Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Livros de Artur Azevedo

Artur de Azevedo foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras e autor de obras como A joia, A Capital Federal, A almanjarra, O Mambembe. Conheça alguns de seus livros!

A Moça Mais Bonita do Rio de Janeiro

Artur Azevedo

Ler livro

"A Moça Mais Bonita do Rio de Janeiro", de autoria de Artur Azevedo, é um conto de fadas às avessas que conta a história de uma bela jovem impedida de casar com quem ela ama. Tudo isso com muito bem humor, recheado de ironia, próprias do autor.

Fritzmac

Artur Azevedo

Ler livro

Revista fluminense de 1888, em prosa e verso, em um prólogo, três atos e dezessete quadros

Nova Viagem à Lua

Artur Azevedo

Ler livro

"Nova Viagem à Lua" é uma opereta de três atos escrita por Artur Azevedo em 1877, de co-autoria de Frederico Severo e com música de Le Coq. Foi representada pela primeira vez no Teatro Fênix Dramática no Rio de Janeiro. Seus personagens são criados, escravos, estudantes, máscaras, cocotes, etc. O primeiro ato passa-se em Ubá/MG, ao passo que os dois últimos passam na corte.

O Barão de Pituaçu

Artur Azevedo

Ler livro

Em 1887, Artur Azevedo lança a peça teatral "O Barão de Pituaçu", subdividida em quatro atos. Na narração, predomina o humor característico do autor, que narra a conversa de um capoeira na cidade do Rio de Janeiro.

O Diletante

Artur Azevedo

Ler livro

"O Diletante" é uma peça de teatro escrita por Artur Azevedo em 1846. Foi dedicada a Júlia Lopes e Almeida, autora da cintilante crônica "Reflexões de um Marido", cuja leitura inspirou Azevedo.

O Homem

Artur Azevedo

Ler livro

"O Homem" é uma revista fluminense de 1887, em prosa e verso, em três atos e dez quadros, escrita por Artur Azevedo. Seus personagens são transeuntes, passageiros, vendedores ambulantes, marinheiros franceses, inimigos da justiça, policiais, carregadores, atores e atrizes.

O Tribofe

Artur Azevedo

Ler livro

"O Tribofe", de Artur Azevedo, quer dizer ao mesmo tempo trapaça e namorico. Trata-se de uma peça que conta a história de uma família que chega ao Rio de Janeiro e se perdem. Aventuras acontecem e, no final, se reencontram e voltam para o interior. Comédia muito interessante e divertida.

A Capital Federal

Artur Azevedo

Ler livro

"A Capital Federal", escrito por Artur Azevedo, nos dá uma visão panorâmica da sociedade carioca da belle époque, com as cortesãs, as cocotes, as mulatas falantes, os cafés-concerto, as músicas alegres, todas as liberalidades e os desfrutes da recém-criada metrópole republicana, em que se deslumbrou o tradicionalismo provinciano.

A Casadinha de Fresco

Artur Azevedo

Ler livro

"A Casadinha de Fresco", de autoria de Artur de Azevedo, é uma ópera cômica em três atos, representada pela primeira vez no Rio de Janeiro em 1876 e em São Paulo, no mesmo ano. Passa-se em Viamão e Porto Alegre, ambas cidades do Rio Grande do Sul, nos tempos coloniais.

A Filha de Maria Angu

Artur Azevedo

Ler livro

"A Filha de Maria Angu", escrita por Artur Azevedo, é uma paródia de uma ópera francesa chamada "La Fille de Mme. Ango". O autor a escreveu sem intenção de exibi-la, mas ao ser lida pela primeira vez foi bastante disputada por dois empresários e tornou-se um sucesso com mais de cem representações.

A Princesa dos Cajueiros

Artur Azevedo

Ler livro

"A Princesa dos Cajueiros" é uma ópera cômica em um prólogo e dois atos escrita por Artur Azevedo, com música de Francisco de Sá Noronha. Foi representada pela primeira vez no Rio de Janeiro, no Teatro Fênix Dramática, em 6 de março de 1880

Abel e Helena

Artur Azevedo

Ler livro

"Abel e Helena" é uma peça cômica e lírica de autoria de Artur Azevedo. Escrita a propósito da ópera-cômica "A Bela Helena" de Henrique Heilhac e Ludovico Halévy. Com música de Jacques Offenbach.

Contos Fora de Moda

Artur Azevedo

Ler livro

"Contos Fora de Moda" é uma coletânea de contos escritos por Artur Azevedo. Fazem parte dessa obra os seguintes contos: "O Viúvo", "Romantismo", "Questão de Honra", "A Cozinheira", "Caiporismo", "Plebiscito", "A Praia de Santa Luzia", "Black", "A Filha do Patrão", "Ardil", "Útil Inda Brincando", "Uma Noite em Petrópolis", "Uma Embaixada", "Vingança", "Como Eu Me Diverti", "A Dona Branca", "O Velho Lima", "A Réclame", "O Contrabando", "A Água de Janos" e "Marcelina".

O Dote

Artur Azevedo

Ler livro

"O Dote" é uma comédia de Artur Azevedo que fez imenso sucesso em 1907. O enredo, simples e curto, não permite um aprofundamento emotivo como nas outras comédias curtas do autor. A simplicidade fornece o ritmo acelerado ao desenvolvimento da fábula, o que não significa que esta peque por falta de continuidade. Pelo contrário, trata-se de um texto bastante coeso.