Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Chefes da ficção

Vemos os nossos chefes como pessoas cheias de conhecimento e competentes, não é mesmo? Conheça alguns empreendedores e chefes da ficção que também podem nos servir de inspiração para a vida.

Spotlight – Segredos revelados

Estreado no ano de 2015 e com direção de Tom McCarthy, Marty Baron é o chefe que conduz uma equipe de jornalistas que estão empenhados em investigar casos de pedofilia que envolvem padres. O que torna Marty Baron um chefe magnífico é o fato dele dar plena autonomia para a equipe e isso permite que a investigação seja um sucesso, entrando até mesmo para a história do jornalismo.

Com sua experiência, ele ainda atrasa a divulgação da reportagem, por conta do ataque de 11 de setembro, este teve total atenção do público. A história então só é publicada meses mais tarde.

Capitão Phillips

O filme foi estreado em 2013 e conta com a direção de Paul Greengrass. Na trama, o capitão Richard Phillips é responsável em guiar um cargueiro dos Estados Unidos até chegar ao Quênia. Porém, o navio é invadido por piratas da Somália e é aí que Phillips mantém a calma e planeja salvar a sua tripulação e também o cargueiro, mesmo com sua própria vida em risco. Ele se mostra um chefe que sabe da sua responsabilidade e salva o grupo, mesmo tendo como único recurso a inteligência emocional, que é uma das principais competências de um líder em tempos de crise.

007 – Operação Skyfall

Lançado em 2012, com direção de Sam Mendes, o filme mostra a chefe M, que trabalha junto com o agente secreto, James Bond. Juntos, eles evitam que um HD externo confidencial caia em mãos erradas, mostrando um lado de confiança que será testado em várias situações, mesmo as que colocam suas próprias vidas em risco. A chefe M mostra autoridade, sem ser uma pessoa autoritária, sendo amiga, mas sempre firme. Ela também mostra senioridade para um líder, além da maturidade necessária, levando mais segurança para a sua equipe.

House

É o médico eleito o chefe ideal da história da televisão, como mostra uma pesquisa feita por uma empresa russa. Ele até chegou a ser citado em alguns discursos políticos, como sendo um forte exemplo de um profissional que deve ser seguido.

Momentos decisivos

Lançado em 1986, com direção de David Anspaugh, o filme mostra a história de um treinador de equipe de basquete que encontra muitos problemas e dificuldades ao assumir o time. Assim como todos os líderes devem ser, Norman tem a grande tarefa, como o novo chefe do time, de conquistar o respeito de todos, assumindo uma postura rígida e séria, mas sempre buscando entender o que motiva a equipe e o que eles querem como bem-estar.

O discurso do rei

Com direção de Tom Hooper e lançamento em 2011, o filme mostra o novo rei George VI, que precisa se curar da gagueira para ser respeitado ao assumir o trono. Para isso, ele vai contar com uma ajuda de uma terapeuta especializada em fonoaudiologia. A aprendizagem mostrada no filme é que, para ser um bom chefe, muitos acabam se sentindo inseguros e precisam assumir suas fraquezas e lacunas, derrotando a vaidade em si mesmo. É importante assumir que precisam de ajuda de pessoas com mais experiências.

Uma saída de mestre

Lançamento em 2003, com direção de F. Gary Gray, o filme mostra Charlie, um especialista em decodificação de cofres. Embora seja um chefe desonesto, Charlie é um chefe que precisa organizar seu grupo para que juntos possam atingir um objetivo. No filme, aprendemos que um chefe tem que lidar com diferentes personalidades e habilidades e como líder, precisa explorar ao máximo cada funcionário com suas habilidades, de forma a contribuir certamente com as funções.

A rede social

Lançado em 2010 e com direção de David Fincher, o filme mostra a vida de Mark Zuckerberg, que é um estudante muito tímido de Harvard. Porém, sua vida muda radicalmente ao se juntar com seus amigos e criar uma rede social universitária, o famoso Facebook. Além de mostrar a criação do site, o filme enfatiza as disputas pelo poder que ocorre em uma empresa. Então, um gestor tem uma vida muito difícil, pois a posição de liderança é bem trabalhosa e precisa de atenção para suportar a pressão. Mas o filme também mostra que o líder precisa se cercar de pessoas que tenham potencial para complementar suas lacunas, pois sem ajuda, podem não conseguir atingir o sucesso.

Um senhor estagiário

Da diretora Nancy Meyers, o filme foi lançando em 2015 e a chefe é Jules Ostin, fundadora e diretora do site de e-commerce que possui mais de 200 funcionários. Na trama, ela contrata um viúvo de 70 anos e a convivência entre eles é marcada pelo conflito de gerações. Isso porque a chefe da história é jovem e cheia de energia, enquanto que o viúvo tem um ritmo totalmente diferente. Porém, ela se mostra nada preconceituosa e tira o máximo de proveito da situação, ou seja, está sempre escutando Ben e buscando aprender novas habilidades com ele. Jules nos mostra o quanto um gestor precisa valorizar as diferenças com seus funcionários.

