Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Dia do Folclore

No Brasil, a mistura única de povos deu origem a um dos folclores mais ricos do mundo. Lendas, costumes, danças, tradições... Aprenda mais, no dia 22 de agosto, celebre o Dia do Folclore!

O que é folclore?

O folclore inclui mitos, lendas, contos populares, ritos e cerimônias, brincadeiras, provérbios, adivinhações, receitas, vestimentas e adornos, orações, encantamentos, juras, danças, canções e melodias, gírias, saudações e despedidas, trava-línguas, festas, encenações, artesanato, e até medicina popular. Ao contrário do que se pensa, ele não é restrito ao que vem do interior, visto que tradições urbanas também estão inclusas na definição de folclore.

Termo

A palavra folclore surgiu a partir do termo folklore, criado por William John Thoms. Folklore, por sua vez, é composto de folk = povo, e lore = conhecimento. Portanto, folclore é o conhecimento do povo. Antes da criação deste neologismo, as tradições de cada povo eram chamadas de "antiguidades populares".

Compartilhado

Nosso folclore é um dos mais ricos do mundo. Mas, devido às dimensões continentais de nosso país, cada região tem tradições específicas, que acabam passando despercebidas para o resto do país. Um dos objetivos do Dia do Folclore é que tal conhecimento seja compartilhado nacionalmente.

Iara

A Iara é uma variante da mitologia da sereia. A lenda de origem indígena conta a história da Mãe D’Água, que vive no rio Amazonas. Ela seduz pescadores com sua beleza e os leva para o fundo do rio, onde acabam afogados de paixão.

Expressão

IBGE

Através do folclore o homem expressa as suas fantasias, os seus medos, os melhores e piores desejos, de justiça e de vingança, às vezes apenas como forma de escapar àquilo que ele não consegue explicar.

Três povos

A identidade cultural brasileira surgiu a partir do encontro dos três primeiros povos à formarem o Brasil: os índios nativos, os conquistadores europeus e os escravos trazidos da África. A mistura de tradições originou o caráter único do folclore brasileiro.

Danças

Existem diversos ritmos de dança folclórica no Brasil. Alguns dos mais famosos são o cateretê, a polca, o maxixe, o lundu, o baião, o samba, o frevo, o xaxado, o fandango, a vanera, o xote, o maracatu, a ciranda, o jongo, a tirana, a catira, o batuque, o pau-de-fita e a quadrilha.

Festas juninas

É considerada a manifestação folclórica mais difundida do país, popular em todas as regiões. A festa originou-se com tradições agrícolas pagãs, popularizou-se em Portugal, com influências católicas e chegou ao Brasil no séc. XV. Aqui sofreu influências de diferentes povos africanos e europeus e, por coincidir com a época de certas colheitas, tornou-se bastante popular no interior do país.

Congado

Nasceu no séc. XV, como recordação das festas que homenageavam a realeza africana. No Brasil, ganhou força em Minas Gerais, no séc. XVIII. Na festa, encena-se a coroação do Rei do Congo, com cavalgadas e música de instrumentos tipicamente africanos como a cuíca, a caixa e o pandeiro.

Festa do Divino

Originou-se a partir da festa romana Floralia, uma celebração da primavera. Incorporando elementos católicos, passou a homenagear o Divino Espírito Santo. No Brasil, foram incorporados elementos indígenas e africanos, como danças e canções. O Imperador do Divino preside a festa junto à sua "corte".

Folia de Reis

É comemorada entre 24 de dezembro e 6 de janeiro. A festa é dedicada à visita dos Três Reis Magos a Jesus Cristo. Cantadores e instrumentistas andam pelas ruas entoando cantigas que fazem referências e eventos bíblicos. Eles solicitam esmolas para a realização da ceia no dia de Nossa Senhora das Candeias.

Bumba meu boi ou boi bumbá

Originada na região Nordeste, a festa surgiu a partir de uma lenda, que sofre variações de acordo com o local. O enredo mais comum conta a história de um boi que, após ser morto pelo escravo Chico para alimentar sua esposa grávida, Catarina, é então ressuscitado por curandeiros. A festa une tradições africanas, indígenas e europeias e conta com danças e instrumentos típicos.

Data oficial

Em 1965 foi oficializado que 22 de agosto seria o Dia do Folclore. A escolha da data foi em homenagem a William John Thoms, que inventou o vocábulo folclore (do inglês folklore). Em 22 de agosto de 1846 Thoms publicou uma carta pedindo apoio para fazer um estudo sobre as tradições e lendas do seu país.

Saci Pererê

A figura mais famosa do folclore brasileiro originou-se na região Sudeste. O menino negro de uma perna só é uma figura travessa, mas pode ter traços maldosos ou bondosos. Ele leva um cachimbo e veste um gorro vermelho que lhe dá poderes mágicos, quem capturar o gorro pode fazer um desejo ao Saci. Seu traço característico é aprontar com as pessoas, e ele aparece como um redemoinho de folhas secas.

Curupira

Uma entidade da mitologia tupi-guarani, o Curupira é o protetor das matas. É uma figura pequena de cabelos vermelhos que monta um porco do mato. Seus pés são virados para trás, assim, quem tenta segui-lo acaba perdido. Ele castiga todos os que desrespeitam a natureza.

Boto

A lenda surgiu na região amazônica, da história de um homem bonito que seduz moças em dia de baile. Depois de passar a noite com as mulheres e, por vezes, engravidá-las, ele mergulha nas águas de rio e transforma-se num boto de verdade, animal aquático típico da amazona.

Boitatá

Originado a partir da lenda indígena do Mbaê-Tata (Coisa de Fogo), o Boitatá é uma cobra de fogo com olhos flamejantes que mora no fundo dos rios. Em certas versões, ele incendeia o mato; em outras, defende a floresta contra incêndios. Ele também persegue os viajantes noturnos, como um facho cintilante de fogo.

Identidade

Segundo a Carta do Folclore Brasileiro - produzida durante o VIII Congresso Brasileiro de Folclore, em 1995 - o folclore é sinônimo de cultura popular brasileira. Ele representa a identidade social da comunidade através de suas criações culturais. Ou seja, além de sua importância histórica, o folclore também representa a identidade do povo. Por meio dele, nos reconhecemos como brasileiros.

Significados

Maria Laura Cavalcanti

A cultura não é mais entendida como um conjunto de comportamentos concretos mas sim como significados permanentemente atribuídos... Uma festa é mais do que a sua data, suas danças, seus trajes e suas comidas típicas. Elas são o veículo de uma visão de mundo, de um conjunto particular e dinâmico de relações humanas e sociais.