e Nut, deusa do céu.

Abraço perpétuo

Acredita-se que Nut e Geb se apaixonaram profundamente, não conseguiam se afastar um do outro. Eles se envolveram em um abraço perpétuo, quase como se fossem um só, e Rá, deus Sol, não gostou.

Separação de Geb e Nut

Segundo a lenda, o deus Sol não aceitou a relação entre Geb e Nut, e ordenou a Shu que os separasse. Ele obedeceu às ordens de Rá, e quase que imediatamente ergueu Nut para o alto, para que lá ficasse, na abóbada estrelada do céu, enquanto Geb ficou na terra, e diz-se que suas lágrimas deram origem ao mar.

Cada um em sua casa

Quando Shu se colocou entre os dois irmãos, acredita-se que foi o fim do caos e que, se houvesse um novo contato, tudo se perderia novamente. A terra era chamada de “A Casa de Geb”, assim como o ar era chamado de “A Casa de Shu”; e já o céu, “A Casa de Nut”.

Representações

Geb é geralmente representado na forma de um homem barbado trazendo na cabeça um ganso ou a Coroa Branca com adornos. Também pode ser retratado simplesmente como um ganso, palavra cuja grafia em egípcio também era Geb.

Cores e desenhos

O deus Geb é geralmente representado com a cor verde e com plantas que saem do seu corpo. Em muitas gravuras também, ele é desenhado com o corpo todo verde, sentado abaixo de sua irmã, Nut, pintada em azul, e com seu pai, Shu, separando ambos, como conta a lenda.

O Ganso

Pela associação ao ganso, Geb também era conhecido como “O grande cacarejador”. Os egípcios cultuavam o animal e o protegiam como respeito, honra e homenagem ao deus Geb.

Crenças sobre Geb

Acredita-se também que ele provia minerais e pedras preciosas e, por isso, também era o deus das minas. A realidade é que acreditavam que Geb era um deus provedor de tudo: pedras, alimentos, plantas que cresciam às margens do Nilo etc. E também se dizia que os terremotos eram as risadas do deus.

O Grande Ovo

O principal culto ao deus Geb parece ter sido em Heliópolis, onde, segundo a lenda, ele e sua irmã produziram o “Grande Ovo”. Dele se originou o deus Sol, na forma de um pássaro, chamado pelos egípcios de Benu.

Aprisionamento

Aqueles que no julgamento eram considerados maus, Geb aprisionava na terra. Nut era representada frequentemente na tampa dos ataúdes, e Geb era representado no fundo, de maneira que o defunto ficava enclausurado entre os dois.

Montanhas

As montanhas eram consideradas como sendo os ossos do deus Geb. Em algumas imagens, ele aparece sentado no chão com os joelhos dobrados, simbolizando as montanhas. Ele está com uma das mãos voltadas para o chão e a outra estendida em direção ao céu, como se tentasse tocar Nut.

Cuidados dos vivos e mortos

Geb estimula o mundo material dos indivíduos e lhes assegura enterro na terra após a morte. Ele fornece umidade ao corpo humano na terra e o sela para a eternidade no túmulo.