Famosos / Cinema e TV / Atores / Atores internacionais

Jared Padalecki

Jared ficou marcado por sempre ser chamado para projetos que envolvem o gênero terror e por seu personagem Sam Winchester, na série Supernatural. Apesar da beleza, você sabia que ele não gosta de trabalhar como galã? Confira esse e outros pensamentos do ator!

Personalidade de Jensen Ackles

Ele supera as coisas mais facilmente. É tão louco que é quase patético. Uma vez eu vi com assombro como ele foi repreendido por um produtor que o criticou fortemente e, em seguida, Jensen simplesmente sorriu e disse: "Já acabou? Vamos tomar uma cerveja agora. Obviamente você precisa se esfriar." Eu sou muito mais pensador e realmente tenho que levar as coisas e lidar com o que é dito para mim.

Compartilhar

Vaidoso na medida certa

Para mim, quando se trata de roupas eu realmente não sou tão vaidoso. Eu uso o que eu gosto e, geralmente, isso é qualquer coisa que eu encontrar de manhã, quando eu olho em volta do meu quarto. Mas eu me importo com meu corpo. Meu maior medo é ficar realmente gordo.

Compartilhar

Maior ambição para a carreira

Quero explorar tudo o que eu puder na área de televisão e cinema. E quando isso der frutos, eu quero ser muito grato por tudo e nunca deixar que nada disso suba à minha cabeça. Vou ter sempre isso, retroceder e confiar. Eu sempre quis estar num jogo de vídeo game! Eu acho que eu nunca vou ser famoso o suficiente para interpretar eu mesmo em um, e realmente fazer uma pequena pessoa animada de mim, mas quero pelo menos fazer uma voz ou algo assim.

Compartilhar

Filme “Sexta-feira 13”

Foi tudo meio que uma coincidência. Não vou atrás especificamente de projetos de horror, tanto que quando chegaram com o roteiro de Sexta-Feira 13 eu inicialmente recusei. Mas aí vi que era um filme de Platinum Dunes e que Marcus Nispel seria o diretor. Quando eu fiz Casa de Cera, Joel Silver fez o elenco inteiro assistir ao Massacre da Serra Elétrica que ele refilmou. E eu lembro de ter pensado “Isso é muito bom. É muito melhor do que precisa ser”. Pra mim, um filme de terror não precisa de muito para ficar bom, mas Massacre é ótimo. Enquadramentos incríveis, iluminação bacana, personagens sexy e bem desenvolvidos… Aí resolvi aceitar Sexta-Feira 13.

Compartilhar

Filmes de terror preferidos

Sou um fã ardoroso de remakes bem-feitos, como “O Massacre da Serra Elétrica”. E sempre quis fazer um dos filmes produzidos por Bay, Form e Fuller. Gosto do tratamento de luxo que eles dão aos velhos e bons clássicos. E também vi todos os “Sexta-Feira 13” na minha adolescência, é, sem exagero, meu franchise de terror favorito.

Compartilhar

Maior medo

Não tenho medo de coisas sobrenaturais ou monstros. Meus medos são mais terrenos. Sei lá, tenho medo de que coisas ruins aconteçam com pessoas que amo, como todo mundo tem. E de ursos! Não adianta correr de um urso, não adianta subir em árvores, eles correm mais que você e sobem em árvores também.

Compartilhar

Temporada preferida de Supernatural

Eu costumo dizer que a quarta temporada é a minha favorita, eu sou suspeito para falar, eu conheci minha esposa naquela temporada, mas eu amo aquela história, aquele arco, aquele Sam.

Compartilhar

Defeito

Acho que eu posso ser realmente impaciente. E eu gosto de me preocupar.

Compartilhar

Por quanto tempo Supernatural deveria durar

A resposta para essa pergunta parece mudar constantemente. Se me perguntassem isso há 10 anos atrás, eu diria que por mais um ano. Se me perguntassem há 5 anos atrás, eu diria mais 5 anos. Vou continuar fazendo Sam Winchester enquanto ele tiver histórias para contar e enquanto as pessoas assistirem à série.

