Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Como não sufocar o ficante

Está ficando com alguém especial? Então fica de olho nessas dicas para não sufocar o seu ficante! Afinal, você não quer que ele saia correndo pra bem longe de você, não é mesmo? Vai com calma e siga à risca nossas dicas pro "rolo" se tornar leve e suave, assim tudo pode fluir muito melhor!

Entenda a agenda do outro

Quando estamos gostando de ficar com alguém, é comum sentirmos vontade de ver a pessoa cada vez mais. Não há problemas em fazer convites esporádicos e, até mesmo, mais frequentes, caso perceba que a pessoa está com o mesmo anseio. Mas, primeiro, sinta o terreno e dê um passo de cada vez. Se perceber que ele(a) não está com essa vontade de ter encontros mais frequentes, o melhor a se fazer é dar uma pausa nos convites ou, até mesmo, esperar que ele(a) te chame. Lembre-se de que estão só ficando e que, portanto, muito provavelmente, você ainda não é uma prioridade na vida dele(a).

Evite chamar para sair em datas especiais

A não ser que esteja ficando muito sério (quase namorando), evite apostar na ideia de convidá-lo(a) para ocasiões especiais, ou seja: jantar de Dia dos Namorados, encontros de família, aniversário (com exceção de comemorações que contem com a presença de amigos também) e casamentos são alguns exemplos de ocasiões nas quais o(a) ficante só deve ser incluído quando houver mais tempo e firmeza no relacionamento.

Evite ligações longas

Com tantas tecnologias disponíveis para conversas instantâneas, o hábito de ligar (por meio de telefone ou videoconferência) está ficando cada vez mais como uma opção para urgências, assuntos mais delicados e importantes ou, claro, para matar as saudades de uma pessoa querida. Isso, obviamente, não o(a) impede de ligar para o(a) ficante uma vez ou outra, mas ter conversas longas frequentemente (principalmente se há a existência de um hábito de trocar mensagens durante o dia) pode acabar tendo efeito contrário e afastar a pessoa. Falar com alguém “ao vivo” demanda mais atenção para com a pessoa que está falando do que troca de mensagens de texto ou voz, então, é algo que, de fato, toma mais tempo e interfere mais na rotina. Portanto, caso perceba que a pessoa não se mostra muito disposta a fazer esse tipo de chamada, fique mais nas mensagens mesmo.

Pergunte, mas nem tanto

Enquanto há pessoas que são “livros abertos” e contam tudo sobre a vida para todos, existem outras que são mais reservadas e demoram a adquirir confiança para se abrirem com as pessoas. Se seu/sua ficante não demonstra ter essa abertura, por ora, não pergunte ou instigue-o a contar segredos, assuntos delicados e/ou pessoais. Vá aos poucos ganhando a confiança dele(a) e faça com que ele(a) se sinta confortável em se abrir com você.

Ele(a) demorou para responder? Está tudo bem!

Há pessoas que não ligam quando demoram para responder mensagens, mas outras ficam incomodadas e levam isso para o pessoal. Apenas não leve. Obviamente que uma conversa não deve ser um monólogo, mas uma eventual demora para responder não significa descaso ou perda de interesse por você. As pessoas têm outros afazeres, problemas e compromissos; sendo assim, nem sempre ela estará disponível na hora que queremos. E, não se esqueça: vocês ainda não têm nada concreto, então, sem pressão.

Leia também: Dicas para ele correr atrás e você não se magoar!

Perguntas sobre você

Assim como há chances do(a) ficante não dar abertura logo no início para conversarem sobre questões mais delicadas, não se preocupe caso ele(a) não faça perguntas íntimas. Novamente, não se trata de descaso, e, sim, da particularidade de cada um. Mesmo que você seja uma pessoa mais “aberta”, não necessariamente o outro se sente confortável com este tipo de assunto.

Não leve tudo para o pessoal

Temos a mania de pensar que um tom de voz diferente ou uma conversa por mensagem mais “seca” é sinal de que a pessoa está com algum problema conosco. Quando há interesse por alguém, esse é um problema que parece ser multiplicado por 10. Mas lembre-se que, assim como você tem dias mais tensos ou corridos, seu(a) ficante também tem, então não leve a mal todo ponto final que achou “diferente”, uma risada menos animada ou uma conversa sem muito diálogo. Não cobre simpatia dele(a) 100% do tempo, pois isso não vai acontecer.

