Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Curiosidades sobre buracos negros

Buracos negros são um fenômeno espacial em que ocorre uma “deformidade” no campo gravitacional que acaba por atrair corpos e partículas. Há anos os pesquisadores estudam o que são os buracos negros e quais os seus efeitos. Desde o século XVIII, já se encontram registros sobre estudos do que poderiam ser estes “buracos”. Após muitos anos de pesquisas, em abril de 2019, as primeiras imagens de um buraco negro, feitas por um projeto da Event Horizon Telescope, foram divulgadas. O processo de fotografar algo que atrai até as partículas de luz exigiu o desenvolvimento de telescópios diferenciados. Descubra mais e se encante com os mistérios do Universo!

Foto histórica

Fácil a gente não enxerga, mas com a ajuda de centenas de cientistas e pesquisadores, além de oito telescópios, é possível enxergá-lo. Katie Bouman, cientista de 30 anos que liderou a criação do algorítimo capaz de tirar a primeira foto de um buraco negro, conseguiu registrar um buraco negro que está distante a 55 milhões de anos-luz da Terra e tem massa de 6,5 bilhões de vezes a massa do Sol.

Conheça dez das mais importantes mulheres cientistas da história

Resto de estrelas

Eles são restos compactos de uma estrela em colapso. Especialistas dizem que o buraco negro é composto de estrela supernova, que tem cerca de 20 vezes mais massa que o nosso conhecidíssimo Sol.

Absorvem a luz

O buraco negro distorce o espaço-tempo de tal maneira que chega a absorver a luz. Esse fenômeno pode fazer com que ocorram anomalias, como a lente gravitacional. Ela ocorre quando a gravidade do corpo estelar dobra a luz, criando um efeito de espelho.

Geradores de energia

Eles são muito eficientes em criar energia. O disco amarelo que se forma em volta de um buraco negro e gira ao seu redor é um acúmulo de matéria de fragmentos do espaço que se aproximaram dele. Quanto mais perto chegam, mais rápido fazem com que o disco gire, o que produz calor. Ele gira tão rápido que transforma essa massa em energia. Os cientistas chamam essa produção de energia de radiação de corpo negro.

Sem os físicos, conhecer tanto sobre buracos negros não seria possível. Celebre o Dia do Físico!

São cantores

Você sabia que no espaço não há barulho por conta da falta de ar? Mas com um aparelho especial é possível identificar o som que um buraco negro faz enquanto engole algo. Nem todos são assim, mas existem os ainda mais especiais, que cantam. A NASA já chegou a detectar um coro dos buracos negros.

Têm gases

Além de consumir o que passa ao seu lado, os buracos negros podem ter gases. Segundo alguns especialistas, eles liberam a energia em um pulverizador de matéria. Podem expelir essa energia em várias direções, como se fossem gases.

Um fenômeno esférico

Se nem a terra é plana, porque os buracos negros seriam? Na verdade, eles são descritos em forma de funil. Eles criam uma depressão infinita no espaço-tempo, alongando-se e curvando-se conforme a gravidade. Isso se parece com um funil.

Ele não suga

Ao contrário do que alguns podem imaginar, ele não suga ou puxa nada para dentro de si. Na verdade, as coisas caem dentro dele e ficam orbitando por lá, o que cria aquele disco amarelo em volta dele. Qualquer fragmento do espaço que caia em um buraco negro, se tiver vida, não sobreviverá.

Podem evaporar

Os buracos negros podem desaparecer e evaporar. Nada pode escapar deles, mas enquanto ele vai se enchendo de qualquer coisa que passar por perto, vai perdendo massa e assim, pode evaporar.

Existe um supermassivo

Lá no espaço existe um buraco negro gigante que poderia sugar a terra facilmente. Mas isso não vai acontecer, pois ele está muito longe e pode ser que desapareça.