Compartilhar

A importância de Supernatural em sua carreira

Quando eu consegui o papel para a série, a primeira coisa que eu pensei foi que seria um trabalho difícil. Dias e mais dias, horas e mais horas e eu pensava: ‘Ainda faltam quantos meses disso até a temporada acabar?’. Isso fez eu me esforçar mais. Estou muito feliz com a série e com todo o significado que ela ganhou, especialmente para mim. Estive envolvido nisso durante um terço da minha vida, uma grande parte da minha existência.

Compartilhar

Relação com os fãs

Essa é a melhor parte. Temos a oportunidade de visitar dezenas de cidades todo ano e conhecer fãs que começaram há um ano, ou anos atrás, ou assistiram desde o começo, e ouvir as histórias deles e saber porquê a série significa algo para eles. Isso me inspira. Penso que sou parte de algo que inspira paixão, lealdade e dedicação. O maior motivo de continuar fazendo a série é pelos fãs.

Compartilhar

Como é ser pai

Eu tenho dois filhos: Thomas Colton e Austin Shepherd ‘Shep’. Eu realmente adoro ser o pai deles. Thomas é exibido. Ele adora ser o centro das atenções e ele traz muita alegria para todos ao seu redor. Shep ainda é praticamente um bebê, mas honestamente, ele também é um grande garoto. Ele parece ser mais reservado do que eu me lembro do Tom com a mesma idade, e tem uma “sabedoria” em seus olhos.

Compartilhar

Carreira para se espelhar

Eu gosto mesmo da carreira do Tom Hanks. É difícil não gostar da carreira dele. Há vários atores que eu adoro ver, atores com os quais me divirto enquanto estou vendo – acho que Johnny Depp é sensacional. Mas não gostaria de ter uma carreira como a dele tanto assim quanto a do Tom Hanks – ele meio que representa toda e qualquer pessoa.

Compartilhar

Melhor coisa que já escutou de um fã

O que me espanta a cada vez que eu ouço é que a série ajudou-os por momentos difíceis e que eles têm uma conexão com o meu personagem, Sam Winchester, e foram fortalecidos e encorajados por sua coragem diante dos obstáculos. Isso sempre significa muito.

Compartilhar

Perguntas que não gosta de responder

Perguntas pessoais sobre minha esposa e que tipo de roupa íntima que estou usando estão fora dos limites.

Compartilhar

Faria um filme de Gilmore Girls

100%. Adoraria. De verdade, eu ia adorar mesmo. Foi tão divertido. Só tenho lembranças agradáveis da série. Eu entrei assim que terminei o colegial, eu cresci na série, e adoraria revisitar aquele personagem.

Compartilhar

Pessimista

Me reconheço nisso. Eu não tenho nada a acrescentar! Eu sou tão otimista quanto os irmãos Winchester juntos!

Compartilhar

Amigos fora da telinha

Somos assim quando estamos no programa e quando não estamos. Quer dizer, infelizmente para ele, ele está preso comigo para a vida toda agora e isso é importante. Mas olha, irmãos e irmãs às vezes brigam. Ou pior, pois eles não podem se dar bem em tudo. Entre Jensen e eu nunca houve quaisquer problemas e eu acho que é muito especial.

Compartilhar

Supersticioso

Eu acredito firmemente que as coisas acontecem por uma razão. Isso pode soar melodramático, mas eu não acredito que existe coincidência. E também acredito que não somos as únicas criaturas vivas neste universo.

Compartilhar

Nerd

Eu sou um total sci-fi/fantasy/comic book nerd, eu colecionava quadrinhos enquanto crescia, eu tenho toda a trilogia de Star Wars, e eu li todos os livros do Senhor dos Anéis.

Compartilhar

TV ou cinema?

Ambos têm suas vantagens e desvantagens, mas seria um luxo ser capaz de combiná-los. Trabalhando em uma série de TV é como um emprego estável: você está trabalhando em um lugar e você tem a garantia de que você tem trabalho e um salário. Mas deve ser possível fazer um filme junto com isso. Tipo, como Jensen estava em My Bloody Valentine e eu estava em Sexta-feira 13.

