Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Poemas para o Outubro Rosa

A campanha Outubro Rosa começou na década de 1990 com a “Susan G. Komen Breast Cancer Foundation” visando reduzir índices de mortalidade via conscientização do diagnóstico precoce do câncer de mama e, a partir de 2011, de colo do útero. Evitar os fatores de risco e realizar exames simples de rotina são atitudes fundamentais para a prevenção. O tratamento envolve custosas etapas de cirurgia, quimioterapia, radioterapia, monitoramento e suporte emocional e familiar. Exige força interior e conhecimento por parte dos envolvidos. Em Poemas para o Outubro Rosa você encontra palavras de força e para a mobilização da prevenção. Inspire-se! Se alguém que você conhece precisar de incentivo, apoie!

continue lendo
Compartilhar

Resultado

Poemas para o Outubro Rosa

'Defrontar o inesperado  Assimilar um desafio  Preparar a mente  Mobilizar o espírito  Enfrentamento  Descobrir uma nova versão de si  Amadurecer, encontrar a sabedoria,  persistir  Inundar-se de força e de amor' -Poemas para o Outubro Rosa

Defrontar o inesperado

Assimilar um desafio

Preparar a mente

Mobilizar o espírito

Enfrentamento

Descobrir uma nova versão de si

Amadurecer, encontrar a sabedoria,

persistir

Inundar-se de força e de amor

Derramar coragem e vontade de viver

Voar para horizontes ocultos

Resistir

Assumir a guerra

Partir para a luta

Arrebanhar combatentes,

familiares, amigos e todos os bons sentimentos.

Refutar as sensações impróprias

Esperançar um novo resultado

de doce gosto de vitória

Regozijo de laço fortalecido

e de elos ampliados.

Cuidar-se sempre e mais

em constante olhar para si,

para dentro,

para longe,

para além do Outubro Rosa.

Armar-se e amar-se,

como nunca, o tempo todo,

para sempre.

Apoie quem você ama para a superação ao câncer

Um toque de carinho

Tocar-se

na consciência ou nas mamas

nas semanas,

nos outubros rosas,

durante a vida toda.

Atos de certeza,

de tranquilidade,

de cuidado e de atenção.

Tocar-se

hábito, comportamento corriqueiro.

A delicadeza de se olhar,

de se tratar com respeito,

coragem e inteligência.

Tocar-se

autodetecção, amor-próprio.

Ruptura de passividade,

domínio de seu território pessoal.

Atitude de quem sabe o que quer!

Tocar-se

estar à frente, liderança.

Simples e fácil,

barato e íntimo.

Um toque de carinho.

Um começo, um capricho

jamais suficiente,

nunca insipiente.

Tocar-se

do toque que salva,

que é pertinente,

mas não encerra a busca

de uma e de qualquer

mulher que precisa vencer

uma guerra

contra o câncer de mama!

O amor e o poder

Poemas para o Outubro Rosa

'A mulher que se ama cuida de si  e sabe da sua importância  para quem ela própria estima.  A mulher que se ama se previne,  se examina, se conhece,  se mantém atenta aos sinais do corpo.  A mulher que se ama se protege ' -Poemas para o Outubro Rosa

A mulher que se ama cuida de si

e sabe da sua importância

para quem ela própria estima.

A mulher que se ama se previne,

se examina, se conhece,

se mantém atenta aos sinais do corpo.

A mulher que se ama se protege

e procura viver se transformando num escudo

afastando tudo o que não é saudável ou não faz bem.

A mulher que se ama se amplia,

contagia o seu semelhante

com sabedoria, com informação.

A mulher que se ama se cura

e faz de tudo para vencer a doença:

quando adoece, se fortalece.

A mulher que se ama tem poder

se cuida, se protege, se previne,

se enxerga florida e desinibida

num Outubro Rosa.

É horizonte sem limite,

tem sede de viver!

Promova a conscientização da campanha Outubro Rosa

Espelho

'Enxergar a mudança física no espelho  Olhar para dentro de si  Observar as diferenças  Avistar o resultado da coragem, da batalha  Contemplar cicatrizes, sutilezas  Distinguir nobreza  Divisar o que lhe é familiar e o que é do outro  Visitar a fé, o amor-próprio' -Poemas para o Outubro Rosa

Enxergar a mudança física no espelho

Olhar para dentro de si

Observar as diferenças

Avistar o resultado da coragem, da batalha

Contemplar cicatrizes, sutilezas

Distinguir nobreza

Divisar o que lhe é familiar e o que é do outro

Visitar a fé, o amor-próprio

Descortinar a autoestima

Perceber os relacionamentos vãos e os viáveis, os saudáveis

Reconhecer a beleza e o poder

Cuidar das carências, dos medos, dos sentimentos

Examinar defeitos, malfeitos, insanidades

Encontrar respeito, inspiração de sobrevivente,

um templo

Achar-se viva, outra,

primavera de Outubro Rosa

Testemunhar todas as dores, os dissabores

Ver os grandes valores, os amores,

a alegria de ser!

Lenços

Sim.

Que eles façam parte da sua vida

Que sejam coloridos,

vibrantes, brilhantes e “pra cima”.

Que tragam adorno,

realcem o contorno do rosto de quem luta

e não ocultem a beleza,

a singularidade.

Sejam de brisa ou

de nuvem,

mas, antes de tudo,

carreguem de paz o coração.

