Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

O que é mansplaining?

Mansplaining é um termo muito usado dentro do movimento feminista, mas ele vai além de mais uma simples expressão americanizada que adotamos ao nosso vocabulário. Entenda o conceito de mansplaining, sua importância dentro do feminismo e quão grande é sua presença no nosso cotidiano.

continue lendo
Compartilhar

Etimologia de mansplaning

Para quem não entende inglês, é importante explicar de onde vem a palavra “mansplaning”: man significa “homem”, enquanto “explaning” significa “explicando” ou “explicação”. Da mesma forma, foi traduzida para português como “omexplicando”.

Incapacidade de julgar uma mulher capaz

O mansplaning, ou omexplicando, acontece por conta da incapacidade de julgar uma mulher capaz: mulheres sempre serão inferiores até mesmo para o mais medíocre dos homens. Também é uma necessidade inconsciente de desvalorizar o conhecimento de uma mulher, deixando-a insegura de suas habilidades.

Crenças machistas

Existe a crença machista de que a “mulher fala demais”. Entretanto, pelo contrário, as pesquisas mostram que, geralmente, as mulheres são mais silenciosas do que os homens. Isso evidencia que, para o homem, portanto, qualquer frase de uma mulher é “falar demais”. Talvez seja por isso que sintam a necessidade de explicar tudo como se fossem os seres supremos do conhecimento.

A importância do nome

É importante que exista o nome “mansplaning” para o fenômeno, pois quando conseguimos nomear um problema, ele parece mais palpável e tátil e, assim, mais fácil de solucioná-lo. Hoje é muito mais comum ver mulheres reclamando do mansplaning do que antigamente, apesar de ser uma prática usada há tempos, provavelmente desde os primórdios da humanidade.

Conheça o Clube da Luta Feminista

Exemplo

Um exemplo clássico de mansplaning é explicar a uma médica o que é um derrame, ou a uma engenheira como usar pilhas. Mas também se trata de um mansplaning quando a mulher é leiga, mas o homem também: às vezes, estão ambos falando sobre política e, ainda que nenhum deles seja jornalista, ou político, ou nada do tipo, o homem faz questão de tratar a mulher como se ela fosse infinitamente inferior a ele, às vezes tendo que explicar coisas básicas, como se ela fosse uma criança. Tudo isso é mansplaning.

 

Num contexto mais amplo

Apesar de mansplaning aparecer, sobretudo, nas pequenas coisas, seu efeito também aparece numa maior escala: por exemplo, conhecimentos intrínsecos à mulher, como gravidez, menstruação e outras questões ginecológicas, foram tiradas de seu poder e, durante um tempo, foram dadas somente aos homens. Só hoje voltamos a nos afirmar como médicas e parteiras e, ainda assim, restam dúvidas sobre nossa capacidade.

Dicas para não cometer o mansplaning

Se você é homem e quer tentar não cometer mais o mansplaning, basta prestar atenção ao seu comportamento. Pense sempre no assunto que estão discutindo: qual de vocês têm mais propriedade para falar dele? Se for ela, lembre-se de colocar-se no papel de aluno: você pode até duvidar e contestar, mas sempre respeitando a experiência dela. E mesmo que nenhum de vocês tenha propriedade, ou até que você seja mais capacitado, preste atenção para ver se você não a está tratando como uma criança.

fechar