Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Um pouco mais de empatia

Quanto mais amor doamos, mais amor recebemos! É com essa motivação que nós separamos algumas mensagens para te incentivar a espalhar empatia por qualquer lugar que você for! Nunca se esqueça que o amor ao próximo e a bondade sempre trazem bons resultados. Pratique empatia!

continue lendo
Compartilhar

Um lugar melhor

O caminho da lógica e do sucesso não vale a pena se não for acompanhado de carinho e tolerância. Grandes ações devem ter uma razão maior para serem feitas do que apenas dinheiro ou grandeza. É preciso pensar nas pessoas, no bem-estar. É preciso tomar atitudes que, mais do que enriquecer alguns, façam do mundo um lugar melhor para todos.

Ouvi-las

Quando o outro fala, é preciso realmente ouvi-lo. Esse pequeno gesto faz mais diferença do que se pensa. É a prova de que você considera o outro importante, não um peso a mais a se carregar. A maioria das pessoas não está esperando grandes gestos de amor e bondade, mas apenas que outro ser humano esteja próximo a elas; disposto a dizer “eu entendo você e estarei aqui por você, pode contar comigo”. Ouvi-las nesse momento é a melhor coisa que você pode fazer.

Verdadeira riqueza

O melhor lugar para se viver não é aquele que é mais rico, que tem mais indústrias ou mais gente dedicada ao progresso, mas o lugar que, mesmo simples, tem mais gente fazendo o bem, mais empatia, mais amor entre as pessoas. O dinheiro sem atenção à vida de cada pessoa não vale nada. Verdadeira riqueza é poder ver um sorriso no olhar de todos os que estão ao seu redor.

Ser realmente feliz

Colocar-se no lugar dos outros é importante para compreender como nossas palavras e ações afetam aqueles ao nosso redor. É sempre uma questão de pensar – o que estou fazendo é o melhor para todos? –, se a resposta for negativa e o único beneficiado for você, reflita se realmente quer fazer isso. Mais vezes do que se pensa, o individualismo acaba por nos prejudicar, pois ninguém é capaz de ser realmente feliz num ambiente negativo.

Pensar nos outros

Entenda que em toda relação humana, deve-se levar em conta os sentimentos do outro. Às vezes esquecemos, na correria, na irritação de nosso cotidiano, ou às vezes por nem cruzar a nossa mente. Somos insensíveis, prejudicando os outros em ações tão banais como estacionar em vagas reservadas ou descontando a raiva no caixa do banco. Evitar isso tem menos a ver com relembrar regras de moral e bom comportamento e mais com pensar na outra pessoa. Como você se sentiria se alguém estivesse fazendo isso com você?

Gentileza

Você pode não conhecer a luta dos outros, mas pode aceitar a sua dor, compreender suas ações e oferecer apoio sem julgamento. Todos têm dentro de si a capacidade de amar ao próximo, basta ter compaixão, ver além de preconceitos e preconcepções. Todas as pessoas merecem um pouco de gentileza. Praticar a sua só atrai positividade!

O mais importante

Compreensão sempre deve vir primeiro do que julgamento. Todas as pessoas cometem erros tentando fazer o bem, tomam ações precipitadas e se arrependem, tentam o seu melhor e não têm sucesso. Entendê-las, aceitá-las e amá-las é sempre mais importante. Ninguém pode dizer que elas são piores ou melhores do que os outros, enquanto não tentaram ver o mundo da forma que elas veem ou experimentarem seus medos e frustrações.

 

Encontro

Pode ser impossível trilhar o mesmo caminho que outras pessoas, mas com um pouco de empatia, é possível entender seus sentimentos, conhecer sua dor e alegria. Identificar-se profundamente com o outro é um dos passos mais importantes para aceitá-lo como ele é. Assim, criar relações livres de pequenas disputas e desentendimentos, fazer do encontro entre essas duas pessoas uma fonte de prosperidade, tolerância e amor.

Escolher a compreensão

Uma coisa que pouco se diz sobre empatia é que ela não é necessariamente vinculada ao gostar. Você não precisa ser amigo daquela pessoa para tentar se colocar no lugar dele. Na verdade, pode até desgostar da pessoa. Mas as suas ações, quando tocadas pela empatia, levarão a uma boa convivência. Já fechar os olhos para os sentimentos do outro, porque ele simplesmente não é como você, afeta negativamente toda a sua vida. Daí saem as brigas, mal-estar, irritação. Já, escolher compreender o outro pode levar ao começo de uma amizade, ou pelo menos de uma relação de respeito e compreensão.

Só é preciso um pouco

Às vezes, tudo o que você precisa é de um pouco de atenção, que um amigo pergunte se está tudo bem ou lhe dê um abraço ao se despedir. Que quando você fale, o outro escute, sem interromper e consiga compreender um pouco o oceano de sentimentos que está correndo por seu coração. Às vezes, você só precisa que alguém segure sua mão e diga que está tudo bem, que ele também tem receios, mas que tudo pode melhorar. Às vezes, você só precisa disso. Agora olhe ao seu redor e veja se não tem algum amigo que só precisa disso também.

Pequenos gestos

Encher seu coração de amor é apenas o que se precisa para fazer o bem. Um pequeno gesto de bondade, escolher palavras de carinho, ouvir e compreender os outros, assim se começa a mudar o mundo ao seu redor e o mundo dentro de você.

O caminho do bem

Se é possível fazer o bem, por que escolher o ódio? Se é possível fazer do mundo um lugar mais agradável e seguro, por que escolher brigar? A raiva, a disputa, a ausência de diálogo e compreensão não levam a nada. Não há vencedores nas relações humanas, o caminho do conflito sempre acaba por prejudicar todos os envolvidos; enquanto que a opção pelo bem traz mais alegria e faz do mundo um lugar melhor.

Nosso lar

Mostre-me o mundo, como você o vê. Seus sonhos, seus medos, suas vontades. Tudo aquilo de bom que você já fez, o que não teve coragem de levar adiante. As ideias, os mundos que se escondem em sua mente, aguardando o momento de virem à luz. Mostre-me quem você é, faça com que eu lhe entenda. Façamos um do outro o nosso lar.

Olhar além

Só é possível fazer o bem quando se nota os outros, verdadeiramente. Não é capaz de amar ao próximo aquele que olha apenas para si mesmo. Aquele que vê os seus problemas como os únicos dignos de preocupação, apenas os seus pensamentos como os importantes e suas verdades como absolutas. Abandonar esse egoísmo é o primeiro passo para, de fato, fazer a diferença na sociedade.

Um segundo para compreender

Não é preciso muito para amar aqueles ao seu redor. Nenhuma grande ação é exigida para olhar outro ser humano e reconhecê-lo como um igual. Uma pessoa tão merecedora de bondade quanto você. É apenas um segundo de compreensão, e pronto. Você já começou a trabalhar para fazer a vida daquela pessoa melhor?

Multiplicar amor

A bondade deve nascer de você, independentemente dos outros. É força, e não fraqueza, não se deixe levar pelas durezas do mundo. Se quem está ao seu redor despreza sua compaixão, seja você mesmo, uma pessoa ainda melhor. Espalhe seu amor pelo mundo, isso não o tira de você, apenas o multiplica.

Bondade que contagia

Amizade, empatia e amor. Três sentimentos que têm mais poder do que quase qualquer outra coisa no mundo. Compreender o outro, estar presente para o outro, amá-lo. Com esses gestos, cria-se uma corrente de bondade e sentimentos positivos. Com esses gestos, torna-se mais feliz quem dá, quem recebe e quem está ao redor. O carinho e o cuidado são contagiantes, basta começar!

fechar