O segredo dos seus olhos

Um filme de 2009, com direção de Juan José Campanella, mostra Irene Hastings, chefe de Benjamin Esposito que trabalha no departamento de Justiça Penal, em Buenos Aires. O filme se passa no ano de 1970, com uma investigação de um crime brutal. Esposito conta com a incrível ajuda de sua chefe direta, Irene, para conseguir encurralar o principal suspeito do crime. Ela se mostra uma chefe incrível por ir contra todas as outras autoridades, permitindo que sua equipe siga com a investigação, enquanto que outros fazem “vistas grossas” ao ocorrido. Embora dura, está sempre jogando com o time, capaz até mesmo de se arriscar pessoalmente para conseguir desmascarar o criminoso. Ou seja, ela sai do seu papel de gestora e está lá com a equipe, ajudando-os a atingir o objetivo.

Intocáveis

Dos diretores Eric Toledano e Olivier Nakache, o filme foi estreado em 2011 e mostra o chefe Phillippe, que tem Driss como cuidador. Ele precisa de ajuda por ter sofrido um grave acidente, onde ficou tetraplégico. Enquanto que o enfermeiro tem personalidade irreverente, o milionário possui uma postura rígida, mas que com o tempo se torna um forte laço de amizade entre ambos. Phillippe é um grande chefe por, no decorrer do filme, se mostrar positivo ao processo de transformação, já que antes era frio e distante dos empregados. Ao final do filme, ele já é um chefe divertido e humilde, mostrando uma capacidade que todos os chefes precisam ter, ou seja, a abertura em cultivar amizades, mesmo com seus funcionários.

Mr. Selfridge

Com direção de Andrew Davies, estreado em 2013, o filme mostra Harry Selfridge. A história é rodada em 1910, mostrando um empresário norte-americano que abriu uma loja de departamentos em Londres. Rapidamente ela se tornou uma das principais da cidade. Harry Selfridge é um bom exemplo de chefe, pois se mostra preocupado e generoso com seus funcionários. Na trama, ele trabalha mais que a sua equipe e consegue deixar o clima leve e descontraído, mesmo que as coisas não vão bem. Esse é um líder que não deixa de expressar o seu lado humano à sua equipe e mesmo pressionando os funcionários para que alcancem resultados, ele é muito compreensivo e ajuda a todos sempre.

Armagedom

Lançado em 1998, com direção de Michael Bay, o filme mostra o chefe de equipe de perfuração Harry S. Stamper. Quando um asteroide ameaça entrar em colisão com a Terra, ameaçando destruir tudo, a equipe de Stamper é convocada para colocar uma bomba nuclear no interior do asteroide. Harry confia muito em sua equipe, porém, as coisas lá em cima não saem como o planejado e eles são obrigados a deixar um para fazer o “serviço”, dando sua vida. Em um sorteio, o funcionário mais jovem da equipe fica com a missão, porém, Harry se mostra um verdadeiro chefe e troca de lugar com ele. O chefe da história mostra que sabe como conduzir a sua equipe, mesmo quando outros não acreditam nela. Além disso, é capaz de assumir os riscos que ele mesmo impôs à equipe, nem que isso custe o seu cargo, mas jamais culpa outro para se proteger de uma falha em seu planejamento.

Amor sem escalas

De direção de Jason Reitman, lançado em 2009, o filme mostra o chefe de setor Ryan, que tem a difícil tarefa de dar demissão para os funcionários. Isso é algo inevitável para um gestor, que precisa dar a novidade para sua equipe, mesmo que essa seja negativa, como a demissão. Porém, o filme mostra como fazer isso de forma equilibrada, ética e sem perder o lado humano. É claro que não é apenas demissões que são vistas como notícias ruins, mas também cancelamento de projetos, cortes de recursos e premiações, entre outros. No filme, o chefe é um líder que mostra o quanto de inteligência emocional é preciso para essas horas.

O homem que mudou o jogo

Lançado em 2012 e com direção de Bennett Miller, o filme mostra Billy, que é o líder de um time de beisebol que possui baixo desempenho nos campeonatos que participa. O treinador então decide em usar um modelo matemático para calcular oportunidades e riscos ao recrutar novos jogadores. Assim, o filme mostra um chefe que tem uma característica bastante saudável, dando mais atenção às forças do que se apegando às fraquezas da equipe. Assim, ele mostra que os chefes devem se concentrar não nas falhas, mas em promover as habilidades e valorizar cada funcionário.