Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Motivos para assistir ao filme Pantera Negra

Mais que um filme de herói, Pantera Negra traz vários assuntos que precisam ser debatidos. Além da representatividade negra, do feminismo e das grandes referências às culturas africanas, há muita ação e inspiração. Ainda não assistiu? Corra já para o cinema mais próximo.

continue lendo
Compartilhar

Viva o protagonismo negro!

Este filme é composto, majoritariamente, por atores negros e isso é uma vitória não apenas para filmes de ação e de heróis, mas também para todo o cinema mundial. A representatividade importa!

Ação garantida

São 2 horas e 15 minutos de pura adrenalina, em nenhum momento a trama é simplória ou entediante. Vai agradar crianças e adultos.

Girl Power

Talvez esse seja o maior filme feminista da Marvel até agora e vamos te dizer o porquê. Primeiramente: um exército INCRÍVEL de mulheres. Sim, um exército comandado e formado por mulheres. Uma Lupita Nyong’o poderosíssima em seu papel de guerreira e conselheira, e uma irmã caçula (Letitia Wright) que faz o coração da gente bater mais forte. Isso tudo sem mencionar a grande rainha Ramonda (Angela Bassett) que sabe comandar com autoridade, compaixão e generosidade. Como lidar, companheiras?

Roteiro sensacional

Com um roteiro incrível e elaborado por Ryan Coogler, Joe Robert Cole e Jack Kirby, “Pantera Negra” chega aos cinemas com uma história eletrizante e nada entediante. Não há como não se apaixonar por todo universo de Wakanda e por seus personagens extremamente sólidos e bem construídos.

Cheio de referências

O filme é um mundo de referências tanto às culturas africanas quanto ao universo tecnológico e extraordinário da Marvel. Sim, você sairá do cinema com vontade de pesquisar tudo o que é possível sobre Wakanda!

Inspirador

A criançada, os jovens e adultos vão se sentir completamente inspirados e emocionados pela luta de T’Challa em manter Wakanda sã e salva do mundo exterior, em manter seu povo unido e forte. Não há como não se apaixonar!

Vai mudar sua visão de mundo

Este é um filme que pode incomodar muita gente, especialmente porque mostra uma outra visão de mundo: a visão de pessoas que, socialmente, culturalmente e economicamente, são marginalizadas ao redor do mundo. Vale a pena refletir durante e depois do filme.

 

Primeiro herói negro dos quadrinhos

Sim, é isso mesmo que você leu: o Pantera Negra foi o primeiro herói negro dos quadrinhos, lançado oficialmente em 1966. Posteriormente, os Panteras Negras, movimento de luta pelo povo negro, nasceu nos Estados Unidos.

É inclusivo

Por ser um filme incrível, forte e emocionante sobre a luta do povo negro, por ser composto majoritariamente por atores e staff negros, podemos dizer, sem sombra de dúvidas, que este é um filme extremamente inclusivo.

Valorização da cultura negra

Pode parecer óbvio, mas a valorização da cultura negra é extremamente reforçada ao longo de todo o filme, não apenas em um elenco composto majoritariamente por pessoas negras: os figurinos pensados para remeter aos povos africanos, a tecnologia que mostra que a cultura negra também precisa ser valorizada neste sentido. Tudo isso cria uma atmosfera poderosa e reflexiva.

Trilha sonora sensacional

A trilha sonora de nada mais, nada menos do que Kendrick Lamar fez toda a diferença para que o filme tivesse essa pegada de adrenalina e reflexão por todas as suas duas horas e quinze minutos de duração.

Um elenco desses, bicho!

Gente, sério, que elenco maravilhoso! Comecemos por Lupita Nyong’o, que foi bastante reconhecida pelo seu papel em “Doze anos de escravidão”, ganhadora do Oscar de 2014, e, agora, volta à tona com um papel forte e representativo em Pantera Negra. Além, é claro, de outros atores incríveis como: Daniel Kaluuya, do thriller sobre racismo indicado ao Oscar, “Get Out” (Corra!) e Angela Bassett, indicada ao Oscar pela biografia da Tina Turner em 1993.

Wakanda

A cidade fictícia de Wakanda é o paraíso ideal! Une harmonia, luta, resistência e sabedoria. Honestamente: se Wakanda existisse, talvez o mundo fosse realmente um lugar melhor.

This is politic, baby!

O filme é um ato político ao dar protagonismo, voz e representatividade para o povo negro e esse, por si só, já é um motivo bastante significativo para que todos assistam a esta incrível produção.

fechar