Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Frases do filme A Lista de Schindler

É preciso repassar histórias do passado para que as mesmas não sejam reproduzidas no presente ou no futuro. Seja em músicas, obras de arte e fotografia, é expondo os absurdos já ocorridos que conscientizamos a sociedade a não permitir os mesmos erros. Por meio do cinema, “A Lista de Schindler” fez exatamente esse papel. A trama gira em torno de um homem de prestígio na Alemanha nazista, que, antes com pouca ou nenhuma empatia, passa a dedicar sua vida a acolher e resgatar judeus do extermínio. Seu enredo tão forte garantiu uma grande conquista: um Oscar de Melhor Filme, provando que essa obra ressalta seus diferenciais. Confira frases do filme “A Lista de Schindler” e integre-se à história!

continue lendo
Compartilhar

Oskar Schindler

O filme “A Lista de Schindler” (“Schindler’s List”, de Steven Spielberg, 1993) conta a trajetória de Oskar Schindler, influente empresário e membro do Partido Nazista, durante os anos da Segunda Guerra Mundial. A maior parte do filme se passa na Polônia ocupada, e a história acompanha Schindler desde o início da segregação dos judeus, em Cracóvia, até o final da guerra, em 1945. Com um cuidado artístico extremo, o filme conta como mais

de mil judeus foram salvos pela incrível lista, sem ignorar a enorme chaga que foi o

holocausto judaico.

Delicie-se nas citações do filme “O Menino do Pijama Listrado” e conheça a inocência infantil durant

Quando a história dói

Amon Goth

Homem sério em foto/ Personagem do filme

“O dia de hoje é histórico.
O dia de hoje será lembrado.
Anos mais tarde todos os jovens perguntarão sobre este dia.
O dia é histórico e vocês são parte dele.
Há 600 anos, quando em outro lugar procurarem de quem era a culpa pela peste bubônica, Casemiro, conhecido como ‘O Grande’, disse aos judeus que eles podiam vir para a Cracóvia.
Eles vieram. Vieram com seus pertences para a cidade. E se estabeleceram. Eles tomaram conta, prosperaram. Nos negócios, nas ciências, na educação, nas artes.
Eles chegaram aqui sem nada. Nada. E prosperaram.
Por seis séculos existiu a Cracóvia Judia.
Pensem nisso.
Esta noite estes seis séculos não passam de um boato. Nunca aconteceu.
Este dia é histórico.”

Há várias formas de compor um dia histórico. Massacrando um povo e tentando apagar sua história é a pior delas. É fazer uma história tão dolorosa quanto inútil: Cracóvia jamais será esquecida e o Holocausto também não deve ser.

Vida é vida

Senhora Dresner

“Conhece o ditado que diz que uma hora de vida ainda é vida? Você já não é mais criança, eu vou rezar por você.”



A guerra destrói a inocência e dizima a infância. Felizmente, mesmo nessas situações, a bondade pode superar muita coisa. Não é preciso esperar a guerra para salvar a hora de vida de alguém, basta não deixar de enxergar o ser humano que há em cada pessoa que cruza o nosso caminho.

Personagens da vida real

“A Lista de Schindler” (“Schindler’s List”, de Steven Spielberg, 1993) conta a história real de um homem e um povo que viveram um dos períodos mais tristes e vergonhosos da história humana: a Segunda Guerra Mundial. Oskar Schindler é interpretado por Liam Neeson, papel pelo qual foi indicado ao Oscar de Melhor Ator em 1994. Itzhak Stern, o dedicado contador braço direito de Schindler, é vivido no filme por Ben Kingsley. E o terrível Amon Göth, comandante do campo de concentração de Cracóvia, ganha vida na pele de Ralph Fiennes, também indicado ao Oscar pelo papel. O filme foi vencedor de sete Oscars em 1994: Melhor Filme, Diretor, Roteiro Adaptado, Trilha Sonora Original, Montagem, Fotografia e Direção de Arte.