Presentes? Ainda não

Não se esqueça de que estão apenas ficando, ok? A não ser que seja algo que esteja prestes a se tornar em um namoro, vocês ainda não têm nada sério, então, mimos em excesso podem acabar fazendo com que a pessoa se sinta pressionada e, até mesmo, constrangida. Tirando aniversários ou alguma outra ocasião especial, evite dar presentes e aposte em coisas mais delicadas – que, ainda assim, precisam ser dadas com moderação. Mande uma música que lembre a pessoa, um bilhete carinhoso, uma flor que encontrou... pequenos gestos podem ser menos “desesperados”, mas, ainda assim, mais significativos do que presentes.

Fotos juntos? Tome cuidado!

Quando gostamos de alguém, é normal quereremos postar fotos com a pessoa nas redes sociais; mas, talvez, com nossos ficantes, devamos esperar um pouco para fazer isso. A não ser que seja alguma foto em tom de amizade (caso vocês sejam muito amigos), postar imagem de casal precocemente pode acabar expondo algo que ela não gostaria de expor no momento. Lembre-se: vocês ainda não têm nada sério, então não rola ficar chateado(a) com essa preferência da pessoa.

Status do relacionamento

Às vezes, mesmo ainda ficando com alguém, já começamos a nos apaixonar e imaginar o futuro do relacionamento. Caso você esteja sentido algo mais pela pessoa, não há problemas em conversar sobre isso com ela, mas, dependendo do que for acordado, não pressione a pessoa a ter algo mais sério. Às vezes, os seus sentimentos não se equivalem aos dela e, por isso, é preciso dar o tempo para que a pessoa vá, aos poucos, sentindo o mesmo por você.

Você também pode gostar: Como transformar um ficante em namorado?

Não deposite todas as suas expectativas na pessoa

Ficar com alguém é bom porque você tem a oportunidade de ter um envolvimento com alguém sem, necessariamente, ter um compromisso – e isso significa que você pode, até mesmo, se envolver com outras pessoas ao mesmo tempo. Se seu/sua ficante não parece estar interessado(a) em levar o relacionamento a diante, se abra para novas possibilidades e não fique dependente de apenas uma pessoa. Às vezes, ela não era a pessoa certa.

A família do ficante

Normalmente, apresentamos para a nossa família a pessoa com quem se tem algo mais sério; um namoro, por exemplo. Portanto, não insista para que seu/sua ficante a(o) leve para conhecer sua família, pois isso é algo mais íntimo e pode ser que ele(a) não esteja a fim de dar esse passo no momento.

Eu te amo?

Não há problemas em amar alguém que não necessariamente é um namorado, mas, às vezes, não é uma boa expor os sentimentos tão cedo. Para algumas pessoas, um “eu te amo” é algo totalmente especial e único, então é algo que se espera ouvir de alguém com quem se está há mais tempo. Então, sinta o clima do casal, o clima em que o relacionamento está para, assim, poder abrir seu coração desta forma. Porque, caso contrário, isso só irá afastar a pessoa.

Não insista

Chamou o(a) ficante para sair e ele disse que, naquele dia, não estava muito a fim? Então, não insista. Isso não necessariamente é sinal de que ele(a) está perdendo o interesse por você. Ele(a) pode estar apenas querendo um tempo para si. Não se esqueça de que, por ainda não terem nada, uma saída ainda não é totalmente espontânea; há a necessidade de conquistar a outra pessoa. Por isso, aceite esse “não” tranquilamente e espere que ele(a) te convide em uma outra oportunidade – ou que você mesmo(a) convide em outro momento.

Seja leve

Ter um(a) ficante é ter um relacionamento descontraído, sem cobranças e cerimônias. Então não deixe que esse relacionamento, que deve ser gostoso apenas, te deixe ansioso(a) e inseguro(a). Curta o outro e aproveite os momentos juntos, mas não se prenda a algo que ainda é inconsistente. Deixe que o tempo se encarregue de encaixar as peças e, assim, tornar esse relacionamento mais sério.