Famosos / Humoristas

Frases de Clarice Falcão

Atriz, cantora e roteirista, Clarice Falcão provou que tem talento de sobra! Conheça seu pensamento sobre feminismo, a música e demais assuntos.

Tento ser

Clarice Falcão

Tento ser uma pessoa que não vive em função da graça.

Relação com Gregório

Clarice Falcão

Começamos o Porta juntos, fizemos uma peça, um filme, escrevemos juntos… Isso não me incomoda. Mas é chato quando passa pro pessoal. Por exemplo, no Instagram eu posto foto de um amigo meu e: “Ué, e o Gregório?”. Cara, eu terminei... Já aconteceu de eu estar andando na rua e escutar “Gregório”. Por que? Eu não sou o Gregório, não estou com o Gregório, não namoro o Gregório, não sei por que você está gritando “Gregório”. Acho que às vezes as pessoas fazem só pra irritar. Isso me dá raiva. Nesse ponto é chato.

Não tenho a mínima obrigação

Clarice Falcão

Recebi muito comentário no YouTube dizendo que eu era muito feia. Eles estavam me criticando, pois não consegui ser bem-sucedida no meu trabalho de ser bonita. Não tenho a mínima obrigação disso. Então, que pena para eles. É um pensamento que a mulher tem obrigação de ser atraente, legal, delicada. Isso me incomoda. Temos muitas mulheres engraçadas por aí, apesar dessa pressão.

Dueto da banda com a platéia

Clarice Falcão

O show, especialmente quando ele acontece em uma casa de shows, com o público em pé, é quase um dueto da banda com a platéia, a troca é bem maior. Mas o meu é especialmente teatral, gosto de misturar as duas coisas. Quem fez a direção do espetáculo é o meu pai, que é diretor de teatro, por isso tem uma cara diferente de um show comum.

Cantar e atuar no teatro

Clarice Falcão

Acho que cantar precisa de um pouco mais de tato, você se equilibra um pouco mais. Atuar é texto e fazer bem; música é atuar, interpretar, fazer bem, ter uma conexão com a plateia, as letras da música, as notas, o tempo. E ainda tem a banda que está junto. Mas adoro fazer os dois, e os dois dão o mesmo tipo de nervoso antes de entrar no palco - além da mesma dinâmica de você entrar mais nervoso do que sai.

Carreira musical

Clarice Falcão

Ainda fico muito nervosa, mas é uma sensação nova e muito boa.

Palco

Clarice Falcão

Gosto muito de estar no palco, mas acho que é bom ficar nervosa, quando parar de ter frio na barriga vai ser meio chato.

Menos clichê

Clarice Falcão

Acho que é uma forma menos clichê. Eu adoro falar de amor, de sentimentos, relações, maluquices, mas é um tema muito difícil, porque ja foi falado muitas vezes. Tantas pessoas já falaram tão bem de amor que eu acho muito legal pensar de um jeito diferente. Gosto muito de letra, de escrever, então não queria algo que só enchesse a música, "eu te amo muito e etc". Eu tenho uma preocupação de fazer coisas que não ouvi antes. Acontece de eu terminar uma música e pensar "já ouvi isso em algum lugar", ou "isso está muito bobo", então eu boto na gaveta. Às vezes, depois eu uso, tenho uma ideia genial, mas geralmente não tenho e fica na guardada mesmo. (Sobre usar o humor em suas músicas de amor)

Definitivamente

Clarice Falcão

Sou escorpiana, sou uma péssima pessoa, mas ninguém acredita. No primeiro CD até usei esse personagem porque achei que seria engraçado uma menina fofa falando absurdos, achei que a piada funcionaria melhor e o show também. Era tudo branco e eu falando “vou te matar”. Mas definitivamente: não sou fofa!

O que der na telha

Clarice Falcão

Sou, principalmente, muito cara de pau. Faço o que der na telha. É que nem gente que salta de asa delta. Quando já não dá mais frio na barriga, ela parte para o paraquedas. Sou assim com arte. Fico querendo esse nervosinho.

Acho isso incrível

Clarice Falcão

Gosto muito da relação direta com o público que a internet me proporciona. Posso compor uma música agora e colocar no ar em menos de duas horas. Acho isso incrível. Um contrato com uma grande gravadora muitas vezes acaba com essa liberdade.

Família

Clarice Falcão

Nasci em uma família em que, se você não brincasse ou entrasse na onda, era engolido.

Porta dos Fundos

Clarice Falcão

É legal ser parado na rua por um produto da internet que foi feito com pouco dinheiro e de forma independente. As pessoas se sentem íntimas, porque você está no computador delas. É até mais próximo do que a TV.

Forma de charme

Clarice Falcão

Para você se colocar numa posição ridícula, tem de abdicar da sua vaidade. Nos vídeos do Porta dos Fundos, evito me olhar no espelho ou ficar preocupada se o cabelo está bom. Gosto de me arrumar, sou vaidosa, mas não neste momento. Quando estou fazendo comédia penso justamente o contrário. Não tenho medo de ser ridícula ou me expor . E acho que o humor é uma forma de charme.

Falar de amor

Clarice Falcão

Acho importante falar de amor, que é um tema exaurido, de forma diferente. Queria fugir dos clichês, da mesmice. É muito fácil ser piegas falando do amor.

Planos

Clarice Falcão

Eu tenho uma ideia, resolvo fazer música. Até então eu estava escrevendo, mas já tinha sido atriz. Eu acho legal, é bom estar aberto para as oportunidades que aparecem. Às vezes você tem uma ideia tão fechada de onde quer chegar que acaba não reparando no que aparece no caminho.

Contratos e contratos

Clarice Falcão

Existem contratos e contratos. Uma gravadora pode ser ótima quando ela confia que o seu trabalho vai dar certo do jeito que ele é, mas nem sempre é assim.

Estado laico?

Clarice Falcão

Infelizmente, em todas as notas do nosso dinheiro está escrita a frase “Deus seja louvado”. Acho uma pena, até porque as religiões minoritárias terminam saindo prejudicadas. Uma piada sobre a religião católica ou evangélica causa revolta, mas a frase ‘chuta que é macumba’ é falada cotidianamente e ninguém acha estranho.

Criação

Clarice Falcão

Nasci no Recife, com 4 anos vim pra São Paulo. Quando eu tinha 5 anos fomos pro Rio, aí fiquei. Minha mãe era muito paranoica, quer dizer, ela era ótima, mas era meio nervosa com tudo. Isso tem muito a ver com a história dela. Quando eu saía ela fica apreensiva, superpreocupada. Tinha um certo cuidado extremo. Mas ao mesmo tempo eu era muito livre para fazer minhas escolhas. Ela nunca olhou um boletim na vida, não sei se ela sabe como é um boletim.

comentários

anterior

Eduardo Cunha

As opiniões de um dos líderes do PMDB

próxima

Marcos Frota

Frases e curiosidades desse grande artista