Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Crenças budistas

As crenças budistas são bastante diferentes de outras religiões pois elas dizem mais a respeito de princípios de vida e do que de ideologias que devem ser pregadas e seguidas cegamente. Por isso, conheça aqui, um pouco mais sobre essa religião e aprenda sobre o que ela acredita.

Ensinamentos

No meio de tanto ódio e tantas coisas erradas que vemos acontecendo na sociedade, o budismo vem com uma mensagem positiva. Essa religião nos ensina a usar a nossa compaixão, a nossa bondade, a sempre respeitar e amar o próximo para, assim, criarmos um mundo melhor.

Leia aqui algumas frases de Buda

O Buda

Você sabia que a palavra "buda" significa "iluminado"? Isso porque estamos tratando de um ser humano comum que, por meio de diversas técnicas, muito estudo e dedicação, finalmente alcançou a iluminação. Por isso, é importante não confundirmos esse termo com "Deus", pois eles representam coisas muito diferentes.

Seja compassivo

O budismo acredita que a compaixão é a chave para diversas questões da humanidade, inclusive da sabedoria. Por isso, ele acredita que, quanto mais compassivos formos, mais sábios nos tornaremos (e vice-versa).

Por que estamos aqui?

Uma das maiores questões da humanidade e da filosofia é: qual é o sentido da vida? Apesar de ainda não termos uma resposta exata, o budismo acredita que estamos aqui para acabar com o sofrimento e pagarmos a nossa dívida cármica.

Equilíbrio

Para o budismo, uma vida longa é muito importante e pode ser alcançada facilmente por meio de atitudes saudáveis. Então, devemos tratar o nosso corpo como um templo sagrado, dando a sua devida importância e atenção a ele, assim como damos à nossa mente.

A mudança

No mundo em que vivemos, tudo muda! Inclusive nós mesmos: o nosso corpo muda e a nossa mente evolui. Não devemos ter medo dessa atividade natural, muito pelo contrário, o budismo acredita que devemos abraçar essa mudança e aproveitar de todos os seus benefícios.

O sofrimento

Viver significa sofrer! Não existe um ser vivo na Terra que não sofra por algum motivo. Mas isso não é algo ruim: para o budismo, o sofrimento nos faz apreciar a felicidade de uma forma totalmente diferente.

O não eu

Talvez o "não eu" seja o fator mais difícil de explicar do budismo. Já sabemos que tudo muda, inclusive nós mesmos. Por isso que é muito difícil definir quem somos, já que estamos em constante evolução. Somos apenas uma coleção temporária de elementos e coisas que podemos, ou não, nos identificar, criando o "não eu".

Mensagens budistas você pode encontrar aqui

Análises do sofrimento

O budismo foca muito no sofrimento do ser humano e, dessa análise, surgiram as Quatro Nobres Verdades. Elas realizam uma série de perguntas que procuram entender a origem de nossa dor para, dessa forma, conseguir eliminá-la.

Os Três Fogos

Raiva, desejo e ilusão: esses três sentimentos muito comuns são considerados as raízes do nosso sofrimento. Segundo o budismo, devemos aprender a controlá-los ou o contrário será feito e esses sentimentos liderarão as nossas vidas.

O Nobre Caminho Óctuplo

Para alcançarmos a iluminação, nós devemos possuir oito características muito importantes, segundo o budismo. São elas: visão correta, pensamento, fala, ação, sustento, esforço, atenção e concentração. Mas não se engane: esse caminho necessita de muita paciência!

Controlando a compulsão

Agir compulsivamente, seja por qual for o motivo, pode nos trazer muita dor de cabeça no futuro. Por isso, o budismo nos ajuda a treinar a nossa mente a ser mais calma, a pensar com mais clareza e a agir com sabedoria.

Sentimentos positivos

Emoções do bem, como compaixão e amor, nos ajudam a pensar com mais calma e a analisar todos os aspectos de nossas vidas de maneira mais eficaz. Por isso, a base do budismo se dá nesses sentimentos.