Estampados de Outubro Rosa ou lisos,

sobre os ombros ou em turbante,

que eles mostrem o diamante

que é você, mulher.

Luta, garra e vitória

história de superação na trajetória,

exemplo de fé

sejam todos lenços de cabeça,

explícitos de elevada autoestima

Que aqueçam, que protejam,

mas não encubram

a mente poderosa

e um coração cheio de emoção,

de vontade de viver.

Encontre frases de positividade para resistir ao câncer!

Cicatriz

Poemas para o Outubro Rosa

'Rio que corre o peito  Sinuoso e desidratado  Desabitado, desarranjado  Sem ter onde desembocar  Quem te quer sendo cicatriz?  Linha de escrita sutil  de batalhas e guerras vividas  combatidas e vencidas  com coragem, com força interior  de mulheres guerreiras.' -Poemas para o Outubro Rosa

Trilha que atravessa o colo

Vazia e esgotada

Irregular, incomum

Sem ter para onde levar

Quem precisa te gostar?

Caminho que percorre o tórax

Fosco e bissulcado

Lento e desolado

Mácula com início e fim

Quem deseja te continuar?

Rio que corre o peito

Sinuoso e desidratado

Desabitado, desarranjado

Sem ter onde desembocar

Quem te quer sendo cicatriz?

Linha de escrita sutil

de batalhas e guerras vividas

combatidas e vencidas

com coragem, com força interior

de mulheres guerreiras.

Caules descobertos

desfeitos, mortos... Só um vestígio,

em rosas resilientes

contra um inimigo silencioso.

Outubros Rosa, anos, uma vida

se cure ferida

de quem deseja muito,

deseja mais e, por isso,

merece o mundo!

 

Quimioterapia

'Câncer.  De mamas, de colo do útero,  da alegria.  Mulher,  vencedora e resistente,  mastectomizada, histerectomizada,  penitente.  Seu sobrenome é amor!' -

Quimioterapia.

Descompasso da felicidade,

de meses de Outubro Rosa

na primavera,

de dezembro claro,

no verão brilhante,

de abril cinza

no céu de outono e

de agosto invernal.

Dias e semanas

sem gosto, sem graça.

Desfralda a autoestima,

destila a paciência,

descumpre o ritmo da vida

desvincula a matéria do espírito

que antagoniza dor e anseios,

mas destampa a força interior

de quem combate a guerra de corpo e alma

contra até mesmo pensamentos

de derrota e de temeridades reais.

Câncer.

De mamas, de colo do útero,

da alegria.

Mulher,

vencedora e resistente,

mastectomizada, histerectomizada,

penitente.

Seu sobrenome é amor!

Mastectomia

Extirpa a privacidade,

dilacera a fragilidade.

Desnuda a autoestima.

Transforma a feminilidade,

reconstrói as muralhas.

Reconquista territórios de tropas vencidas.

Refaz a intimidade e a autoimagem,

reinventa a convicção

Recorta, risca e ata…

Desata os nós da força interior.

Descarta os supérfluos sugadores do tempo

Enraíza a coragem.

Conforta na esperança de um Outubro Rosa

Sutura à resiliência,

a história, a convivência.

Acomoda o todo,

na gestalt do que foi,

do que será.

Há que sobreviver...

Superar!

Resiste ao estranho invasor

que entre perdas e ganhos,

na ciência, na fé, em ambas

não há de vencer na dor,

porque muito mais forte do que

o câncer de mamas

é o amor.

Radioterapia

Poemas para o Outubro Rosa

'Olha,  com lentes de Outubro Rosa,  encara, afronta!  Desconstrui, ressignifica!  Encontra outras formas do gostar  do novo corpo, do novo torso, do novo eu.  Identifique-se e deixe-se revelar!' -Poemas para o Outubro Rosa

Vê?

Marcas de combate

estranhas e desconexas

da estética estabelecida.

Viu?

Não se examinou, não fez a mamografia,

nem a colposcopia,

menarca precoce, menopausa tardia,

nuliparidade, tabagismo,

bebidas alcoólicas,

sobrepeso, obesidade,

contraceptivos orais...

Quanto importa agora o antes,

se o que se combate está no depois?

Apesar dos cuidados,

aconteceu!

Raios de Marie Curie

de nome X. Gama.

Aniquilam uns, revigoram outros

em terapias de radiações ionizantes.

Olha,

com lentes de Outubro Rosa,

encara, afronta!

Desconstrui, ressignifica!

Encontra outras formas do gostar

do novo corpo, do novo torso, do novo eu.

Identifique-se e deixe-se revelar!

Encontro

Caminhar sempre em busca da revelação

examinar e investigar

com instrumentos e recursos

tempo, espaço,

espírito, matéria

desvendar o que não se espera

Câncer

de mama ou de colo do útero

que provoca

desordem, talvez negação

Certeza vulnerável de fim

Como encontrar forças

diante de tal inimigo

que se alimenta de mim?

Transcender sendo igual em tal pequenez

Nutrir-se do que deseja combater

Pensar, viver, doar e receber

Lidar com as próprias emoções e também com as alheias

Os filhos, amar

Os pais, fortalecer

com os amores, padecer

Jamais abandonar ou sequer esmorecer

Janeiro Dourado ou Outubro Rosa,

O bom combate é sempre um encontro

Encontro de tudo o que

não se sabia ser!

Cuide-se, mulher! É Outubro Rosa o ano todo!

fechar