Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up
Garotas se olhando com rosto de surpresa com roupas rosa e verde invertidas e fundo rosa e verde

Carnaval: saiba quais fantasias não usar na folia

Felizmente, hoje em dia as pessoas estão levando o termo "politicamente correto" pelo lado positivo e seguindo algumas regrinhas para o bem. Por isso, até mesmo as fantasias de Carnaval entraram nessa onda. Confira aqui algumas roupas que podem causar constrangimentos e ofensas a alguns grupos:

2 - “Nega maluca”

Mulheres fantasias de 'Nega Maluca'

Fantasiar-se de nega maluca nada mais é do que um jeito de zombar da cultura negra, utilizando-se de elementos pejorativos e estereotipados para construir a personagem. Nessa fantasia geralmente também é usado o blackface. Antigamente, esse costume era praticado por homens brancos que se pintavam de preto e imitavam a população negra de forma satirizada e ofensiva.

5 - Cigano

Montagem com duas fotos de mulher fantasiada de cigana

A fantasia sempre desrespeita a cultura cigana, que é um povo muito marginalizado e quase invisível aos olhos da sociedade. Os ciganos só são lembrados em momentos festivos e com fantasias cheias de acessórios estereotipados, sempre em forma de sátira, nunca de homenagem. Sua cultura é muito mais rica do que apenas bandanas, lantejoulas e leitura de cartas.

Teu amor é folia no meu coração: Compartilhe lindas frases!

7 - Gay

Garotos fantasiados de homossexuais

Ainda é muito comum ver pessoas fantasiadas de “gay”, o que ridiculariza a comunidade LGBT+. Usar esse tipo de fantasia é desrepeitoso, pois gays são pessoas comuns, que se vestem como quaisquer outros. Infelizmente, por anos a mídia propagou uma imagem de que gay se vestia de formas caricatas.

9 - Mendigo

Homens vestidos de mendigos deitados em sacos de lixo com roupas rasgadas

Satirizar moradores de rua não é engraçado, muito menos motivo de piadas. Mendigos são frutos de diversos problemas sociais e descuidos do estado, que deixam diversas pessoas em condições precárias. Não tem graça se divertir às custas deles.

11 - Gari e lixeiro

Homem fantasiado de gari segurando plaquinha 'Do luxo ao lixo'

Usar esse tipo de fantasia dificilmente é atrelado a algum tipo de respeito pela profissão, muito pelo contrário. Lixeiros e garis são trabalhadores sérios. Quando fantasias como essas são utilizadas, isso só ajuda a reforçar o quanto as profissões não são valorizadas, mas apenas lembradas como uma grande brincadeira sem graça.

12 - Escravo

Tata Estaniecki fantasiada de escrava

É muito grave quando vemos pessoas vestidas de escravos por aí! A escravidão foi uma época completamente cruel e humilhante para a população negra. Trazer isso à tona como forma de “brincadeira” é uma atitude racista e muito desrespeitosa, que deixa de lado fatos horríveis que aconteceram na época.

Leia também: 10 curiosidades sobre o Carnaval