Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Foto da Anna Paquin

Anna Paquin

Você já deve ter visto Anna Paquin na saga "X-Men" interpretando a Vampira ou quem sabe atuando nas séries "True Blood" e "Flack". Mas será que você consegue reconhecer esse rostinho ao assistir o filme "O Piano", de 1993? Foi nessa produção o primeiro contato de Anna com a atuação. Seu desempenho foi tão brilhante que lhe rendeu um Oscar. Na época, ela tinha apenas 11 anos de idade e se tornou a segunda atriz mais jovem a receber a tão famosa e desejada estatueta. Quer conhecer mais sobre a história de Anna Paquin e entender melhor o que ela pensa a respeito de temas como sexualidade e maternidade? Confira a seguir frases e citações da canadense e surpreenda-se!

continue lendo
Compartilhar

Resumo

Foto da Anna Paquin

Anna Helene Paquin, mais conhecida apenas como Anna Paquin, é uma atriz canadense, nascida em 24 de julho de 1982. A Vampira da saga ‘X-Men’, quando criança, não pensava em ser atriz… gostava de tocar alguns instrumentos, dançar, praticar esportes e fotografar; o seu sonho era ser a Primeira Ministra da Nova Zelândia, país onde se mudou com os seus pais aos 4 anos de idade. Foi no filme ‘O Piano’, de 1993, que teve o seu primeiro contato com a atuação. O seu desempenho no filme foi tão brilhante que lhe rendeu, nada mais nada menos, do que um Oscar aos 11 anos de idade e, com isso, tornou-se a segunda mais jovem atriz a receber a tão cobiçada estatueta.

Bissexualidade

Citacoes.in

Anna é assumidamente bissexual e conta que isso é algo muito certo em sua vida.

“Tenho certeza de que algumas pessoas que dizem que são bissexuais sentem menos medo do que afirmar que são gays. Para mim, não é realmente um problema, porque sou alguém que acredita que ser bissexual é realmente uma coisa. Não é inventado. Não é falta de decisão. Não é ser ganancioso ou inúmeras outras coisas ignorantes que ouvi até agora. Para um bissexual, não se trata de gênero. Esse não é o fator decisivo para quem eles são atraídos.”

Confira frases contra a homofobia

Tirando a roupa em cena

Uol TV e Famosos

Sobre as cenas mais quentes que a atriz interpretava em ‘True Blood’.

"Sou minha crítica mais dura. Mas acho que em um certo ponto, você precisa aceitar quem você é e parar de ficar tentando ser algo perfeito ou ideal."

Representatividade

Musa

Foto da Anna Paquin

A atriz participou de uma campanha chamada ‘Eu me importo, e você?’, que foi ao ar em 2010, em que cita pela primeira vez sobre a sua bissexualidade.

"Eu não sou alguém que falaria sobre minha vida pessoal sem nenhum motivo... Mas, para uma pessoa que se define como bissexual, essa é uma questão que realmente importa... Então, quando fui convidada para participar do vídeo... aceitei na mesma hora... Não era um grande segredo. Era algo que eu nunca tive a oportunidade de falar de uma forma útil. Obviamente, eu sei que a voz de uma pessoa não vai mudar muita coisa, mas eu só queria fazer a minha parte."

Se fosse fácil

Uol TV e Famosos

Ela diz que, mesmo depois de muitos anos interpretando um mesmo personagem, é possível ainda se surpreender com certas reviravoltas que acontecem com eles.

“Assim que os personagens estão acomodados em uma situação confortável e feliz, você sabe que vão puxar o tapete e eles vão ser lançados num redemoinho e tudo o que eles achavam certo e garantido vai pelos ares."

 

Sujeira para debaixo do tapete

Estadão

Ainda sobre a série ‘Flack’, Ana comenta que a história ali contada não foge muito da realidade do ramo.

“Acredito 100% que existam publicistas obrigados a limpar bagunças espetacularmente horrendas em nome de seus clientes.”

Livro aberto

Estadão

Foto da Anna Paquin

Anna não é de expor a sua vida pessoal, tampouco de se ver envolvida em qualquer tipo de escândalo na mídia.

“Não há muito o que se possa descobrir sobre a minha vida que uma pesquisa rápida no Google não diria. Passei a maior parte da minha vida meio que não sendo interessante nesse estilo tabloide. Trabalho, agora tenho uma família, sou casada, faço crossfit, tipo uau. Meu publicista não precisa realmente inventar isso. Quer dizer, talvez alguém possa tentar me fazer parecer mais empolgante criando um escândalo para mim, mas estou muito bem sem drama. Gosto que o drama fique na tela.”

