Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Costumes de outros países que todos devem adotar

Separar o lixo, dar gorjeta boa aos garçons, dormir depois do almoço. Em cada país, um costume diferente é adotado. Conheça os melhores e que deveriam fazer parte de nossas vidas, independente da cultura.

continue lendo
Compartilhar

Alemanha: separar o lixo

Na Alemanha, o costume de separar o lixo é extremamente presente em toda a população. A tarefa é, geralmente, dividida entre todos os membros da família, inclusive as crianças. Cada um é responsável por separar o lixo que produz, incluindo os orgânicos dos recicláveis. O orgânico costuma ser eliminado diariamente, já o reciclável depende do local do país, mas, normalmente, uma vez por semana ele é levado a um local próprio.

Espanha: dormir depois do almoço

Na Espanha, assim como em outros países europeus – como a Itália –, é muito comum dormir depois do almoço. Tanto que o horário do almoço tem, em média, duas horas de duração, inclusive para o comércio que fecha as portas para que todos possam descansar. Em algumas regiões da Itália, o horário de almoço pode chegar até três horas de duração, principalmente no inverno, quando neva muito.

Itália: vizinhos amigos

Não importa em que região da Itália você esteja. Em todo o país, o bom relacionamento com os vizinhos deixa de ser algum tipo de regra, porque acontece de forma tão natural que nenhum italiano precisa forçar para que essa situação seja real. Ter bom relacionamento com os vizinhos ultrapassa os limites de fazer novas amizades, significa, também, morar em um lugar mais seguro, uma vez que todos se conhecem e, por carinho, protegem um o quintal do outro.

Estados Unidos: rua limpa

Ao contrário da realidade brasileira, as ruas dos Estados Unidos costumam ser extremamente limpas. Por lá, as ruas e calçadas, além de extremamente bem feitas e planas, são bem preservadas por toda a população. É claro que há exceções, como Nova York, que não costuma ser muito limpa (e nem muito cheirosa, inclusive), mas muitos outros lugares compensam isso, como Orlando, que é extremamente limpa. Você não vê nenhuma sujeira no chão e, caso veja, logo verá alguém recolhendo e jogando no lixo mais próximo.

Hungria: bicicleta

A bicicleta já é considerada o principal meio de transporte da Hungria. Isso não só faz muito bem para a saúde de todos, como, também ajuda (e muito) a diminuir a poluição sonora e no ar, diminuir o estresse, uma vez que praticar exercício libera endorfina em nosso organismo, diminuir o trânsito e, com isso, reduzir também o número de acidentes causados por veículos motorizados. Os benefícios de utilizar a bicicleta como principal forma de mobilidade são inúmeros. Por isso, vale a pena seguir esse exemplo!

Itália: carinho para dar e vender

A Itália é um país muito hospitaleiro. Isso porque lá existem apenas famílias grandes que, se não são grandes no número de pessoas (o que é difícil, para falar a verdade), são enormes na demonstração de afeto e carinho. É muito comum você ver pessoas se cumprimentando com beijos no rosto e abraços saudosos a todo o momento, seja homem com homem, mulher com homem, mulher com mulher, não importa. O que de fato é importante é mostrar o quão feliz você estar por ver aquela pessoa. Isso torna as pessoas mais alegres!

França: palitar os dentes

Caso você esteja na França, nunca, em hipótese alguma, palite seus dentes enquanto você ainda estiver sentado à mesa. Este é um hábito considerado extremamente grosseiro, tanto que você nunca verá palitos à disposição em cima das mesas onde são feitas refeições. Esteja você na casa de um amigo, em uma padaria ou em um restaurante. Talvez você os encontre no banheiro, mas o ideal é que você leve seu próprio fio dental, vá ao banheiro e faça sua higiene bucal.

 

Estados Unidos: gorjeta boa

Outro costume muito legal nos Estados Unidos é a boa gorjeta que todos os garçons e garçonetes recebem por lá. O valor médio depende do estado e da cidade, mas não costuma ser pouco, não. Dar uma gorjeta de valor menor que 15% do total da conta é considerado extremamente grosseiro – em algumas cidades. O garçom pode ir atrás de você fora do estabelecimento e exigir uma explicação. Uma gorjeta de valor igual ou superior a 20% é bem vista. A gorjeta é alta, mas isso faz com que o serviço seja maravilhoso – em poucos lugares do mundo você verá garçons e garçonetes tão bem humorados e prestativos.

França: primeiro o mais velho

É costume na França, assim como em toda a Coreia, que todos que estiverem sentados à mesa só podem começar a degustar suas refeições depois que o mais velho presente tiver começado a comer. Nestes países, esse ato simboliza o respeito por aqueles que são mais sábios e já passaram por mais coisas na vida.

Inglaterra: pontualidade

Na Inglaterra, a pontualidade é uma característica tão importante que chegar no horário combinado já é considerado grosseiro. Bom mesmo é chegar de 15 a 20 minutos antes. Isso demonstra seu senso de responsabilidade e que você se importa com a outra pessoa, que não merece ficar esperando sua boa vontade em chegar ao local combinado.

Japão: entrar em casa sem sapatos

O costume existente no Japão de tirar os sapatos sempre antes de entrar em casa não só simboliza higiene como, também, saúde. Muitas bactérias que estão nas ruas, além de diversas sujeiras que contém micro-organismos prejudiciais a nossa saúde e restos de fezes podem ficar grudadas nas solas dos nossos sapatos. E não queremos isso dentro de casa, não é mesmo?

Austrália: programas em família

É muito comum, em qualquer dia e horário, você ver famílias reunidas em parques na Austrália, fazendo piqueniques, jogando bola ou passeando com seus cachorros. Aqui no Brasil também vemos cenas como as descritas, mas em uma quantidade bem menor que no país do canguru. Este é um hábito lindo e que não custa nada para todo o resto do mundo seguir o exemplo!

Itália: Befana e suas meias

É costume na Itália contar para as crianças a lenda da Befana. As meias que, aqui, são apenas enfeites de Natal, no país da bota são usadas para que a Befana deposite o que a criança merece. Se o comportamento foi bom, obedeceu aos pais e foi uma criança educada, Befana a presenteia com doces e brinquedos. Caso se comporte de forma inadequada, o que a criança recebe são pedras dentro da meia. Befana não passa de um personagem folclórico local, mas essa tradição é tão forte ainda nos dias de hoje, que as crianças fazem o que podem para se comportar bem.

Japão: respeito aos mais velhos

Há uma máxima no Japão, aliás, em todo o oriente, em que os mais velhos devem ser respeitados acima de tudo, pois como eles já vivenciaram mais coisas, a sabedoria deles é muito mais elevada do que a dos jovens. Por isso e tantos outros motivos, os mais velhos são sempre os que possuem a palavra final no Japão.

Canadá: espirros e cotovelos

É costume no Brasil colocar a mão na frente do nariz e da boca na hora de espirrar. No Canadá o espirro também é protegido com um movimento, mas ele é um pouco diferente. O bloqueio do espirro é feito com o cotovelo, e o motivo é bastante coerente: quando você coloca a mão e, depois, cumprimenta outra pessoa, você estará passando todos os vírus e bactérias para ela. É claro que o ideal é lavar a mão ou passar álcool em gel depois de espirrar, mas nem todos fazem isso, certo? Por isso que proteger o espirro com o cotovelo é mais funcional (mesmo parecendo um movimento esquisito) do que fazê-lo com as mãos.

fechar