Compartilhar

Roteiros chegam por opção

Eu acho que se um produtor quer trabalhar comigo ele só tem que comprar um DVD para ver se eu sei atuar ou não. Depois é só uma questão de almoçarmos juntos para ver se eu sou um idiota ou não. Depois que se estabelece que ambos são normais, fica aquela relação que pode gerar frutos no futuro. Testes para papéis eu faço muito raramente, porque simplesmente odeio esse processo. Acho impossível que alguém consiga avaliar o trabalho de outra pessoa com um roteiro que você lê ali na hora... Você simplesmente não consegue ser tão bom quanto poderia.

Compartilhar

Maiores atuações foram em filmes de terror

É, sou visto como ator de horror. Acho que gostam da minha cara de assustado. Na verdade, isso acontece porque Hollywood tem feito muito terror. E não estou num ponto da carreira em que posso escolher roteiros. Não sou o George Clooney. Tenho que fazer o que aparece.

Compartilhar

Gênero de atuação preferido

As pessoas me perguntam o que eu mais gosto de fazer, se é ação ou drama ou comédia, e eu sempre respondo "drama", são essas as histórias que mais me interessam.

Compartilhar

Essência de Supernatural

Eu aceitei fazer parte dessa série por causa das raízes da série. Mesmo que muitas coisas aconteçam no piloto, o episódio ainda é sobre a família, sobre sacrifício, sobre amor, confiança, perdão e compreensão, tudo isso narrado neste contexto bizarro. É uma justaposição muito estranha, lidar com momentos familiares e com Lúcifer ao mesmo tempo, ou com fantasmas, mas isso é o que sempre me atraiu na série e o que me fez querer fazer parte dela.

Compartilhar

12ª temporada de Supernatural

É bom poder voltar aos aspectos mais dramáticos e realistas da série nesta temporada.

Compartilhar

Porquê quis ser ator

Quando me mudei para Los Angeles, 15 ou 16 anos atrás, eu queria ser um ator. Não sabia o que isso significava, mas gostava de atuar, contar histórias. Eu queria fazer a diferença. Fazer coisas legais onde eu pudesse conhecer pessoas, ouvir histórias.

Compartilhar

Ator de sucesso

Fiz alguns filmes e séries. Fui muito sortudo, eu trabalhei bastante.

Compartilhar

Personagem mais importante da carreira

Sam Winchester é como se fosse meu amigo. Eu o conheço muito bem e me importo bastante com ele. É engraçado dizer isso de um personagem fictício, principalmente quando o interpreta. Mas criei um carinho pelo Sam Winchester..

Compartilhar

Crescendo com a série

Uma das melhores coisas de Supernatural é poder fazer versões diferentes de nós mesmos. Sam e Dean cresceram enquanto Jared e Jensen também cresceram. Quando começamos, éramos dois caras solteiros de vinte e poucos anos vindos do Texas, agora ambos somos pais e maridos.

Compartilhar

Tipo de pai

Eu sou um pai bastante descontraído. Eu gosto de deixá-los brincar e vê-los explorar. Concedido, eu não vou deixá-los brincar no tráfego, mas sinto como se fosse parte do crescimento cair e ficar sujo e “encontrar” novas pessoas e aprender tentando.

Compartilhar

Também sou fã

Eu também sou um fã, de uma banda ou de um time de futebol, então eu entendo a emoção de botar a mão na cabeça quando algo dá errado, de chorar de felicidade ou então de dar risada. Então entendo sobre ser um fã apaixonado por algo.

Compartilhar

Não gosta de interpretar galãs

É fácil para um cara como eu fazer personagem charmoso. Branquear dentes, fazer cabelo, mas ser o galãzinho é muito chato. Você ganha frases bonitas para dizer, mas é tão brega. Gosto de atitude.

Compartilhar

comentários

anterior

Juliano Laham

O ator que foi destaque em Malhação - Pro Dia Nascer Feliz

próxima

David Lucas

O ator que deu vida ao inesquecível Orelha, em Malhação