Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Mensagens para relacionamento vai e volta

O meio termo entre o vai ou racha é angustiante. Muitos casais vivem terminando e voltando por amor. O jeito é saber o que é melhor para o seu coração nessa montanha russa amorosa.

Como se constrói uma relação

Um relacionamento deve ser baseado em amor e confiança. E, mais do que isso, os dois precisam estar dispostos a assumir o compromisso e dividir as experiências dali para frente. Quando você se compromete com alguém, muitas coisas podem estar envolvidas e a partir desse momento você passa a tomar atitudes pensando em como podem afetar a duas pessoas, e não apenas a você. Sinceridade, honestidade e fidelidade andam lado a lado nesse processo. Por isso, é importante não tomar decisões precipitadas e estar ciente do que assumiu.

Atitude esperta

Em pequenos detalhes do dia a dia é possível perceber o que anda errado em seu relacionamento. Se você nota certos comportamentos no parceiro e percebe que ele deseja terminar a relação por motivos fúteis e usa isso como desculpa, coloque um ponto final desde já. Não leve a situação adiante e evite que os dois se magoem.

Terminar nem sempre é a solução

O relacionamento por si só já é bem difícil e pode gerar grandes momentos de desgaste. Às vezes o término se torna inevitável e os dois precisam seguir outros caminhos. Quando se envolve sentimento, a saudade sempre aparece para fazer repensar as decisões tomadas. Reatar um namoro não é pecado e, muito menos, um erro! Afinal, nada melhor do que duas pessoas que se amam ficarem juntas, não é?! Mas tome cuidado! Não coloque um ponto final em sua relação por qualquer motivo; vocês precisam ser maduros e encarar os problemas de frente até que se resolvam. O término nem sempre soluciona tudo e vai acabar aumentando o desgaste entre vocês.

Se respeitem!

Você se sente bem correndo atrás do amor de outra pessoa? Às vezes casais, em dado momento da relação, sentem a necessidade de seguir caminhos diferentes, com outros propósitos na vida que nem sempre se ligam. E quando um não quer, não adianta forçar a barra. Não se desgaste e nem fique correndo atrás desesperadamente da outra pessoa, o amor é uma coisa natural e que não funciona sob pressão. Respeite sua individualidade e a do outro.

E o mundo lá fora?

Muitas vezes também as pessoas pensam que podem estar perdendo o amor de suas vidas ao fim daquela relação e por esse motivo acabam cedendo para reatar as coisas. Mas, pense em quantas coisas boas você pode estar perdendo, enquanto se mantém refém de uma situação que só te desgasta ao longo do tempo. Se permita viver as experiências que a vida te proporciona sem culpa e sem medo de ser feliz.

Se ame!

Ficar sozinho pode ser um bom momento para se autoconhecer e aprender a se amar mais. O amor próprio deve estar calibrado em sua vida e você jamais pode duvidar dele. Pense em como pode ser possível que você ame e se dedique a alguém se não consegue fazer isso por você mesmo? Pelo seu próprio bem? Tirar umas “férias” de relacionamentos não parece tão ruim assim.

E o amor, como fica?

O amor deve ser uma troca e tudo precisa ser muito saudável. A partir do momento em que você se sente infeliz, triste e estressado bem mais do que fica feliz ao lado da pessoa amada, é hora de repensar a relação. Por mais difícil que seja e mesmo amando a outra pessoa, a melhor solução pode ser colocar um ponto final definitivo no relacionamento. Apenas o sentimento não é suficiente para manter uma relação estável, embora seja o primordial.

Chega de indecisão!

Não deixe que o outro (e até você mesmo) use a indecisão como desculpa para terminar e reatar o relacionamento... É melhor estarem separados para pensar com calma em tudo, do que juntos vez ou outra para aumentar o desgaste que já sofreram. E aí a relação pode ter um fim desagradável para os dois. Se o problema é estar indeciso, dê um tempo para que a pessoa pense a respeito ou peça para que se decida sem enrolar. Afinal, não deveria ser tão difícil saber se quer ou não estar ao lado de quem se ama.

Sinceridade sempre

Pior do que enganar outra pessoa, é enganar a si mesmo. Se você não está contente e não vê futuro na relação, porque aceitar reatar as coisas só para agradar o outro? Além de magoar alguém, você estará privando essa pessoa e a você mesmo de viver outras experiências que sejam reais e sinceras. Tomar decisões, às vezes, pode ser um tiro no escuro e ninguém está imune de se arrepender. Por isso, é importante ser honesto e avaliar com cautela as situações. Ainda mais se os términos acontecem para encobrir o que vai mal no relacionamento...

Avalie os sentimentos

Tenha um momento a sós e pense: por que quer terminar? Essa é a melhor escolha para a situação que estão vivendo? E, se já se separaram, por quais motivos você ou ele querem retomar o namoro? Se as respostas forem carência, saudade ou medo de ficarem sozinhos, saibam que esse não é o melhor caminho.

Faça escolhas inteligentes

Há quem diga que a sensação da volta de um amor é uma das melhores e talvez seja esse sentimento o responsável por te dar uma segurança momentânea após o término. Mas não se deixe levar. Se vocês terminaram e sequer conversaram sobre os problemas, os momentos bons podem durar pouco e aí todas as coisas que andavam chateando os dois voltarão à tona. Existem dois caminhos possíveis: outro término ou a resolução dos problemas. Qual você escolhe?

Maturidade é essencial

Sentem para conversar de forma honesta e avaliem juntos se tantas idas e vindas no relacionamento estão sendo boas para os dois. Aceitem as críticas e reclamações um do outro e saibam reconhecer seus erros. Acima de tudo, sejam honestos! A princípio pode ser difícil terminar uma relação e isso requer muita maturidade, ainda mais quando é a escolha mais correta para o momento.

Não há nada de errado com você!

Após um término, é normal que pensamentos do tipo “o que há de errado comigo?” ou “será que foi tudo culpa minha?” apareçam. Mas desencane! Não há nada de errado com você ou com o ex-companheiro, e essas dúvidas não devem ser levadas em consideração na hora de se ponderar uma volta. Quando pensar assim, tente se lembrar do que pesou na decisão de terminar.

A felicidade demora, mas vem!

Espante o medo de ficar sozinho. Na vida, nem tudo são flores e, por mais que as dificuldades apareçam, uma hora as coisas começam a andar e a sua vida vai fluir superbem! Sua felicidade e sua metade da laranja estão aí em algum lugar, não precisa se desesperar. No momento certo, vocês se encontrarão.

Errando é que se aprende

Se o momento que passaram separados foi ruim e com ele aprenderam a enxergar seus erros e estão dispostos a trabalhar para que as coisas funcionem, não há porque não tentar. Conversem, apontem os pontos fracos, se comprometam a mudar e coloquem um “ultimato”. Ou é para ser ou não é, chega de vai e volta!