Absorva a sabedoria chinesa com o lendário livro “A Arte da Guerra”

Estar ao lado

Oskar Schindler

Pessoas caminhando

“Meu pai sempre dizia que se precisa de três coisas na vida: um bom médico, um padre clemente e um contador inteligente. Os dois primeiros nunca me foram muito úteis, mas o terceiro…”



O fato é que devemos sempre escolher bem não só os profissionais como todas as pessoas que estarão ao nosso lado na estrada da vida. Até mesmo porque, não raramente, esses profissionais podem vir a se tornar nossos grandes amigos.

Essencial

Novak

“O que quer dizer com não ser essencial? Eu ensino história e literatura. Desde quando não é essencial?”



A fala de Novak, professor judeu descartado como operário essencial até que fosse salvo por Stern, reflete valores que devemos nos questionar até hoje. O que é realmente essencial para uma civilização? Quem é essencial? É possível que alguma vida ou

algum saber não o sejam?

Saiba o que já disse o sanguinário ditador Adolf Hitler

Verdadeiro poder

Oskar Schindler

Homem fumando

“Poder é quando temos justificativa para matar e não matamos.”



Por muito tempo a humanidade acreditou que o poder de tirar a vida era um grande poder. Hoje sabemos que não há poder nenhum nisso, mas, infelizmente, muitos se esqueceram e voltaram a sonhar com um mundo em que se justifiquem certas violências. Ouvir um nazista dizer que o verdadeiro poder está no perdão é mais do que suficiente para lembrarmos do poder incrível que é o amor.

 

A guerra e o mal

Oskar Schindler

“E tem a guerra. Que traz o pior das pessoas. Nunca o bem, sempre o mal.”



Por mais que se repita, parece que a humanidade esquece: nada de bom pode vir da guerra. A guerra é o nosso pior lado vindo à tona, exigindo que o nosso lado bom corra atrás do prejuízo. Ela é cruel por ser desnecessária: podemos ser bons na paz também.

Aliança de gratidão

Itzhak Stern

Homem serio em foto, gesticulando com as mãos

“Está em hebraico, Talmud diz “aquele que salva uma vida, salva um mundo inteiro”.



A emoção de salvar uma vida, a dor de saber que poderia ter salvo mais. O tempo que vai e não volta. A ação que nasce do fundo da alma, que surge do coração e nada pode pará-la. São sentimentos indescritíveis de uma força descomunal. É uma gratidão que o Universo recebe e só lhe cabe redistribuir. Agradecer pela vida, eis o que resta a quem sobreviver

ao final do filme, a quem sobreviveu ao século 20.

A guerra

Oskar Schindler

“– Sempre faltou uma coisa... essa coisa faz toda a diferença do mundo entre o sucesso e o fracasso.

– Sorte?

– Guerra.”



A guerra é a mais terrível das ilusões humanas. Ela movimenta a economia de forma sórdida, sangrenta e cruel. Por meio dela muitas pessoas (e nações) ganham muito dinheiro e fazem muito sucesso, mas tantas outras perdem a vida. O legado de dor que a guerra deixa sobrevive ao dinheiro e nunca, jamais, vale a pena.

Homenageie os soldados que defendem nosso país com a própria vida

Minuto de silêncio

Oskar Schindler

Homens conversando

“Em memória das incontáveis vítimas entre seu povo, eu peço a todos três minutos de silêncio.”

O Holocausto não pode ser esquecido. O horror da guerra não pode ser esquecido. Por mais que nos doa, é preciso lembrar para não repetir. O silêncio que ressoa em nosso coração é a voz que se levanta para gritar: “Paz!”

Abismo

Itzhak Stern

“A lista é um bem absoluto. A lista é vida. Nas margens e em volta fica o abismo.”



A emoção de ter nas mãos algo que representa a vida em si, consciente de todo o mal que a circunda, é de uma emoção profunda e indescritível. Com seu ato, Schindler foi uma pequena, forte e duradoura luz na escuridão de tempos muito negros.

fechar