Ah, o amor

Estadão

Anna contracenou com seu marido, Stephen Moyer, em True Blood, que foi onde se conheceram, e recentemente estão trabalhando juntos novamente em ‘Flack’.

“Nós adoramos trabalhar juntos. É o nosso lugar feliz. Foi assim que nos encontramos, como descobrimos o amor. Temos uma convivência simples e confiável que é difícil de replicar com outras pessoas.”

Mensagens de aniversário para enviar para o marido

Respeito pela escolha do outro

Estadão

A atriz acha que a sexualidade das pessoas não é a única coisa que as define e que é bom se falar mais sobre o assunto para que isso se torne cada vez mais irrelevante para a sociedade.

“Não sou idiota, mas não compreendo, em nenhum nível emocional, porque a sexualidade de outras pessoas é da conta de outros, a não ser da pessoa com a qual você está em um relacionamento. E eu acho que quanto mais falam sobre isso, mais isso se torna um tipo de nota de rodapé na sua biografia - em oposição à única coisa da qual as pessoas querem falar.”

Atriz também é fã

Observatório do cinema

Foto da Anna Paquin

Anna interpreta Peggy, filha do criminoso Frank Sheeran no filme ‘O Irlândes’, recentemente lançado no Brasil, e conta como se sente em participar do projeto ao lado de grandes nomes do cinema, como Robert De Niro, Al Pacino, Martin Scorsese, entre outros.

“É extraordinariamente legal. São todos os grandes deuses da indústria cinematográfica, todos em um único trabalho e em pude participar também. Eu estava extremamente animada e feliz de fazer parte do filme e é exatamente tão legal quanto parece… Eu não tenho vergonha, eu não vou ficar aqui e fingir que não foi nada. Não, foi demais! Eu estava pirando com a situação e o quão feliz eu estava de fazer parte de algo assim. Eu sou muito, muito sortuda.”

Mensagens para o fã enviar para o ídolo

Esclarecimento

Sapomag

A participação de Anna em ‘O Irlândes’ foi realmente muito pequena, englobando uma frase de seis palavras e aparições silenciosas durante o longa de três horas e meia. Isso rendeu muitas críticas ao cineasta Martin Scorsese, chegando a ser cogitado pela mídia de que ele haveria obrigado a atriz a participar do filme.

"Não, ninguém estava a ser 'mandada'. Fiz testes para o privilégio de me juntar ao elenco incrível de 'O Irlandês' e estou incrivelmente orgulhosa de fazer parte deste filme.”

Viveria tudo de novo

Legião dos heróis

Foto da Anna Paquin

Possível retorno de Vampira na continuação da saga ‘X Men’.

“Se tivesse alguma maneira, que fizesse sentido para minha personagem nesse mundo, é claro que eu gostaria. Eu sinto que essa é minha família cinematográfica, porque eu estive fazendo esses filmes desde que tinha 16 anos. Mas já tivemos tantos spin-offs, reboots e séries de TV, então não tenho certeza de que a Vampira ou qualquer outro personagem original se encaixa na história atual, então isso provavelmente não vai acontecer.”

Frases e pensamentos da saga X-Men

A vida depois dos filhos

Universo X Men

Depois da polêmica exclusão de cenas de ‘Vampira’, sua personagem no filme ‘X-Men: Dias de um Futuro Esquecido’, de 2014, foi lançada meses depois uma nova versão alternativa do filme, contendo todas as cenas então excluídas, mas Anna conta que não teve tempo de assistir nenhuma das versões do filme.

“Para ser sincera, eu não vi nenhuma versão do filme. Hey, todos aqueles que tiveram gêmeos e conseguem sentar-se no sofá e se divertir assistindo filmes, levantem as mãos. Eu não consegui.”

Demonstre seu amor enviando frases especiais para seus filhos

Sucesso na telinha

Universo X-Men

Foto da Anna Paquin

Os fãs de Vampira lutaram para ter acesso às suas cenas cortadas em ‘X-Men: Dias de um Futuro Esquecido’.

“É realmente lisonjeador. Eu agradeço a todas as pessoas que gritaram e lutaram pela Vampira.

Sexualidade

O Fuxico

Anna explica que, apesar de estar casada com Stephen Moyer, continua sendo bissexual e explica o porquê disso.

"Eu não acho que seja uma coisa no passado. Você ainda é heterossexual se está com alguém? Não significa que você não é, caso você terminasse ou se fosse morrer. Isso não impede que sua sexualidade exista. Não funciona exatamente assim."

Mensagens sobre a liberdade de amar

fechar