Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Novembro Roxo

Diversos fatores podem levar a um parto prematuro. Graças aos avanços da medicina, cada vez mais podemos prevenir riscos, e com os devidos cuidados, garantir um saudável desenvolvimento das crianças que nascem prematuras. Por isso a campanha do Novembro Roxo! A ideia é conscientizar a população sobre o nascimento prematuro e levar informações a respeito das causas, riscos, consequências e medidas essenciais. Compartilhe essa ideia, divulgue informação! Você pode ajudar a salvar vidas! Medidas simples podem prevenir um parto prematuro e com os cuidados necessários dá para garantir a saúde e o bem-estar do bebê e da mamãe.

continue lendo
Compartilhar

Mês da prematuridade

Em 17 de novembro, comemora-se o Dia Mundial da Prematuridade, que tem como objetivo conscientizar e alertar sobre o número de casos de nascimento de bebês prematuros e o quanto essa condição pode ser um fator prejudicial para a vida do bebê e dos pais. Por esta razão, instituições de saúde utilizam esse mês para promover ações e campanhas pela vida dos bebês prematuros.

Números preocupantes

Segundo dados fornecidos pela ONU (Organização das Nações Unidas), o número de nascimentos de prematuros, no Brasil, representa o total de 11,7%. O mais preocupante é que, ainda segundo a Organização, os nascimentos prematuros são responsáveis por quase metade das mortes de bebês recém-nascidos em todo o mundo. Esses dados alarmantes trazem importância ao diálogo, discussões e aprendizados sobre o tema promovidos pelo Novembro Roxo.

A prematuridade

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), é considerado um bebê prematuro aquele que nasce antes de se completar a 37ª semana de gestação. Entre as características de crianças que nascem nessa condição, estão: desproporção da cabeça em relação ao corpo; pele muito fina, brilhante e rosada; veias visíveis; respiração irregular e músculos mais frágeis. São quadros muitas vezes complicados, o que torna o objetivo do Novembro Roxo fundamental.

Mensagens lindas sobre a chegada de um bebê

Riscos

O nascimento prematuro é responsável por uma grande parcela da taxa de mortalidade infantil. Aos bebês que sobrevivem, ainda é necessário um período de observação hospitalar e cuidados especiais pois o mau desenvolvimento do organismo pode apresentar riscos decorrentes como deficiência intelectual, paralisia cerebral, problemas digestivos e respiratórios e perda de auditivos e visuais. Neste Novembro Roxo, fiquemos cientes dos principais riscos para prevenção!

Como prevenir

Durante a gravidez, há algumas coisas que a mulher pode evitar fazer para diminuir os riscos de um parto prematuro. Entre os principais itens dessa lista, que deve ser seguida à risca para a saúde do bebê, estão: evitar o consumo de tabacos, álcool e drogas ilícitas, estar com o acompanhamento médico em dia com atenção ao controle de doenças arteriais e ao controle de diabetes, obter assistência pré-natal e nutrir-se de uma dieta saudável, incluindo vitaminas. É importante que a conscientização promovida pelo Novembro Roxo alcancem as gestantes para que esses cuidados sejam atendidos!

Dicas para ter uma gravidez tranquila e saudável

Fatores que colocam a gravidez em risco

Se durante a gestação, a mulher se atentou corretamente aos cuidados e seguiu os cuidados médicos, ainda poderão haver fatores que irão colocar sua gravidez em risco e dar possibilidade a um parto prematuro, como algum caso anterior de prematuridade, problemas com o colo do útero, estar grávida de gêmeos ou mais, problemas crônicos, como alta pressão arterial, diabetes ou distúrbios de coagulação. Nem todos possuem o conhecimento amplo desses fatores, e são a essas informações que devemos dar mais visibilidade durante o Novembro Roxo!

Diferenças étnicas

O Novembro Roxo é o mês onde abrimos nossos olhos para essa delicada questão e damos atenção à dados não muito aparentes no dia a dia. Um exemplo deles é que, segundo o resultado de uma intensa pesquisa médica, no ano de 2014, mulheres negras tinham 50% a mais de probabilidade de darem luz à bebês prematuros em relação às mulheres brancas, hispânicas e asiáticas. Porém, ainda faltam muitos estudos para assimilar a influência de agentes genéticos, étnicos e do meio ambiente na contribuição dos riscos. Você sabia disso?

 

Doação de leite materno

O Novembro Roxo também chama a atenção para a importância e necessidade da doação de leite materno. Por se tratar de uma gestação interrompida, 37 semanas não são o suficiente para desenvolver maturidade do gastrointestinal dos prematuros e o teor de proteína do leite das mamães. Por esta razão, até um certo período, os bebês precisam receber as primeiras calorias por via intravenosa. Ao passar do tempo, surge a necessidade de amamentação, e em caso de insuficiência do leite da mãe, o leite externo ou de bancos de leite se tornam alternativas. Porém, os bancos de leite brasileiros enfrentam problema de estoque, tornando-se fundamental o incentivo à doação.

Força, mamães e papais

Pode ter sido uma situação inesperada, e por isso, vocês podem não ter se preparado para tal. Porém, esse anjo está entre nós e agora o mais importante é oferecer todo o suporte e cuidado para enfrentar essa fase. Logo logo, o primogênito estará em seus braços e crescerá sabendo que teve o privilégio de ter os conhecido tão cedo. Força, mamães e papai, que esse Novembro Roxo traga bons ares para o seu bebê!

Dia Mundial dos Pais e Mães: conheça e celebre essa data!

Respeite os pais

Infelizmente, ainda vivemos próximos à inconveniência de algumas pessoas que não poupam comentários não muito bem-vindos ao ver as outras passando por situações difíceis em suas vidas. Respeite a luta do pais e da criança. Evite comentários como “Ela vai ficar com alguma sequela?”, “O que você fez para que ela nascesse antes da hora?” e “Coitadinho, é tão pequeno e magrinho!”. É nesse momento em que os pais mais precisam da sua empatia. Neste Novembro Roxo, vamos ficar atentos!

Aos pequenos guerreiros

Não podemos deixar de cortejar esses pequenos guerreiros que, mesmo conhecendo a vida muito novos, sob dificuldades e complicações pois, não lhes foi dado o tempo o suficiente para se desenvolver dentro da barriga de suas mães, são exemplo de força e garra. Neste Novembro Roxo, além de conscientizar, vamos homenagear os bebês e aos pais que, juntos, sobreviveram a esse estado.

fechar