Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

15 passos para ser uma pessoa mais empática

Empatia vai além de tentar entender o que o outro diz. Envolve solidariedade e humildade. Ninguém nasce com esse dom, mas é uma habilidade que podemos exercitar diariamente. Confira alguns passos para ser uma pessoa mais empática! Ser uma pessoa melhor é um exercício diário!

continue lendo
Compartilhar

1. Seja um bom ouvinte

Preste atenção no que a pessoa está falando e na entonação dela durante a fala. Observe os pequenos sinais que indicam como ela está se sentindo. Se uma pessoa diz que está feliz, mas sentimos sua voz baixa e triste é sinal de que talvez ela não esteja tão feliz quanto está dizendo.

2. Não julgue

Tão importante quanto prestar atenção no que a pessoa está dizendo é tentar não a julgar. Muitas coisas das quais ela dirá podem ir de encontro àquilo que você acredita ou julga como certo. Mesmo assim, escutar a outra pessoa sem julgá-la faz com que ela fique mais à vontade para conversar com você.

3. Tente ser a outra pessoa

Imaginar-se ser a outra pessoa e tentar entender o que ela sentiu naquela determinada situação. Imagine-se caindo em cima de pedras pontiagudas, como aconteceu com ela. Por um momento, você terá um lampejo de como ela se sentiu naquela hora.

4. Mostre que você se importa

Enquanto a pessoa estiver desabafando com você, mostre interesse. Se você ficar desviando o olhar ou se distraindo com outras situações durante a fala dela, mostrará que não tem interesse no que ela está dizendo e isso vai fazer com que ela pare de desabafar com você.

5. Procure se informar

A empatia também surge a partir da vontade de conhecer mais a respeito das pessoas e se propor a viver novas experiências. De onde aquela pessoa veio? Qual sua história? O que a motiva? Quais são os seus medos?

6. Saia da rotina

Quando convivemos com as mesmas pessoas ou frequentamos os mesmos lugares todos os dias, acabamos nos privando de novas experiências e ficando na nossa zona de conforto.

 

7. Esforce-se para sentir empatia por alguém de quem não goste

Por mais difícil que seja, é possível sentir empatia por alguém de quem não gostamos. Antes de tudo, pergunte-se por que você não gosta daquela pessoa. Ela de fato fez algo para você se sentir assim a respeito dela? Independentemente da resposta, tente se colocar no lugar dela. Lembre-se de que acima de qualquer desentendimento ela é um ser humano como todas as outras.

9. Peça uma opinião

Tão importante quanto perguntar como a pessoa está se sentindo é saber o que aquilo que você está dizendo ou fazendo está causando na outra pessoa. Ela está confortável com suas ações? Ela se sente ofendida com as frases que você fala? Uma boa dica é perguntar a alguém de sua confiança, como amigos e família.

10. Enfrente seu preconceito

Todos nós temos conceitos pré-formados a respeito das pessoas. Mascará-los não é a melhor alternativa. Devemos encará-los, pois muitas vezes são nossos preconceitos que nos separam das outras pessoas.

11. Egocentrismo

Um erro muito comum é acreditarmos que sempre estamos certos. Ninguém é dono da verdade, e as pessoas não precisam concordar com sua opinião. Existem diversos pontos de vista. Procure entendê-los antes de criticá-los.

12. Cuide de você

Existem pessoas que se doam tão imensamente para as outras pessoas que acabam esquecendo-se delas mesmas. Como cuidaremos dos outros se não estamos cuidando de nós mesmos?

13. Cada pessoa é única

Apesar de muitas experiências serem parecidas, cada pessoa é única e vai reagir a determinada situação de uma forma diferente. Por isso, a empatia deve ser exercida de modo “exclusivo”, pois não existe uma receita pronta. Praticar essa flexibilidade faz parte da empatia.

14. Nem sempre teremos o que falar

Quem nunca se viu diante de uma situação em que faltaram palavras? Nem sempre teremos o que falar a um amigo que foi traído, por exemplo. E tudo bem. Há momentos em que um abraço terá maior valor para a outra pessoa do que algo que possa ser dito.

fechar